5 motivos mostram que Bitcoin viverá o melhor ano de sua história em 2020

Acontecimentos e lançamentos de projetos no mercado devem impulsionar a criptomoeda no próximo ano.

-

Siga no
Bitcoin segue subindo
Bitcoin segue subindo
Anúncio

O bitcoin deverá vivenciar um momento histórico em 2020. Para alguns analistas, o próximo ano deverá elevar o preço da criptomoeda para valores jamais vistos. A previsão sobre o bitcoin surge diante de vários acontecimentos marcados para o próximo ano.

Por trás de toda esse aguardado movimento de valorização, existem eventos com datas marcadas para mudar o preço do bitcoin de vez. Confira cinco motivos que provam que 2020 será o melhor ano da história para o bitcoin:

Halving

No final de maio de 2020 acontecerá o tão esperado halving do bitcoin. Esse evento marca a mudança da emissão e oferta da criptomoeda através da mineração. Até então, 12,5 bitcoins são distribuídos a cada bloco da criptomoeda minerada. Após o halving em 2020, essa oferta cairá para 6,25 unidades de bitcoin (BTC).

Anúncio

O bitcoin já vivenciou dois eventos halving desde que foi criado em 2009. Nessas duas ocasiões o preço da criptomoeda disparou no mercado após o halving. Não por acaso, foi após o último halving que o preço do bitcoin chegou em quase US$ 20 mil. Sendo assim, tudo indica que o bitcoin deverá ver sua cotação saltar no mercado.

Ouro e bitcoin

O ouro é a reserva de valor com a maior capitalização do mundo. É através do metal precioso que alguns países buscam salvaguardar suas economias. Em momentos de recessão no mercado, por exemplo, a tendência é de elevação do preço do ouro. Porém, o bitcoin não deverá ficar para trás, e deve acompanhar a valorização do ouro em 2020.

Muitas comparações entre o ouro e o bitcoin surgiram nos últimos meses. Cada vez mais a criptomoeda está sendo adotada como uma reserva de valor por investidores. Assim como o ouro, o bitcoin demonstrou uma tendência de crescimento diante de incertezas no cenário econômico mundial.

Algumas apostas sugerem que, em algum momento, o bitcoin deverá ganhar a preferência diante do ouro. Além de acompanhar uma valorização do metal precioso, a criptomoeda poderia ser uma reserva de valor mais viável para os investidores.

A Libra do Facebook

Em 2020 será lançada oficialmente a Libra do Facebook. A criptomoeda da rede social chegará ao mercado em um momento decisivo para o bitcoin. Perto do halving, uma stablecoin será adicionada ao mercado de criptomoedas.

O bitcoin deve ganhar uma adoção indireta com a popularização da libra. Com bilhões de usuários espalhados pelo mundo, a empresa Alphabet deverá disponibilizar a Libra em aplicativos como o Messenger e o WhatsApp, por exemplo. A grande adoção da Libra possui fortes tendências em aumentar o preço do bitcoin no próximo ano.

Adoção em massa

O mercado de criptomoedas vive um momento decisivo desde 2018. Países apresentaram regulações e alguns até chegaram a proibir o uso de criptomoedas. Essas atividades acontecem em um momento de total efervescência do mercado.

Enquanto países como o Brasil discutem regulações para as criptomoedas, grandes empresas anunciam sua entrada no mercado. Facebook, Telegram, JP Morgan e Walmart são algumas dessas empresas que anunciaram trabalhar no desenvolvimento de uma criptomoeda.

Esses projetos devem ajudar na adoção em massa de criptomoedas em todo o mundo. Com a adesão de grandes empresas ao mercado, cada vez mais pessoas comuns devem utilizar criptomoedas. Com isso, ganha o bitcoin, que deverá ter um desempenho amistoso em 2020.

O bitcoin está acabando?

Não é segredo para nenhum investidor que existem uma quantidade limitada de bitcoins disponíveis no mercado. Quando a criptomoeda foi criada, apenas 21 milhões de unidades poderiam ser emitidas. Ninguém pode alterar essa regra que impulsiona o preço do bitcoin.

Em 2020 o bitcoin poderá atingir valores bem próximos de 90% de toda a sua emissão. Isso significa que a maioria das unidades da criptomoedas estão em circulação no mercado. Porém, ao mesmo tempo, o número revela uma escassez da criptomoeda, que poderá ser difícil de encontrar em um momento de explosão de adoção do bitcoin.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

Leia mais

Últimas notícias

“Se você acha que imposto é roubo, chama a polícia”, diz Kim Kataguiri

Em um entrevista para o canal Letícia Shirakiin, o Deputado Federal Kim Kataguiri foi questionado se imposto é roubo. A resposta veio em tom de...

Surge o Primeiro Case da Hathor

Pois então que surge espontaneamente o primeiro caso de uso da blockchain brasileira Hathor. Vou contar como isso aconteceu. Bem, o time concebeu a...

Google fala sobre golpe com Bitcoin

No podcast mais recente do Google, três especialistas da gigante das buscas comentaram sobre um tipo de golpe que envolve Bitcoin. No tópico que falava...