Bitcoin valerá R$ 1 milhão segundo previsão de especialista

Pompliano aponta para alta procura e queda da emissão de novos bitcoins como justificativa para supervalorização.

-

Siga no
Anúncio

O bitcoin viverá momentos de valorização ainda mais intensos no mercado. Para Anthony Pompliano, a criptomoeda está bem longe de sua máxima, que poderá atingir US $ 275 mil (R$ ~1 milhão) a médio prazo. O especialista em criptomoedas explicou como isso poderá acontecer como o bitcoin.

Atualmente o bitcoin está valendo cerca de US$ 8 mil. Esse valor pode parecer distante da previsão de Anthony Pompliano. Porém, levando em consideração que em poucos meses o bitcoin já subiu mais de 120%, a previsão do especialista sobre o aumento repentino da criptomoeda não parece ser algo intangível.

Bitcoin valerá entre US$ 110 e US$ 275 mil

O preço do bitcoin poderá subir consideravelmente após um fator importante relacionado a emissão do ativo digital. Para Pompliano, nos próximos anos o bitcoin deverá atingir aumentos entre 20 a 50 vezes em relação ao valor atual praticado pela criptomoeda no mercado.

Anúncio

Pompliano afirma em previsão que espera encontrar o preço do bitcoin entre US$ 110 e US$ 275 mil. O executivo determinou que essa faixa deverá ser a cotação do bitcoin daqui a cinco anos. Sendo assim, o palpite do fundador da Morgan Creek Digital Assets aposta em uma supervalorização do bitcoin em breve.

Especialista aponta para a escassez da criptomoeda no mercado

O bitcoin possui uma emissão de unidades da criptomoeda completamente limitada. De acordo com o projeto criado por Satoshi Nakamoto, somente serão emitidas 21 milhões de unidades do bitcoin. Desssa forma, um número limitado do bitcoin deverá provocar uma procura intensa pela criptomoeda nos próximos anos.

Com quase 90% de todos os bitcoins emitidos, a taxa de novas criptomoedas que chegam ao mercado também é reduzida. Novos bitcoins são emitidos através da mineração. Cada bloco de dados minerados corresponde a uma taxa de recompensa paga em bitcoins. Porém, a cada quatro anos essa taxa é reduzida pela metade.

Essa redução impulsiona o preço do bitcoin nas alturas. É através dessa queda da taxa de recompensa (halving) que o preço do bitcoin é ajustado.

Com o preço sendo elevado e cada vez menos criptomoedas chegando ao mercado, a busca por bitcoin tenderá a ser cada vez mais elevada. Contudo, com uma elevada procura, o ativo digital deverá sofrer especulações e seu preço poderá facilmente chegar nos valores mencionados por Pompliano.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

Leia mais

Últimas notícias

Brasileiro é acusado de fraudar programa de recompensas de criptomoeda

Um brasileiro foi acusado de ter fraudado um programa de recompensas da criptomoeda Monero, na acusação, Everton Melo teria copiado a análise de outro...

Possível diretor da CVM destaca Bitcoin aquecido

Um possível novo diretor da CVM destaca que o Bitcoin atravessa um momento em 2020 bem aquecido e a autarquia está de olho. O...

PayPal entra no mercado de criptomoedas

O gigante dos pagamentos PayPal anunciou que vai entrar de vez no mercado de criptomoedas, a empresa vai permitir que seus clientes comprem, vendam...