Bitcoin caiu 11,3%: saiba os motivos por trás dessa queda

Motivos apontam para possíveis causas que levaram a desvalorização da criptomoeda recentemente.

Siga no
Anúncio

O preço do Bitcoin (BTC) despencou vertiginosamente neste último domingo (24). Com essa desvalorização, a criptomoeda viu seu preço diminuir em mais de 11% em poucas horas. E especialistas já apontam para as causas que fizeram o ativo digital voltar a cair no mercado.

Nos últimos dias o preço do Bitcoin (BTC) atingiu valores importantes para a criptomoeda. Até mesmo o melhor preço já visto em 2019 foi alcançado recentemente, em um brilhante desempenho do Bitcoin (BTC). Mas alguma coisa fez a criptomoeda cair novamente, desencadeando uma onda de desvalorização em todo o mercado.

Mercado futuro de Bitcoin (BTC) teve milhares de contratos cancelados

Neste domingo (24) o preço do Bitcoin (BTC) caiu no mercado surpreendendo a maioria dos investidores. Após viver dias consecutivos de valorização, a criptomoeda voltou a cair, e viu seu preço chegar até em US$ 3.714,00. Por outro lado, antes da queda o ativo digital estava bem perto de alcançar US$ 4.200,00.

Anúncio

Nem mesmo a valorização do último sábado (23) fez o Bitcoin (BTC) manter seu preço acima de US$ 4 mil. Após a criptomoeda se valorizar em mais de 6%, uma brusca queda fez o Bitcoin (BTC) voltar a ser cotado abaixo de US$ 3.800,00. E um dos motivos por trás disso pode ser o mercado de contratos futuros envolvendo o Bitcoin (BTC).

No última terça-feira (19) a (CME) revelou que havia quebrado o volume diário de contratos futuros envolvendo o Bitcoin (BTC). Desse modo, a Chicago Mercantile Exchange (CME) viu suas negociações aumentarem consideravelmente. Isso fez com que a demanda pela criptomoeda também aumentasse. Sendo assim, essa demanda poderia ser comprovada através do considerável aumento do volume de negociação do Bitcoin (BTC) nos últimos dias.

Para especialista, correção foi quem derrubou o preço da criptomoeda

Com esse aumento de demanda, a (CME) poderia ser uma grande responsável pela queda do preço da criptomoeda. Segundo o especialista Alex Kruger em entrevista à CCN, outro fator pode ter desencadeado a desvalorização inesperada do Bitcoin (BTC) recentemente. Para Alex, essa queda foi apenas uma correção após a criptomoeda subir durante mais de duas semanas seguidas.

“Os preços subiram verticalmente por 16 sem um recuo. O Bitcoin (BTC) alcançou o primeiro nível forte de resistência (US$ 4.200) e uma correção aconteceu”.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

“Falta de clareza sobre quem criou o Bitcoin é preocupante” Diz CEO da Mastercard

Um dos principais pontos que os defensores do Bitcoin argumentam é que a moeda pode ser utilizada como uma forma de incentivar a inclusão...
Segurança e Vulnerabilidades Blockchain

Pesquisa da Kaspersky coloca blockchain como ameaça

Uma pesquisa recente feita pela Kaspersky coloca a tecnologia blockchain como uma ameaça aos negócios. A empresa russa que é uma das líderes em...
Brinquedos e Bitcoin no Brasil registro

Paulista pede registro da marca Bitcoin para fabricar brinquedos

Um paulista pediu junto ao INPI o registro da marca Bitcoin para a fabricação de brinquedos no Brasil. A publicação do pedido foi feito...

Últimas notícias

Pesquisa da Kaspersky coloca blockchain como ameaça

Uma pesquisa recente feita pela Kaspersky coloca a tecnologia blockchain como uma ameaça aos negócios. A empresa russa que é uma das líderes em...

Paulista pede registro da marca Bitcoin para fabricar brinquedos

Um paulista pediu junto ao INPI o registro da marca Bitcoin para a fabricação de brinquedos no Brasil. A publicação do pedido foi feito...

Coluna do TradingView: Novo Patamar

Em novo patamar de preço, as criptomoedas começam a ter viés altista em plena segunda onda do COVID. Confira o que estão pensando os...