Bitcoin cai baixo dos US$ 33 mil, veja as reações

Na equipe dos haters, muitos atacaram Michael Saylor, principalmente pelo fato da MicroStrategy ter pegado empréstimos para comprar Bitcoin a um preço maior do que está hoje. Como noticiado, tais empréstimos forçarão a empresa a vender parte de seus Bitcoins caso seu preço chegue aos 21 mil dólares.

Duas pessoas conversando sobre Bitcoin, uma entusiasmada e outra cética.
Duas pessoas conversando sobre Bitcoin, uma entusiasmada e outra cética.

Seguindo em queda nesta segunda-feira (9), o Bitcoin está sendo negociado abaixo dos 33 mil dólares. Este é o menor preço dos últimos 10 meses, não visto desde julho do ano passado. Com isso, tanto os maiores holders quanto os maiores haters se pronunciaram sobre o assunto.

Na equipe dos haters, muitos atacaram Michael Saylor, principalmente pelo fato da MicroStrategy ter pegado empréstimos para comprar Bitcoin a um preço maior do que está hoje. Como noticiado, tais empréstimos forçarão a empresa a vender parte de seus Bitcoins caso seu preço chegue aos 21 mil dólares.

Enquanto isso, o próprio Saylor mostrou-se despreocupado com a queda, postando uma montagem dele mesmo trabalhando no McDonald’s. Já outros famosos investidores, afirmam que este é momento pode ser o melhor para acumular ainda mais satoshis.

Críticos do Bitcoin ressurgem durante queda

Como destaque, iniciamos com o maior hater do Bitcoin, Peter Schiff. Tanto neste domingo (8) quanto nesta segunda-feira (9), Schiff aproveitou para apontar a correlação entre o BTC e o mercado de ações, bem como promover o ouro.

“A queda de 6% no fim de semana do Bitcoin foi de fato um indicador importante de fraqueza em outros ativos de risco, já que os futuros do mercado de ações estão sendo negociados em queda de 1%. Quando os investidores descobrirem que os aumentos nas taxas do Fed resultarão em recessão, mas não em uma redução significativa na inflação, o ouro disparará.”

Outro crítico bem conhecido pela comunidade, embora anônimo, aproveitou a queda para criticar Michael Saylor. Em seu tuíte, CryptoWhale zomba da possibilidade da MicroStrategy precisar vender parte de suas moedas caso o preço do Bitcoin continue caindo.

“Imagine o quão estranho será para Saylor quando ele enfrentar uma chamada de margem ainda este ano. Ele não poderá mais falar sobre Bitcoin, pois não será um detentor. Ouch.”

Embora Billy Markus, criador da Dogecoin, tenha uma forte ligação com o Bitcoin, curiosamente um de seus últimos tuítes é uma crítica ao uso do BTC como reserva de valor. Curiosamente, nesta semana o fundador da Amazon começou a segui-lo.

“Se você colocasse 100 dólares embaixo do colchão 6 meses atrás, você teria 100 dólares hoje. Se você colocasse 100 dólares em Bitcoin 6 meses atrás, você teria 50 dólares hoje. Reserva de valor / proteção contra inflação.”

Seguindo, Markus afirma que quem comprou BTC em dezembro de 2013, passou quatro anos no vermelho. Para o criador da Doge, isso é apenas questão de sorte.

Ano difícil para holders de Bitcoin

Há um bom tempo Michael Saylor vem sendo uma das maiores vozes do Bitcoin e a sua empresa, a MicroStrategy, um modelo observado por todos. Afinal, esta é a empresa pública com o maior número de moedas em caixa.

Abençoada na alta, agora a MicroStrategy está em uma situação difícil. Desde a última quinta-feira (5), a empresa já perdeu R$ 4,6 bilhões com a forte queda do Bitcoin. Entretanto, seu preço médio ainda a deixa no lucro, e seu CEO não parece tão preocupado.

“Segunda-feira de manhã é hora de voltar ao trabalho. #Bitcoin”

Já Cobra, mantenedor do site Bitcoin.org, afirma que este é o melhor momento para acumular mais satoshis. A razão pode estar ligada ao índice de medo do Bitcoin, que faz as pessoas venderem suas moedas sem razão.

“Você saberá que atingimos o fundo do poço quando começar a ver menos tweets do tipo “estou empilhando mais”. Esta é a hora de comprar.”

Em relação aos analistas, podemos citar PlanB, conhecido pelo modelo Stock-to-Flow (S2F). Em seu último tuíte, o analista compartilhou o Índice de Força Relativa (RSI) mensal do Bitcoin, também indicando que o momento pode ser bom para compras.

“RSI mensal do Bitcoin abaixo de 50 e ~50% abaixo do ATH (verde)”

Por fim, Changpeng Zhao, CEO da Binance, brincou com a queda neste dia das mães, domingo (8). Em sua mais recente entrevista, Zhao já havia comentado sobre a correlação entre os mercados de criptomoedas e de ações.

“Espero que a queda seja apenas porque as pessoas estão vendendo criptomoedas para comprar presentes para as mães. Sejam bons filhos e filhas. Feliz Dia das Mães!”

Longe dos 40 mil dólares, onde lutou para manter-se por meses, agora a briga acontecerá na região dos US$ 30 mil, sendo este o suporte mais importante para o Bitcoin. Portanto, é crucial acompanhar o mercado nas próximas semanas.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias