Tron não se abalou com as críticas de seu ex-funcionário

Pelo menos até o momento de escrita deste!

Siga no

Parece que o mercado caiu em cima da criptomoeda Tron após o caso de seu ex-funcionário vir a tona para a comunidade de criptomoedas.

A mídia cripto noticiou amplamente que um ex-funcionário da BitTorrent, empresa comprada pela Tron em 2018, teria dito que a nova blockchain não suporta as transações do maior software de compartilhamento de torrents do mundo.

Isso se deve ao fato que, com o novo token sendo desenvolvido pela BitTorrent, a rede pode ter muitas transações simultâneas e poderia ter uma sobrecarga da rede que afetaria o desempenho da mesma.

O ex-funcionário Simon Morris, que trabalhou como diretor de estratégia da BitTorrent, que disse em uma entrevista exclusiva ao website Breaker que não há jeito do blockchain da Tron lidar com o volume de transações necessário para o token do BitTorrent.

Na sequência de seu ataque, Morris disse que “é muito claro que eles vão dizer que estão conseguindo funcionar, aconteça o que acontecer, porque é isso que a Tron faz, é basicamente uma máquina de marketing em camadas, com uma fina camada de tecnologia” declarou o ex-diretor de estratégias do BitTorrent.

A empresa por trás da criptomoeda contra-atacou em uma resposta a BREAKER, dizendo que “ele parece ter pouco conhecimento sobre os planos operacionais da BitTorrent desde sua saída”, disse um porta-voz da TRON. “As ações e a execução serão muito maiores do que as palavras de um ex-funcionário descontente”.

Na tecla que bateu a equipe da Tron ao formular sua resposta, o ex-funcionário pode realmente ter uma noção pífia do que fala, principalmente pelo fato da criptomoeda estar adquirido a BitTorrent em junho de 2018, conforme noticiado pelo Livecoins, e o Morris ter saído em julho do mesmo ano, ou seja, só permaneceu no cargo em um período de transição.

O fato é que desde o anúncio da criação do novo token, e mais do que isso, de que os holders da TRX seriam recompensados em uma forma de airdrop com o novo ativo, os preços nas exchanges viram uma super valorização e uma grande procura, com o volume diário da Tron sendo muito grande.

No momento da escrita deste inclusive, a Tron dá mais um show de valorização a frente do mercado, com mais de 23% nas últimas 24 horas, mostrando que as declarações do ex-funcionário não surtiram o efeito esperado.

Fonte: https://livecoins.com.br/coin-market-cap-capitalizacao-de-mercado-criptomoedas/

Mas um fato é certo, se a equipe mentir ou maquiar os dados da sua nova blockchain, é certo que mais cedo ou mais tarde será descoberta, pois, no cenário da criptoeconomia o que mais se preza é a transparência das operações, portanto, seguiremos monitorando o caso de perto.

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Bitcoin em cima de uma pilha de dólares

Polícia Civil encontra Bitcoin em transações de traficantes e milícias

A polícia civil do Rio de Janeiro encontrou Bitcoin em transações financeiras de organizações criminosas (orcrims). A informação é de um jornalista do jornal...

Bilhões estão saindo do ouro e indo para o Bitcoin

Toneladas de ouro foram retiradas dos ETFs enquanto o preço do bitcoin estava subindo ao longo de 2020, mostrando uma correlação impressionante entre os...
UniSwap-arte

Defi chega a um milhão de usuários em todo mundo

As Finanças descentralizadas (DeFI) ultrapassaram um milhão de usuários apenas alguns meses depois de ganhar força em meados deste ano. O mercado cresceu 5...

Últimas notícias

Bilhões estão saindo do ouro e indo para o Bitcoin

Toneladas de ouro foram retiradas dos ETFs enquanto o preço do bitcoin estava subindo ao longo de 2020, mostrando uma correlação impressionante entre os...

Defi chega a um milhão de usuários em todo mundo

As Finanças descentralizadas (DeFI) ultrapassaram um milhão de usuários apenas alguns meses depois de ganhar força em meados deste ano. O mercado cresceu 5...

“Perdi amigos porque vendi Bitcoin”, diz cypherpunk brasileiro

De acordo com Avelino Morganti, um cypherpunk brasileiro, a comunidade bitcoin reagiu mal a sua saída do mercado. Ele relatou que até perdeu amigos...