VanEck entra com pedido de ETF de Solana nos EUA

A rede da Solana é capaz de processar até 65.000 transações por segundo (TPS), um número superior ao da maioria das outras blockchains, como o Ethereum, que processa aproximadamente 30 TPS.

A VanEck, uma das principais gestoras de ativos do mundo, anunciou na manhã desta quinta-feira (27) que entrou com pedido para lançar o primeiro fundo negociado em bolsa (ETF) de Solana (SOL) nos Estados Unidos.

Em comunicado oficial, o diretor de ativos digitais da empresa elogiou a Solana, afirmando que o projeto é uma alternativa robusta ao Ethereum.

“Solana é um software de blockchain de código aberto projetado para lidar com várias aplicações, incluindo pagamentos, negociações, jogos e interações sociais. Sua combinação única de escalabilidade, velocidade e baixos custos pode oferecer uma melhor experiência ao usuário para muitos casos de uso”, disse Matthew Sigel.

A VanEck acredita que o Solana é um bom projeto graças à sua capacidade de realizar milhares de transações por segundo com taxas baixas, além de utilizar um mecanismo de segurança que combina proof-of-history e proof-of-stake.

“Esse conjunto de alta capacidade, baixas taxas, segurança robusta e uma forte comunidade torna o Solana uma opção atraente para um fundo negociado em bolsa, oferecendo aos investidores exposição a um ecossistema de código aberto versátil e inovador.”

ETF de Solana

Conforme o Ethereum recebeu aprovação de ETF nos EUA, muitos especialistas acreditavam que a Solana poderia ser a próxima, já que ambas as moedas possuem semelhanças.

A VanEck justificou sua crença de que a Solana é uma commodity digital, “semelhante ao Bitcoin e ao Ether”, com base em sua funcionalidade e utilidade.

“O token nativo, SOL, é utilizado para pagar taxas de transação e serviços computacionais na blockchain. Como o Ether na rede Ethereum, o SOL pode ser negociado em plataformas de ativos digitais ou usado em transações peer-to-peer.”

A VanEck disse ainda que a natureza descentralizada da Solana, com validadores independentes distribuídos globalmente, “garante que nenhuma entidade única possa monopolizar o sistema.”

Segundo o diretor de ativos digitais da empresa, a vasta gama de aplicações e serviços suportados pelo ecossistema Solana, desde finanças descentralizadas (DeFi) até tokens não fungíveis (NFTs), reforça a utilidade e o valor da SOL como uma commodity digital.

Com a possível aprovação do ETF de Solana, a VanEck disse querer proporcionar aos investidores, construtores e empreendedores uma alternativa valiosa às tradicionais lojas de aplicativos dominadas por duopólios, ampliando as oportunidades no crescente mercado de ativos digitais.

Solana

Solana é uma plataforma blockchain de código aberto escalável que ganhou destaque como maior concorrente do Ethereum. Fundada por Anatoly Yakovenko em 2017 e lançada oficialmente em março de 2020, a Solana rapidamente recebeu atenção por sua capacidade de processar um alto volume de transações a baixas taxas.

A rede da Solana é capaz de processar até 65.000 transações por segundo (TPS), um número superior ao da maioria das outras blockchains, como o Ethereum, que processa aproximadamente 30 TPS.

Além disso, as taxas de transação na rede Solana são extremamente baixas, muitas vezes menos de um centavo por transação.

Uma das principais diferenças da Solana é o seu mecanismo de consenso híbrido, que combina proof-of-history (PoH) e proof-of-stake (PoS). O PoH permite que a blockchain crie um registro histórico que prova que um evento ocorreu em um momento específico no tempo.

Isso é complementado pelo PoS, que seleciona validadores de blocos com base na quantidade de tokens que eles possuem e estão dispostos a “stake”.

Apesar disso, a Solana tem enfrentado vários problemas de estabilidade, caracterizados por travamentos e interrupções frequentes.

Em setembro de 2021, por exemplo, a rede da Solana sofreu uma das suas interrupções mais notáveis, ficando offline por cerca de 17 horas.

O incidente foi causado por um aumento massivo na carga de transações, impulsionado por bots que tentavam participar de uma oferta inicial de exchange descentralizada (IDO) na Raydium.

A avalanche de transações levou a rede a processar até 400.000 TPS (transações por segundo), bem acima do que ela poderia suportar de forma sustentável.

Além deste incidente, houve outros períodos de instabilidade, com a rede travando em outras 16 ocasiões.

Apesar dos problemas com interrupções, a comunidade Solana e os investidores parecem otimistas sobre o futuro da rede e a possível entrada do projeto no mercado de ETFs nos EUA, com a Solana valorizando mais de 6% após a divulgação do pedido de ETF.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Vinicius Golveia
Vinicius Golveia
Formado em sistema da informação pela PUC-RJ e Pós-graduado em Jornalismo Digital. Conhece o Bitcoin desde 2014, atuando como desenvolvedor de blockchain em diversas empresas. Atualmente escreve para o Livecoins sobre assuntos de criptomoedas. Gosta de cultura POP / Geek. Se não estiver escrevendo notícias relevantes, provavelmente está assistindo alguma série.

Últimas notícias

Últimas notícias