Bitcoin continua em alta, confira três possíveis motivos

-

Siga no
Anúncio

O preço do Bitcoin continua subindo no mercado. Na madrugada desta terça-feira (2) a criptomoeda começou uma onda de valorização que continua a elevar o preço do Bitcoin, que já ultrapassou a marca de US$ 5 mil. Com essa onda de valorização, muitos se perguntam o que poderia ter causado esse desempenho inesperado nas últimas horas.

O preço do Bitcoin estava sendo cotado abaixo de US$ 4 mil há alguns dias atrás. Após quase chegar em US$ 4.200, a criptomoeda decidiu subir vertiginosamente no mercado. Com o crescimento registrado na última terça, a moeda digital disparou em mais de US$ 4.800 no mercado.

Taxa de mineração começa a influenciar criptomoeda

Após ultrapassar a marca de US $ 4.800, o próximo desafio para a criptomoeda era chegar na marca de US $ 5 mil. Não demorou muito para que esse valor fosse ultrapassado, e parece que o Bitcoin deverá continuar essa onda de valorização. Um dos motivos por trás dessa repentina valorização pode estar envolvido a taxa de mineração da criptomoeda.

Anúncio

Em 23 maio de 2020, o bloco do Bitcoin sofrerá mais uma redução em suas recompensas para os mineradores. Essa redução foi programada no momento em que o ativo digital foi lançado no mercado por Satoshi Nakamoto há mais de dez anos atrás. Sendo assim, a cada quatro anos a recompensa para minerar o bloco do Bitcoin é reduzida pela metade.

Assim como aconteceu em momentos anteriores, a chegada desta redução pode ter influenciado na valorização do Bitcoin recentemente. Em outras ocasiões, a criptomoeda começou uma onda de valorização cerca de um ano antes de sofrer uma redução de emissão em blocos minerados da rede. Isso poderia explicar o que está sendo acompanhado pelo mercado nas últimas horas.

Mt. Gox e a inflação da criptomoeda

A Mt. Gox faliu em 2014 e milhões de Bitcoin encontram-se em custódia de uma exchange esperando para serem liquidados. A maior parte dessa fortuna pertence a investidores que perderam tudo após a exchange coreana ser hackeada. Após decisão judicial, a cada determinado período um número impressionante desses Bitcoins são colocados à venda.

Em alguns casos que investigam o aumento do preço do Bitcoin apontam para uma valorização artificial da criptomoeda. Desse modo, supostamente esse aumento seria provocado para que liquidar parte dos Bitcoins que pertenciam à Mt Gox.

A grande chegada dos ETFs de Bitcoin

Os derivativos de Bitcoin (ETFs) foram um dos assuntos mais comentados do mercado de criptomoedas no final de 2018. Até então, a SEC dos Estados Unidos não aprovou derivativos, mas segue em análise de alguns projetos.

Essa aprovação tão esperada é outro motivo que pode estar por trás do aumento do preço do Bitcoi. Com uma aprovação da SEC, a criptomoeda poderia chegar até as bolsas de valores dos EUA. E o mercado pode estar se preparando para essa entrada da criptomoeda, aumentando a procura pelo ativo digital.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

Leia mais

ONU (Nações Unidas, Blockchain e Bitcoin)

USP participou na ONU de Blockchain Central UNGA

O estado de São Paulo foi representado na 75.ª Assembleia Geral da ONU na última semana, e com a participação da USP em um...
Hacker. Imagem: Cortesia Pixabay

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Grande banco dos EUA é acusado de participação em golpe com criptomoedas

O esquema de pirâmide OneCoin foi o maior esquema ponzi recente, sumindo com bilhões de clientes, levando a prisões e até mesmo a uma...

Últimas notícias

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Grande banco dos EUA é acusado de participação em golpe com criptomoedas

O esquema de pirâmide OneCoin foi o maior esquema ponzi recente, sumindo com bilhões de clientes, levando a prisões e até mesmo a uma...

Primeira exchange a listar a brasileira Hathor HTR

A tecnologia brasileira da blockchain Hathor vem chamando cada vez mais atenção da comunidade global e já entrou nos Estados Unidos e na Ásia,...