Binance, Huobi e OKEx desaparecem do “Google da China”

Censura contra corretoras de Bitcoin é apenas mais uma das novas etapas de combate ao Bitcoin tomadas pela China.

Siga no
Jovem da China olhando gráfico de preços
Jovem da China olhando gráfico de preços

Algumas corretoras de Bitcoin foram “excluídas” do “Google da China” nesta quarta-feira (9), de acordo com um jornalista que acompanha o cenário no país, sendo a Binance a principal delas.

Outras que desapareceram dos buscadores são a Huobi e OKEx, que também foram criadas no país. O movimento acontece em um momento em que o preço do Bitcoin se recupera da recente queda, chegando a alcançar US$ 34 mil no mercado.

Para os chineses, a única forma de acessar essas plataformas é com uso de Redes Virtuais Privadas (VPN). Contudo, há o risco de sites falsos surgirem, com tentativas de phishing, colocando em risco quem tentar buscar os sites em ferramentas.

Binance, Huobi e OKEx somem do Baidu

Mecanismos de buscas da China, principalmente os dois mais famosos que são o Baidu e Sogou, não exibem mais os resultados de buscas para corretoras de Bitcoin, sendo afetadas a Binance, Huobi e OKEx.

Além disso, as corretoras não são encontradas em redes sociais da China, como o Weibo (Twitter Chinês) e Zhihu (Quora do país). Ou seja, as corretoras simplesmente sumiram.

A informação foi divulgada pelo jornalista Colin Wu, conhecido como Wu Blockchain pelo Twitter, especialista na cobertura das informações que vêm da China.

“Breaking: em 9 de junho, todos os mecanismos de pesquisa chineses, como Baidu e Sogou, bloquearam as três principais bolsas: Binance Huobi e OKEx.”

Alguns usuários chamaram a cobertura de Wu de FUD, já que há tempos as corretoras já não podem ser utilizadas no território, no entanto, a diferença agora é que elas não aparecem mais nos resultados de buscas.

Com VPN, nossa equipe testou o Baidu simulando um acesso da China e realmente a busca pelas corretoras não retorna nenhum resultado, o que é estranho.

Binance Baidu. Imagem: Livecoins
Binance Baidu. Imagem: Livecoins

Em redes sociais, nenhuma corretora se manifestou sobre o caso.

O que isso afeta no mercado de criptomoedas?

A China toma o caminho contrário de El Salvador, que aprovou o Bitcoin como moeda de curso legal no congresso local. Isso porque, o país asiático tem procurado reprimir a mineração da moeda digital e o comércio de criptomoedas há alguns anos.

Com as novas medidas, que entram em vigor hoje e ainda serão confirmadas pelas grandes corretoras, o governo encerra o acesso fácil e direto às maiores casas de negociação de criptomoedas.

Como a China detém um grande volume de negociações, a saída do dinheiro dos negociantes locais poderia afetar o preço do Bitcoin, o que ainda não acontece, visto que a moeda opera em alta.

Em comentários públicos feitos na publicação de Colin Wu, alguns usuários do Twitter comemoram o anúncio, chamando a iniciativa de promissora para o Bitcoin. Vale o destaque que todas às três corretoras banidas na China operam no Brasil e seguem com seus sites funcionando normalmente para traders do país.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Dono da maior corretora de criptomoedas da Rússia é preso

Dmitry Vasiliev, ex-CEO e fundador da exchange de criptomoedas da Rússia, Wex, foi preso no começo de agosto pela Interpol e levado para um...
Bitcoin regulação. Imagem: ShutterStock

Mais de 60 corretoras de bitcoin deixarão de funcionar na Coreia do Sul

A Comissão de Serviços Financeiros (FSC) da Coreia do Sul, como muitas outras jurisdições, está aumentando o cerco regulatório em relação as corretoras do...
Gráfico de preço da Cardano em alta

99% dos contratos inteligentes da Cardano continuam inativos

A atualização da rede Cardano para que ela passasse a ter contratos inteligentes foi um dos momentos mais aguardados pelos investidores da moeda digital....

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias