Usuário paga preço absurdo por domínio .eth e diz que foi “por diversão”

O preço mínimo para um domínio de três letras já subiu para 7 ETH, equivalente a R$ 99.000 no momento desta redação. Conforme estes domínios são NFTs, vale notar que existem apenas 1.000 deles. O custo para mantê-los é de 640 dólares (R$ 3.150) por ano, mais caro do que outros.

Número 555 em uma parede.
Número 555 em uma parede.

O domínio 555.eth, do Ethereum Name Service (ENS), foi vendido por 55,5 Ether (ETH), no valor de R$ 786.000. Desta forma, este é um dos domínios ENS mais caros já adquiridos, ficando atrás apenas de outros como wallet.eth e crypto.eth.

Seu novo dono é um colecionador chinês que afirmou ter realizado a compra “por diversão” após o clube “10k” ser criado. Este se descreve como “um clube social da web3 para detentores de domínios ENS de 0 a 9999”.

Por enquanto, eles têm apenas um canal no Discord, contudo, isso já parece ser o suficiente para chamar a atenção do público. Afinal a atividade de compras destes domínios está crescendo.

Atividade da ENS em abril de 2022.
Atividade da ENS em abril de 2022. Fonte: Dune Analytics

O preço mínimo para um domínio de três letras já subiu para 7 ETH, equivalente a R$ 99.000 no momento desta redação. Conforme estes domínios são NFTs, vale notar que existem apenas 1.000 deles. O custo para mantê-los é de 640 dólares (R$ 3.150) por ano, mais caro do que outros.

Já os domínios de quatro letras têm um preço mínimo muito mais baixo, de 0,06 ETH, conforme o PopRank. Assim como nos domínios DNS, o número de caracteres está ligado a escassez. Afinal, aqui existem 10.000, dez vezes mais do que domínios de três números.

Além disso, os usuários da ENS receberam um token homônimo. Cotado a R$ 86 nesta sexta-feira (29), e com uma capitalização de mercado de R$ 1,75 bilhão, este é um token de governança que pode ser utilizado para votar no futuro do projeto.

Domínios ENS de 000 a 999 mais caros em abril de 2022.
Domínios ENS de 000 a 999 mais caros em abril de 2022.

Investimento arriscado

A receita do projeto está baseada na renovação dos mesmos. Enquanto domínios de três dígitos custam US$ 640 e os de quatro US$ 160, aqueles com cinco dígitos ou mais custam apenas US$ 5. Entretanto, hoje sua maior barreira são as altas taxas de transação do Ethereum, muitas vezes maiores que o custo do próprio domínio.

Além disso, no momento os ENS ainda estão longe de serem tão populares quanto os domínios padrões, como os .com. Contudo, muitos estão especulando que eles serão ainda mais valiosos no futuro devido as suas características, como a resistência a censura.

Portanto, no momento estes preços são puramente especulativos e tais investimentos são de alto risco, mesmo que alguns estejam fazendo isso “por diversão”. De qualquer maneira, a ideia de criar um “clube” para donos de certos domínios é curiosa, afinal pode aumentar a demanda pelos mesmos.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias