Home Altcoins TRX: BitTorrent vai pagar usuários que compartilham arquivos

TRX: BitTorrent vai pagar usuários que compartilham arquivos

-

Compartilhe
Bittorrent TRON

O popular site de compartilhamento de arquivos P2P, BitTorrent, que tem centenas de milhões de usuários, está lançando o Projeto Atlas, onde o BitTorrent finalmente se une tecnologia blockchain. 

A BitTorrent oferecerá o token Tron (TRX) como um incentivo para usuários que compartilham arquivos (Seed), o que criará uma mudança de paradigma na indústria de compartilhamento P2P. 

Em junho a fundação TRON adquiriu o BitTorrent. TRX é 13ª criptomoeda mais valiosa com um valor de mercado de US $ 1,44 bilhão, de acordo com o preço do Tron hoje.

O BitTorrent e outros sites de torrent sempre tiveram um incentivo para que os seeders fizessem o upload de forma mais rápida, tornando possível um download mais rapidamente. 

Agora, os “semeadores” do BitTorrent receberão o token TRX ao semearem arquivos por mais tempo, distribuir arquivos com maior largura de banda e dedicar mais armazenamento de seus computadores a rede BitTorrent. 

Esta é uma ideia nova e empolgante para a indústria de torrents, nunca antes os usuários conseguiram ganhar dinheiro semeando arquivos. Isso deve aumentar o número de semeadores e as velocidades de download na rede BitTorrent.

Confira o anúncio do projeto Atlas:

Os usuários também poderão utilizar TRX para pagar por downloads mais rápidos. Este TRX vai abastecer o sistema onde os seeders são pagos pelos seus serviços. 

Com certeza é um cenário vantajoso para todos, quem está baixando arquivo vai conseguir fazer download com muito mais velocidade e os seeders ganharão dinheiro para facilitar isso.

Justin Sun, O CEO da Tron, disse que “o Projeto Atlas é a base para uma nova maneira de distribuição de conteúdo. Para começar, o produto contará com downloads mais rápidos, e mais seeds, sem mineração e compatibilidade com versões anteriores. É adaptado ao mundo em que vivemos hoje: móvel, conectado e transparente. Nosso objetivo é, eventualmente, capacitar todos os criadores de conteúdo e suas comunidades, eliminando o intermediário e permitindo que os criadores de conteúdo distribuam diretamente aos usuários ”.

De acordo com Justin Sun, os usuários atuais do BitTorrent que preferem usar clientes antigos sem a tecnologia TRX, ainda poderão usar a rede, tornando o Project Atlas totalmente retrocompatível. 

Certamente esta é uma decisão acertada, já que os “torrenters” costumam se ater a um cliente que funciona para eles e geralmente não verificam se existem atualizações.

Devido ao potencial empolgante de ganhar dinheiro semeando, é provável que muitos usuários atualizem.

Curta nossa página no Facebook e também no Twitterpara começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.

MAIS LIDOS

Congressistas entendem a diferença entre a Libra e o Bitcoin

A criptomoeda Libra tem sido associada ao Bitcoin, entretanto, há diferenças entre os projetos. De acordo com Charlie Shrem, os congressistas dos EUA conseguem...

Como ganhar dinheiro com a volatilidade do bitcoin

O Bitcoin é um ativo bastante volátil, ele possui mais de 63% de volatilidade anual. Isso significa que ele pode retrair ou expandir 63%...

Unick Forex, FX Trading e Zero10 Clube estão na mira de hackers que ajudam Polícia Federal em investigação

A Unick Forex e mais outras 50 empresas estão sendo investigadas por um grupo de hackers supervisionados por autoridades. O grupo ajuda na investigação...

Menor fração de bitcoin está prestes a valer mais que a moeda da Venezuela

Um satoshi de bitcoin (0.0000001 BTC) está quase valendo mais que o bolívar soberano da Venezuela. Os números revelam que um satoshi poderá valer...

Já é possível pagar aluguel com Bitcoin em imobiliária gaúcha

Uma imobiliária gaúcha permite que seus clientes paguem o aluguel através do bitcoin. A iniciativa traz ainda um cartão magnético que poderá ser utilizado...

Como fazer transações baratas com Bitcoin?

Muito se fala sobre o bitcoin ter taxas altas e transações lentas, de forma que hoje a escalabilidade da rede está em ampla discussão....
 

COMENTÁRIOS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Compartilhe