Bitcoin vai superar o ouro até o final da década, diz Michael Saylor

Hoje o bilionário possui 17.732 BTC em sua carteira pessoal, equivalente a 5,8 bilhões de reais. Já a MicroStrategy, empresa pública com mais bitcoin em caixa, está com 114.042 BTC (R$37 bi).

Michael Saylor, co-fundador e CEO da MicroStrategy, conversou com Joe Kernen no programa Squawk Box e revelou suas projeções para o Bitcoin nos próximos anos. Segundo Saylor, o bitcoin passará o ouro até o final da década.

O bilionário também afirmou que é impossível que governos parem o Bitcoin já que ele é imparável por ser uma propriedade digital. Explicando as diferentes abordagens que os países podem ter em relação ao BTC.

Hoje Saylor é uma das maiores baleias de BTC, acumulando cerca de 6 bilhões de reais no ativo. Da mesma forma, sua empresa é a instituição pública que mais possui BTC em caixa.

Um milhão de dólares por cada bitcoin

Ao ser questionado se o bitcoin chegaria ao valor de 1 milhão de dólares por unidade, Saylor mostrou-se positivo.

“Eu espero que o bitcoin, se dobrar [de preço] a cada ano, no final da década ele vai passar o ouro”

Atualmente o Bitcoin está com uma capitalização de mercado de 1,1 trilhão de dólares (R$6 tri) e o ouro com 12 trilhões de dólares (R$65 tri). Ou seja, para que o Bitcoin passe o ouro, o preço de cada moeda precisa chegar a 630 mil dólares para que isso aconteça, um aumento de 11 vezes.

Saylor continuou sua fala afirmando que o bitcoin também tem potencial para ser um ativo de 100 trilhões de dólares, em seu total. Representando, desta forma, 5 a 7% da economia mundial quando isso acontecer.

O bilionário também acredita que poucas moedas fiduciárias existirão no futuro e que o dólar ocupará o lugar de 150 delas, porém, quando isso acontecer, o Bitcoin será a moeda utilizada como índice monetário no mundo.

Bilionário está apostando tudo no Bitcoin

Desde agosto de 2020, Michael Saylor vem investindo em Bitcoin tanto através de sua empresa, a MicroStrategy, quanto sua fortuna pessoal. O curioso desta história é que em 2013 ele havia criticado o Bitcoin, felizmente converteu-se após estudar a moeda mais a fundo.

Hoje o bilionário possui 17.732 BTC em sua carteira pessoal, equivalente a 5,8 bilhões de reais. Já a MicroStrategy, empresa pública com mais bitcoin em caixa, está com 114.042 BTC (R$37 bi).

Por fim, ao ser questionado se o Bitcoin poderia ser banido por países, Saylor afirmou que o que veremos serão três tipos de governos: o comunista — que não lhe dá direito de propriedade (Cuba, China e Coréia do Norte) —, governos com moedas fracas — que deixarão você ter, porém não negociar seus bitcoins (Turquia e Argentina) — e, por fim, países com moedas fortes — os quais recolherão impostos sobre ganhos de capital com a venda do bitcoin.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias