Atila Iamarino sobre Bitcoin: “Ou muda a prova de trabalho ou pode ser superado pelo Ethereum”

Bitcoin gasta energia, e o Youtube?

Siga no
Atila-Bitcoin
Atila-Bitcoin

O youtuber e biólogo, Átila Iamarino, publicou em seu canal do Youtube na tarde de sábado (03) um vídeo explicando o que é o Bitcoin. Em quase 22 minutos ele explica desde a origem do dinheiro até os fundamentos da moeda digital – ele também se arrisca em alguns assuntos mais técnicos, o que acabou gerando críticas na comunidade do Bitcoin.

O vídeo educativo tem algumas informações equivocadas, como o fato de ele afirmar que se um usuário perder a senha ele perde os bitcoins, quando na verdade existe uma frase de recuperação conhecida como seed para esse tipo de caso.

Ele opina sobre o futuro do Bitcoin e diz que a moeda digital pode ser superada por alguma criptomoeda que consome menos energia, o biólogo cita Ethereum como o potencial ativo que pode superar o Bitcoin e “liderar as finanças virtuais”.

“Se o dinheiro, o papel moeda, começou lastreado em ouro, ou foi bastante lastreado em ouro, o Bitcoin é lastreado em computação, o que no fim é energia elétrica. Ou se muda essa prova de trabalho – quanta energia se gasta pra isso – ou vai ser uma outra criptomoeda que vai liderar essas finanças virtuais.”

A afirmação do youtuber tem a ver com o modelo da prova de consenso do Bitcoin, que usa poder de computação no processo de mineração. A moeda digital é amplamente criticada por ativistas do meio ambiente devido a seu consumo de energia.

Apesar disso, estudos recentes revelam que mais da metade dos mineradores de Bitcoin utilizam energia verde no processo de mineração e, portanto, é uma critica já respondida.

O Ethereum também tem uma utilidade diferente do Bitcoin – enquanto um é uma plataforma descentralizada, o outro é uma moeda descentralizada, então cada um tem valor por suas respectivas utilidades.

Bitcoin gasta energia, e o Youtube?

É interessante notar que no vídeo também é citado quanta energia o Bitcoin gasta, mas como na maioria dos casos de outros críticos, não há informações sobre quanto de energia outras coisas no mundo gastam, mostrando que o Bitcoin é um alvo fácil – provavelmente por estar em alta.

O relatório publicado pela BP concluiu que 56% do consumo de energia do bitcoin globalmente é sustentável. A este respeito, o fundador da MicroStrategy, Michael Saylor, disse: “Bitcoin é a indústria mais amigável ao meio ambiente do mundo”.

De modo geral isso significa que o Bitcoin é mais verde que qualquer país ou empresa, de acordo com a pesquisa da BP, que avaliou dados globais de consumo de energia do Bitcoin.

Para efeito de comparação, é estimado que 7 bilhões de visualizações no YouTube do vídeo da música “Despacito”, consumiu 900 gigawatt-hora (GWh) de eletricidade.

Nesse ritmo, o YouTube – com mais de 1 bilhão de horas de exibição por dia – consumiria mais de 600 TWh por ano (2,5% do uso de eletricidade global), o que seria mais do que a eletricidade usada globalmente por todos os data centers do mundo (~ 200 TWh) e redes de transmissão de dados (~ 250 TWh).

Enquanto isso o Bitcoin gasta ~180 TWh, dos quais cerca de 56% são com energia verde.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.

O Ethos de um Bitcoinheiro

Desde que eu caí na toca do coelho, algo sempre chamou a minha atenção: como os bitcoinheiros possuem um ethos próprio bastante particular. Primeiro,...
Moedas físicas de Bitcoin em várias cores

Fundo de Investimentos em Cingapura anuncia compra de Bitcoin “físico”

Um fundo de investimentos baseado em Cingapura anunciou uma nova compra de Bitcoin "físico", o que causou surpresa no mercado local. O setor financeiro tradicional...
Jogador do Flamengo Gabriel Barbosa

Token do Flamengo despenca após derrota para o Palmeiras na Libertadores

Nas últimas 24 horas, o fan token do Flamengo despencou mais de 27%, após o clube ser derrotado pelo Palmeiras na final da Copa...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias