bitcoin em queda
Imagem: Pixabay

Neste domingo, 10,  o Bitcoin perdeu 10% de seu valor. De acordo com o CoinMarketCap, desde a alta histórica de quase US $ 20.000 por cada bitcoin em 17 de dezembro de 2017, a criptomoeda perdeu mais da metade de seu valor, sendo negociada atualmente por cerca de US $ 6.800.

Analisando com o mesmo período do ano passado, o preço do Bitcoin subiu cerca de 150% quando foi negociado em torno de US $ 2.800.

Variação preço do Bitcoin em 1 ano. Imagem: CoinMarket Cap

No decorrer do dia, a queda do Bitcoin chegou a alcançar 11% enquanto a maioria das altcoins de grande capitalização viram seus preços caírem 12% ou mais. A queda reduziu o valor de mercado das criptomoedas para menos de US $ 300 bilhões.

Queda de valor nas criptomoedas. Imagem: Coin360
Queda de valor nas criptomoedas. Imagem: Coin360

A constante volátilidade do preço do Bitcoin não parou a demanda por novas empresas de mineração em áreas onde a energia elétrica é relativamente barata. Por exemplo, a demanda é tão alta em uma parte do Canadá, que a Hydro-Québec, a concessionária de energia, disse que deixaria “temporariamente” de aceitar pedidos de energia para empresas de mineração de criptomoeda “para que a empresa possa continuar cumprindo suas obrigações de fornecer eletricidade para todo o Québec”.

O movimento ocorre há três meses, enquanto as concessionárias do estado de Nova York anunciaram que aumentariam as tarifas das mineradoras.

Também na semana passada, dois dos mais populares críticos do Bitcoin, o CEO da Berkshire Hathaway, Warren Buffett, e o CEO do JP Morgan, Jamie Dimon, expressaram novamente seu profundo ceticismo na forma digital de dinheiro que mais usa energia no mundo.

A queda do preço pode ser correlacionada com reduções significativas no volume de negociações nos últimos dois meses. Essa queda no volume não apenas sinaliza a incerteza de curto prazo entre os investidores, mas também prepara o mercado para oscilações de preços mais violentas. Além disso, a popularidade do Bitcoin está caindo e menos pessoas estão interessadas pelo assunto, de acordo com dados do Google Trends.

Interesse Bitcoin Google Trends. Imagem: Google Trends
Interesse Bitcoin Google Trends. Imagem: Google Trends

Outro motivo que tem sido apontado com a recente queda do preço das criptomoedas é a invasão de hackers que aconteceu na exchange coreana, Coinrail. A empresa perdeu mais de US $ 40 milhões em altcoins, símbolos emitidos por ICO que não são bitcoin ou Ethereum.

Os hackers roubaram $ 19,5 milhões em tokens NPXS que foram emitidos pelo projeto de pagamento Pundi X’s ICO. Além disso, eles conseguiram mais US $ 13,8 milhões da Aston X, um projeto de ICO que está construindo uma plataforma para descentralizar documentos, US $ 5,8 milhões em tokens Dent, (dados móveis) e mais de US $ 1,1 milhão em tokens Tron (TRX).

Não está claro como, ou se, a Coinrail compensará seus clientes – a Coincheck do Japão reembolsou seus clientes após um ataque de alta visibilidade no início deste ano. O que é certo é que o hack serve como outro forte lembrete de que o mercado permanece desregulamentado – há pouco ou nenhum  recurso para as vítimas de um hack de exchange de criptomoedas, ao contrário de um assalto a banco ou fraude de pagamento em cartão de crédito.

Mais importante, aqueles que compram bitcoin, Ethereum ou outros tokens criptografados devem manter seus tokens de forma segura em uma carteira privada em vez de deixá-los em uma exchange onde podem ser hackeados.