Twitter anuncia pagamentos peer-to-peer, concorrente das criptomoedas?

Desde a aquisição da X por Musk em 2022 por um valor de US$ 44 bilhões, o CEO da Tesla e SpaceX tem demonstrado interesse em expandir a plataforma para além de suas funções básicas de mídia social.

A plataforma de mídia social X, conhecido também como Twitter, de Elon Musk, anunciou o lançamento de uma nova funcionalidade que pode rivalizar com as criptomoedas. De acordo com um comunicado divulgado nesta terça-feira (9), o X revelou planos para introduzir pagamentos peer-to-peer ainda este ano.

O movimento representa um passo de Elon Musk na direção de transformar o X em um aplicativo multifuncional, oferecendo aos usuários a capacidade de realizar transações financeiras diretamente pela plataforma.

Embora os detalhes sobre o funcionamento exato dos pagamentos P2P não tenham sido totalmente esclarecidos, a empresa prometeu que essa novidade abrirá “mais utilidade para os usuários”.

“Lançaremos pagamentos peer-to-peer, liberando mais utilidade para os usuários e novas oportunidades de comércio, além de mostrar o poder de viver mais da sua vida em um só lugar.” — diz o Twitter (X).

Concorrente das criptomoedas?

Desde a aquisição da X por Musk em 2022 por um valor de US$ 44 bilhões, o CEO da Tesla e SpaceX tem demonstrado interesse em expandir a plataforma para além de suas funções básicas de mídia social.

Musk vislumbra o X como um “aplicativo de tudo”, onde os usuários podem compartilhar conteúdo, gerenciar suas finanças e muito mais.

Em um comunicado no X feito em julho, Musk afirmou planos ambiciosos de adicionar “comunicações abrangentes e a capacidade de conduzir todo o seu mundo financeiro” à plataforma. Além disso, o X já havia colaborado com a eToro, permitindo aos usuários acessar criptomoedas, ações e outros ativos financeiros.

A empresa também revelou que expandirá seu conteúdo original, investirá em criadores e parcerias de conteúdo, e fortalecerá suas estratégias de anúncios ao longo deste ano.

“X não é apenas mais um aplicativo — ele está se tornando o aplicativo de tudo, unindo perfeitamente experiências em uma interface, para todos”, declarou a empresa no comunicado.

Até o momento, o X não respondeu pedidos de comentários para mais detalhes sobre esses pagamentos peer-to-peer que serão introduzidos. No entanto, a movimentação indica uma potencial concorrência para as criptomoedas.

Conforme reportado pelo Livecoins, Musk expressou várias opiniões e ideias relacionadas ao futuro das moedas digitais, chegando até a sugerir a possibilidade de criar uma criptomoeda própria no Twitter.

O lançamento de uma criptomoeda, porém, nunca foi confirmado, e se ele considerar desenvolver uma moeda digital, seria especulado que ele poderia explorar tal moeda para criar um sistema de transações peer-to-peer, permitindo transações diretas entre indivíduos sem a necessidade de intermediários.

Em outubro de 2023, o Twitter (X) obteve uma licença regulatória que abria caminho para a plataforma oferecer pagamentos e serviços de negociação com criptos nos Estados Unidos.

A licença permite ao Twitter oferecer uma gama de serviços relacionados a ativos digitais, como armazenamento, transferência e negociação.

A rede social de Elon Musk também fez parceria com a Strike, aplicativo de pagamentos com Bitcoin que permitiu o envio e recebimento de gorjetas com Bitcoin no Twitter.

Embora nenhuma declaração oficial tenha sido feita por Musk sobre quais criptomoedas poderiam ser integradas na plataforma, as tuitadas frequentes de Musk sobre Dogecoin (DOGE) geraram especulações sobre a potencial adição da moeda meme à plataforma.

Peer-to-peer sem criptomoeda própria

Para viabilizar transações peer-to-peer sem depender de blockchain ou uma criptomoeda própria, o Twitter pode explorar soluções convencionais de transação financeira.

Uma abordagem possível seria estabelecer parcerias com sistemas de pagamento online já existentes, como PayPal ou serviços similares. Isso permitiria que os usuários do Twitter realizassem transferências monetárias diretamente uns com os outros, utilizando os métodos de pagamento oferecidos por essas plataformas.

Além disso, o X poderia implementar um sistema interno de transferência de fundos, possibilitando que os usuários vinculassem suas contas bancárias à plataforma. Isso abriria a possibilidade de realizar pagamentos diretamente entre as contas bancárias dos usuários, sem a necessidade de uma infraestrutura baseada em blockchain ou tokens.

Por fim, a implementação de pagamentos peer-to-peer pelo X pode se basear no desenvolvimento de um sistema de transferência próprio para facilitar transações financeiras entre os usuários.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Vinicius Golveia
Vinicius Golveia
Formado em sistema da informação pela PUC-RJ e Pós-graduado em Jornalismo Digital. Conhece o Bitcoin desde 2014, atuando como desenvolvedor de blockchain em diversas empresas. Atualmente escreve para o Livecoins sobre assuntos de criptomoedas. Gosta de cultura POP / Geek. Se não estiver escrevendo notícias relevantes, provavelmente está assistindo alguma série.

Últimas notícias