Trump ordenou ataques ao Bitcoin em 2018, diz ex-conselheiro Bolton

Ex-conselheiro publicou livro com conversa que aconteceu em maio de 2018 em meio a uma tensa discussão sobre as sanções que os EUA impuseram à China.

Siga no

Recentemente, o Ex-conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, John Bolton, lançou o livro The Room Where It Happened, A White House Memoir (A Sala Onde Tudo Aconteceu, Memórias da Casa Branca, em tradução livre). Nele, o ex-conselheiro afirma que Trump quis derrubar o Bitcoin em 2018.

O livro mostra um insight por dentro da administração de Trump pelo ex-funcionário. Como é de se imaginar, existem várias acusações, que o presidente e a sua equipe negam. Entre as muitas, há até mesmo a acusação de que Trump buscou ajuda do governo chinês para conseguir a sua reeleição.

Apesar da administração de Trump negar todas as informações, o Departamento de Defesa tentou impedir a publicação do livro, alegando que as informações apresentadas seriam confidenciais.

No entanto, um ponto que chama ainda mais a atenção é que, em 2018, Trump pediu para que o Secretário do Tesouro “fosse atrás do Bitcoin”. As informações são do site Washington Examiner, que obteve acesso a uma cópia antecipada da publicação.

Trump contra o Bitcoin

O site afirma que, em parte do livro, Bolton conta sobre uma conversa que testemunhou entre Trump e Steve Mnuchin, secretário do tesouro dos EUA. Na conversa, o presidente pediu para que Mnuchin colocasse pressão na negociação e venda de Bitcoin.

O site afirma que no livro Trump diz:

“Não negocie. Vá atrás do Bitcoin [por fraude].”

Segundo Bolton, a conversa aconteceu em maio de 2018 em meio a uma tensa discussão sobre as sanções que os EUA impuseram à China. Curiosamente, maio de 2018 foi um dos momentos em que Bitcoin passava por uma de suas piores crises, perdendo boa parte do seu valor e caminhando para 80% de desvalorização.

No entanto, a tentativa de Trump de querer parar o crescimento do Bitcoin não é nenhuma surpresa, já que o presidente deixou claro outras vezes que não é fã do Bitcoin e de outras criptomoedas.

Em julho de 2019, ele afirmou no Twitter, que é por onde ele passa boa parte do tempo, que não é fã do Bitcoin porque ela é uma moeda ilegal.

“Eu não sou um fã do Bitcoin e outras criptomoedas, que não são dinheiro, e que o valor é altamente volátil e baseado em nada.

Ativos digitais não regulamentados podem facilitar atividade criminosa, incluindo tráfico de drogas e outras atividades ilegais.”

Presidente continua errado sobre criptomoedas

Nigel Green, CEO da deVere Group, afirmou que essa nova revelação do livro mostra como o presidente está longe da realidade em relação ao mercado digital.

“É altamente possível que Trump tenha, de fato, lançado um ataque contra o Bitcoin.

No ano passado ele fez uma serie de tuítes atacando a maior criptomoeda do mundo.

Assumindo que a instrução para a Secretaria do Tesouro seja verdadeira, isso mostra o quanto o presidente dos EUA está olhando para trás e longe da realidade nesse quesito.”

Felizmente o Bitcoin não possui centralização, não possui CEOs ou empresas por trás da moeda, o que impede que qualquer governo criei sanções que possam, efetivamente, acabar com a moeda.

E, apesar de que algumas atividades ilegais utilizam o Bitcoin, é certo que a moeda está longe de ser um meio de troca utilizada por criminosos em sua maioria. 

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Departamento de Tesouro dos Estados Unidos

Departamento do Tesouro dos EUA quer ferramenta para rastrear Bitcoin

A agência dos Estados Unidos responsável pela implementação de sanções contra empresas, parte do Departamento do Tesouro, quer uma ferramenta capaz de rastrear o...
Polícia investiga negócio de criptomoedas no ES

Corretora cripto é alvo de operação policial por fraude bilionária

A polícia da Coreia do Sul realizou uma operação em diversos escritórios de uma corretora de criptomoedas após a empresa ter sido acusada de ser...
Criptomoeda Ethereum mãe do DeFi

Banco Central dos EUA elogia Ethereum e inovação com DeFi

O Banco Central dos Estados Unidos de St. Louis publicou um artigo elogiando as inovações da plataforma Ethereum. Ao criar aplicações bancárias com tokens,...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias