BlackRock, maior gestora do mundo quer investir em Bitcoin e Ethereum

Empresa publicou vaga de emprego que sugere investimento na moeda digital

Siga no
BlackRock e Bitcoin
Gestora BlackRock - Reprodução

A BlackRock, a maior gestora de investimentos do mundo, com cerca de US$ 8 trilhões em ativos sob gestão, está procurando um “Blockchain Lead” em sua divisão de investimentos em Nova York.

O requisito em blockchain é exigido para avaliação de criptomoedas, em vez de tecnologia blockchain, com a empresa afirmando:

“Deve ter 1 ano de experiência em: articular os fundamentos tecnológicos da tecnologia blockchain, incluindo funções de hash criptográficos, mecanismos de consenso de rede distribuída e criptografia de chaves público-privada; elaborando e articulando metodologias fundamentais de avaliação para criptoativos; descentralizar modelos de governança associados à tecnologia blockchain; e trabalhando com os principais impulsionadores do design das redes blockchain e seu impacto nas quatro dimensões-chave do desempenho da blockchain, incluindo velocidade, escalabilidade, privacidade e segurança. Como alternativa, A BlackRock aceitará um bacharelado ou equivalente em um dos campos acima e 6 anos de experiência nas habilidades listadas acima.”

BlackRock bitcoin
BlackRock bitcoin

A empresa está procurando uma pessoa que sabe a diferença entre Prova de Trabalho (PoW) e Prova de Participação (PoS), bem como a diferença entre o PoS do Ethereum e a da Tezos.

Assim como alguém que possa elaborar e articular “metodologias fundamentais de avaliação para criptoativos”, o que significa que eles sabem que pode haver relação entre preço e transações ou taxas de entradas e saídas de exchanges.

Em suma, a gigante dos investimentos está procurando um gerente de investimento em criptomoedas, sugerindo que a maior empresa de investimento do mundo está aparentemente pronta para investir na moeda digital.

A BlackRock se apresenta como uma empresa que “investe em nome dos clientes, desde grandes instituições até pais e avós, médicos e professores que confiam suas economias a nós”.

Muitos de seus clientes menores se diversificaram para criptomoedas após numerosos estudos concluindo que o Bitcoin, em particular, aumenta o risco de retorno ajustado em carteiras de investimento.

O próprio CEO da BlackRock, Laurence Fink, sugeriu recentemente que o bitcoin pode rivalizar com o dólar como uma moeda de reserva, afirmando ainda que há um interesse significativo na moeda digital.

A empresa considerou investir em Bitcoin em 2018, mas o momento parece não ter sido ideal devido ao então bear market.

Este ano, o Bitcoin está em alta, sendo negociado acima de US $ 27.000 no momento da redação deste texto, alta que segue uma tendência de investidores institucionais e algumas empresas diversificando investimentos e apostando em Bitcoin e Ethereum.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
TrustNodeshttps://trustnodes.com
News on all things Blockchain, Ethereum, IoT, Fintech and Bitcoin.

“Bitcoin não me atrai”, diz André Esteves do BTG Pactual em áudio vazado

Um áudio vazado de uma conversa de André Esteves, banqueiro do BTG Pactual, deixou claro a opinião dele sobre o Bitcoin como um investimento. O...
Dúvida sobre o Bitcoin ser caçado pela China

China pode estar planejando cancelar proibição do Bitcoin

A China tem sido um dos países que mais aparece nos holofotes do setor financeiro, seja ele o tradicional ou então o criptomercado. Com...

Alemanha vai leiloar R$ 75,2 milhões em Bitcoin

O leilão de criptomoedas realizados por diferentes governos tem sido algo cada vez mais comum, e desta vez um estado da Alemanha vai leiloar...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias