Com Bitcoin em alta, investidores se despedem do inverno das criptomoedas

O Bitcoin puxou outras criptomoedas para cima, especialmente a Solana, que viu uma alta de 70%. Em geral, as 20 principais criptomoedas do mundo estão em alta.

O Bitcoin disparou mais de 20% nas primeiras semanas de 2023, dando aos investidores uma esperança de que o doloroso inverno das criptomoedas tenha chegado ao fim. Com o Bitcoin voltando a subir acima de 21 mil dólares neste sábado (14), após atingir um fundo de US$ 16 mil em dezembro de 2022, investidores começaram a se despedir do bear market e estão lentamente começando a acreditar no início da corrida de touros.

No final de 2022, à medida que grandes players do setor declaravam falência, e uma série de más notícias assolaram o setor, parecia que o inverno das criptomoedas iria continuar por um bom tempo, e com a economia caminhando para recessão, não havia luz no fim do túnel.

No entanto, o bitcoin começou 2023 em alta e cruzou uma grande linha de tendência no último domingo. Ao longo da semana, a resistência de US$ 19.500 foi quebrada na sexta-feira, depois o bitcoin saltou para US$ 20.000 e finalmente US$ 21.300 na primeira hora da manhã deste sábado.

O bitcoin está, portanto, em seu décimo quarto dia consecutivo de alta, uma grande estreia em vários meses. Mas, o mais importante, o Bitcoin chegou próximo de US$ 21.500 durante a noite, um nível simbólico não revisitado desde o início de novembro.

Bitcoin voltou dos mortos?

Embora os temores de mais quedas tenham dado lugar às comemorações, é difícil resistir à sensação de que a durabilidade da atual recuperação será testada novamente.

Apesar disso, a Glassnode observou que o preço do Bitcoin e a atividade na blockchain tiveram pouca volatilidade desde o início do ano — um período como outros que historicamente precedeu “movimentos explosivos”.

Conforme explicado em um vídeo da empresa de análises on-chain, o Bitcoin está sendo negociado em uma faixa de aproximadamente US$ 550 desde 17 de dezembro. Isso é uma faixa de negociação de apenas 3,4% por quase um mês inteiro.

Segundo a empresa, durante as poucas vezes na história onde a volatilidade ficou abaixo do nível atual, o Bitcoin experimentou picos maciços de volatilidade — em ambas as direções.

Recuperação do Bitcoin. Dados: Glassnode
Recuperação do Bitcoin. Dados: Glassnode

Como pode ser visto no gráfico acima, em novembro de 2018, tanto o Bitcoin quanto o Ethereum caíram mais de 50% após um período de negociações estáveis. Da mesma forma, um período igualmente lento foi seguido rapidamente por uma recuperação do mercado a partir de abril de 2019, de US$ 4.000 para US$ 14.000 em três meses.

Agora, em 2023, a Glassnode observou que o “ímpeto de novos endereços” ficou positivo pela primeira vez desde maio de 2021, após o colapso da FTX.

A empresa acredita que isso pode mostrar uma reversão de tendência, semelhante ao que foi visto no início de 2019 – mas ainda pode falhar e cair.

Corrida de touros ou armadilha?

A alta atual do preço do Bitcoin parece ser mais uma recuperação de alívio causada pelo enfraquecimento da inflação, a esperança de um “banco central americano misericordioso” e, claro, a não confirmação dos piores cenários de analistas, como um possível colapso da Binance, que enfrentou saques em massa, o fim da stablecoin Tether ou o temor pelo fim da DCG, que controla o maior fundo de bitcoin do mercado.

As notícias positivas para o mercado desta semana foram os dados de inflação dos EUA, que mostraram uma redução nos preços ao longo do mês passado, levando a especulações de que o Federal Reserve irá parar de aumentar as taxas em breve e pode até ser forçado a reduzi-las mais cedo do que o esperado.

Isso empurrou as ações e os ativos de alto risco para cima, mas o momento realmente atingiu fortemente as criptomoedas na noite de sexta-feira (13) até a manhã deste sábado (14).

O preço das criptomoedas se resume à oferta e demanda e, como tal, a oferta não está aumentando, então a demanda é a chave.

Quando a corretora FTX entrou em colapso e o inverno cripto se intensificou, muitos investidores desistiram do mercado ou assumiram posições vendidas. Mas a queda de preço trouxe mais investidores, que aproveitam para comprar na queda, resultando em aumento de demanda.

Nas últimas 24 horas, o mercado de criptomoedas viu uma alta de mais de 7% e quase se aproximou da marca de 1 trilhão em valor total de mercado.

O Bitcoin puxou outras criptomoedas para cima, especialmente a Solana, que viu uma alta de 70%. Em geral, as 20 principais criptomoedas do mundo estão em alta.

Obviamente que não temos uma bola de cristal, mas é altamente provável que o Bitcoin tenha uma forte correção desse do atual movimento de alta. Mas dados fundamentais mostram que o preço está se movendo sob muitas resistências.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de criptomoedas do mercado ganhe até 100 USDT em cashback. Cadastre-se

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Livecoins
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.

Últimas notícias

Últimas notícias