Bitcoin caiu 11,3%: saiba os motivos por trás dessa queda

Motivos apontam para possíveis causas que levaram a desvalorização da criptomoeda recentemente.

Siga no

O preço do Bitcoin (BTC) despencou vertiginosamente neste último domingo (24). Com essa desvalorização, a criptomoeda viu seu preço diminuir em mais de 11% em poucas horas. E especialistas já apontam para as causas que fizeram o ativo digital voltar a cair no mercado.

Nos últimos dias o preço do Bitcoin (BTC) atingiu valores importantes para a criptomoeda. Até mesmo o melhor preço já visto em 2019 foi alcançado recentemente, em um brilhante desempenho do Bitcoin (BTC). Mas alguma coisa fez a criptomoeda cair novamente, desencadeando uma onda de desvalorização em todo o mercado.

Mercado futuro de Bitcoin (BTC) teve milhares de contratos cancelados

Neste domingo (24) o preço do Bitcoin (BTC) caiu no mercado surpreendendo a maioria dos investidores. Após viver dias consecutivos de valorização, a criptomoeda voltou a cair, e viu seu preço chegar até em US$ 3.714,00. Por outro lado, antes da queda o ativo digital estava bem perto de alcançar US$ 4.200,00.

Nem mesmo a valorização do último sábado (23) fez o Bitcoin (BTC) manter seu preço acima de US$ 4 mil. Após a criptomoeda se valorizar em mais de 6%, uma brusca queda fez o Bitcoin (BTC) voltar a ser cotado abaixo de US$ 3.800,00. E um dos motivos por trás disso pode ser o mercado de contratos futuros envolvendo o Bitcoin (BTC).

No última terça-feira (19) a (CME) revelou que havia quebrado o volume diário de contratos futuros envolvendo o Bitcoin (BTC). Desse modo, a Chicago Mercantile Exchange (CME) viu suas negociações aumentarem consideravelmente. Isso fez com que a demanda pela criptomoeda também aumentasse. Sendo assim, essa demanda poderia ser comprovada através do considerável aumento do volume de negociação do Bitcoin (BTC) nos últimos dias.

Para especialista, correção foi quem derrubou o preço da criptomoeda

Com esse aumento de demanda, a (CME) poderia ser uma grande responsável pela queda do preço da criptomoeda. Segundo o especialista Alex Kruger em entrevista à CCN, outro fator pode ter desencadeado a desvalorização inesperada do Bitcoin (BTC) recentemente. Para Alex, essa queda foi apenas uma correção após a criptomoeda subir durante mais de duas semanas seguidas.

“Os preços subiram verticalmente por 16 sem um recuo. O Bitcoin (BTC) alcançou o primeiro nível forte de resistência (US$ 4.200) e uma correção aconteceu”.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".
Homem segurando criptomoedas em mão

Secretários de Macaé são acusados de enriquecimento ilícito e investimentos “elevados” em criptomoedas

Alguns secretários municipais de Macaé foram acusados em redes sociais de obter enriquecimento ilícito e negociar criptomoedas, obtendo para si vantagens indevidas. A negociação de...
Homem jogando dinheiro para cima bilionários do Bitcoin

Usuário compra bitcoin por 11 mil dólares durante flash crash da Binance

Durante uma queda repentina nos preços de várias moedas na Binance americana, onde o Bitcoin chegou a ser negociado por 8.200 dólares por menos...

Bitcoin atingiu novo recorde histórico, o que mudou na rede?

OÉ importante manter a conjuntura Macro clara, e para isso, os indicadores cíclicos continuam atualizar a cada dia que passa junto com o preço...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias