XRP dispara mais de 80% após Ripple enviar resposta à SEC

A Ripple alegou que a SEC estava escolhendo lados em vez de ser imparcial.

Siga no

Não existe monotonia no mercado de criptomoedas, e essa semana foi realmente muito movimentada. Na quinta-feira a Dogecoin subiu mais de 800% e hoje foi o dia da XRP, que valorizou mais de 80% em poucas horas. A criptomoeda não teve uma valorização tão forte quanto a DOGE, mas ainda assim seus investidores encontraram motivos para sorrir.

Aparentemente a alta da XRP se deu após a Ripple, empresa por trás do token enviar um documento onde se defende das acusações da SEC em um processo que envolve cerca de US$ 1,3 bilhão.

O preço da criptomoeda XRP que estava sendo negociada por cerca de US $ 0,28, disparou cerca de 80% atingindo o valor de US$ 0,51.

Em dezembro a SEC (Comissão de Valores Mobiliários) dos EUA, abriu um processo contra a Ripple, contra o CEO da empresa, Brad Garlinghouse e também contra Christian Larsen, co-fundador da empresa.

A SEC aponta que o token XRP é um título mobiliário e está processando a Ripple por ter arrecadado através de uma “oferta de títulos de ativos digitais não registrados”, cerca de U$$ 1,3 bilhão indevidamente. 

O órgão regulamentador dos Estados Unidos também alega que a Ripple distribuiu XRP para “serviços de trabalho e criação de mercado” e que os dois fundadores da empresa não registraram suas vendas pessoais de XRP, que segundo a SEC, seria algo em torno de US$ 600 milhões.

Ripple se defende

Segundo a SEC, todos, tanto indivíduos quanto empresas do setor de criptomoedas precisam registrar suas “ofertas” no órgão regulamentador. Contudo, o grande problema é que não há uma regra clara quanto a classificação dos tokens. De fato, o mercado de criptomoedas tem esperado por uma legislação mais clara sobre o assunto.

A Ripple se defendeu hoje das acusações dizendo que em 2015 e novamente em 2020 o Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DOJ) e a Rede de Execução de Crimes Financeiros do Departamento do Tesouro dos Estados Unidos (FinCEN) determinaram que a XRP era legalmente usado e negociado no mercado como uma moeda digital.

No documento a Ripple deixa claro que o token XRP funciona como uma reserva de valor, um meio de troca e uma unidade de conta e não um ativo que representa uma participação nos lucros da empresa.

O token XRP foi negociado nesta última semana entre US $ 0.28 e 0.31. Atualmente o XRP apresenta uma queda de cerca de 87% quando comparado com sua máxima histórica de US$ 3,29 registrada em janeiro de 2018.

A Ripple citou essa queda e se defendeu dizendo que os mais afetados pelo processo da SEC foram os investidores de varejo, já que o preço da XRP caiu mais de 50% após o processo.

“Desde que a SEC registrou sua reclamação, a XRP perdeu quase metade de seu valor de mercado, fazendo com que detentores de XRP sem conexão com a Ripple – as mesmas pessoas que a SEC pretende proteger – sofressem bilhões de dólares em perdas. Além do mais, parte da missão da SEC é manter os mercados organizados… e, ainda assim, seu exagero criou confusão no mercado.”

Imparcialidade da SEC

A Ripple alegou que a SEC estava escolhendo lados em vez de ser imparcial. A empresa alega que o Ethereum poderia se qualificar como um título exatamente como o XRP foi, mas, ganhou o status de ativo, sendo assim, o XRP poderia muito bem se encaixar nesse tipo.

A empresa também acusou a SEC de “destruir” os fatos do processo ao incluir dados e “mostrá-los de forma distorcida.”

“Embora não possamos entrar em todos os detalhes, você verá que negamos muitas das alegações da SEC. Com o tempo, você verá por quê.”

Ripple também ofereceu uma citação de Andrew Ceresney, da Debevoise & Plimpton, que analisou o caso e sugeriu que a SEC optasse por ignorar fatos importantes como o XRP sendo negociado em todo o mundo sem qualquer interferência regulatória.

A empresa ainda citou advogados que disseram que a SEC ignorou o status “claro” da XRP como moeda virtual, contradizendo não apenas as conclusões de outras agências reguladoras dos EUA, mas também os regimes regulatórios internacionais.”

Manipulação de preço

Apesar de a alta da moeda digital ter acontecido exatamente após a Ripple apresentar sua defesa à SEC, um grupo de PUMP e DUMP pode também estar por trás da disparada de preço.

Ou seja, o aumento de preço é suspeito de ser uma bomba impulsionada por um grupo do Telegram.

Com a recente alta da Dogecoin, muitos grupos estão se formando para impulsionar artificialmente outros ativos.

A XRP foi uma das escolhidas por vários desses grupos, como pode ser visto nas imagens abaixo, várias pessoas no mundo todo combinaram de “comprar” o ativo digital para alavancar o preço.

XRP PUMP GRUPO TELEGRAM
XRP PUMP GRUPO TELEGRAM

XRP PUMP GRUPO TELEGRAM
XRP PUMP GRUPO TELEGRAM

Apesar de muitos traders do mercado estarem defendendo o aumento do preço da XRP, a comunidade parece estar dividida. Muitos analistas conhecidos estão dizendo que tudo não passa de uma manipulação planejada.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Diego Marques
Começou em 2016 como um dos primeiros redatores do Guia do Bitcoin. Diego tem preferência por notícias que podem influenciar o preço das criptomoedas, mas também gosta de escrever curiosidades do cripto-universo.
Universidad Americana Imagem: Divulgação

Universidade privada do Paraguai vai aceitar pagamentos em Bitcoin e Ethereum

A Universidade Americana do Paraguai vai começar aceitar pagamentos em criptomoedas a partir de agosto, os alunos poderão pagar por cursos e graduação com...
Mulher usa ATM do Santander no Reino Unido

Santander testa ferramenta para rastrear criptomoedas

O Santander quer entender como os seus clientes usam as criptomoedas em simultâneo as contas correntes. Para isso, o banco testou uma ferramenta da...
john mcaffe

Suicídio de John McAfee em prisão na Espanha levanta suspeitas

John McAfee, fundador da empresa de tecnologia McAfee, foi encontrado morto na tarde de hoje (23) na cadeia espanhola de Brians 2, localizada em...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias