Xiaomi começa aceitar Bitcoin como pagamento em loja oficial de Portugal

Nos últimos dias a Amazon negou começar a trabalhar com as criptomoedas neste ano.

Siga no
Marca Xiaomi e smartphone
Marca Xiaomi e smartphone

A Xiaomi começou a aceitar Bitcoin e várias outras criptomoedas como meio de pagamento na loja oficial de Portugal. A marca chinesa produz vários gadgets, como relógios e smartphones.

Vale o destaque que na China, aceitar criptomoeda como meio de pagamento está proibido pelo governo local. Mas isso não significa que as marcas e empresas locais não estejam interessadas na nova tecnologia.

No início da semana, a marca de luxo alemã Philipp Plein já havia começado também a aceitar Bitcoin como meio de pagamento. Isso mostra que, mesmo que na China o cerco esteja fechado, na Europa as portas de grandes comércios seguem se abrindo.

Xiaomi em Portugal começa aceitar Bitcoin como meio de pagamento em movimento inovador

Quem chegar ao site da Mi Store Portugal, loja oficial da Xiaomi no país, agora poderá conferir de perto uma novidade nos meios de pagamento. Isso porque, o símbolo do Bitcoin passou a estampar os produtos comercializados pela marca no país.

Em um vídeo compartilhado com os clientes, a loja afirmou que agora a “moeda do futuro leva a mais alta tecnologia para sua casa”.

“A partir de agora, comprar na Mi Store Portugal é mais inclusivo e abrangente porque vais poder comprar os teus gadgets favoritos utilizando a tua criptomoeda de eleição ou a mais favorável como Bitcoin, Ethereum, Tether, Dash ou Token Utrust. Incrível, não é?”

A nova modalidade de compra com criptomoedas é fruto de uma parceria da marca com a empresa Utrust, que comemorou a nova modalidade de pagamento inovadora na Xiaomi.

“Mi Store Portugal, oficial da Xiaomi, agora aceita criptopagamentos. A Xiaomi é a segunda maior fabricante de telefones do mundo e agora sua filial local está aceitando o Dinheiro do Amanhã.”

Os clientes interessados em pagar com Bitcoin na Xiaomi devem colocar o item escolhido para compra no carrinho, sendo que na opção de pagamentos aparecerá disponível a opção das criptomoedas agora.

A Utrust tem sua sede na Suíça, processando pagamentos em criptomoedas para empresas. Ao receber as moedas digitais, esse sistema converte os valores para fidúcia e repassa os valores conforme o pedido de cada cliente.

No caso da Xiaomi, como o lema da empresa é “Inovação para todos” uma porta foi aberta no mercado de criptomoedas pela primeira vez.

E Portugal certamente será o teste necessário para que a companhia comece de vez a experimentar as negociações em outros países, mesmo que em seu país sede, a China, essa seja uma prática proibida hoje.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

FBI alerta para crescimento de golpes românticos envolvendo criptomoedas

O FBI, a polícia federal dos Estados Unidos, emitiu um alerta para o crescimento dos golpes românticos envolvendo criptomoedas nos últimos meses. Com o crescimento...

“Boomers estão comprando mais bitcoins”, diz pesquisa

Como diferentes outras tecnologias, o criptomercado é majoritariamente formado por investidores e entusiastas das gerações mais novas, dos millennials para frente. No entanto, uma recente...

PrimeXBT aumenta oferta de Ativos Digitais Com Solana, Cardano, Polkadot e mais

PrimeXBT, uma plataforma de negociação multi-moeda premiada que oferece forex, criptomoeda, índices de ações, commodities e muito mais sob o mesmo teto, anunciou a...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias