BlackRock, maior gestora do mundo quer investir em Bitcoin e Ethereum

Empresa publicou vaga de emprego que sugere investimento na moeda digital

Siga no
BlackRock e Bitcoin
Gestora BlackRock - Reprodução

A BlackRock, a maior gestora de investimentos do mundo, com cerca de US$ 8 trilhões em ativos sob gestão, está procurando um “Blockchain Lead” em sua divisão de investimentos em Nova York.

O requisito em blockchain é exigido para avaliação de criptomoedas, em vez de tecnologia blockchain, com a empresa afirmando:

“Deve ter 1 ano de experiência em: articular os fundamentos tecnológicos da tecnologia blockchain, incluindo funções de hash criptográficos, mecanismos de consenso de rede distribuída e criptografia de chaves público-privada; elaborando e articulando metodologias fundamentais de avaliação para criptoativos; descentralizar modelos de governança associados à tecnologia blockchain; e trabalhando com os principais impulsionadores do design das redes blockchain e seu impacto nas quatro dimensões-chave do desempenho da blockchain, incluindo velocidade, escalabilidade, privacidade e segurança. Como alternativa, A BlackRock aceitará um bacharelado ou equivalente em um dos campos acima e 6 anos de experiência nas habilidades listadas acima.”

BlackRock bitcoin
BlackRock bitcoin

A empresa está procurando uma pessoa que sabe a diferença entre Prova de Trabalho (PoW) e Prova de Participação (PoS), bem como a diferença entre o PoS do Ethereum e a da Tezos.

Assim como alguém que possa elaborar e articular “metodologias fundamentais de avaliação para criptoativos”, o que significa que eles sabem que pode haver relação entre preço e transações ou taxas de entradas e saídas de exchanges.

Em suma, a gigante dos investimentos está procurando um gerente de investimento em criptomoedas, sugerindo que a maior empresa de investimento do mundo está aparentemente pronta para investir na moeda digital.

A BlackRock se apresenta como uma empresa que “investe em nome dos clientes, desde grandes instituições até pais e avós, médicos e professores que confiam suas economias a nós”.

Muitos de seus clientes menores se diversificaram para criptomoedas após numerosos estudos concluindo que o Bitcoin, em particular, aumenta o risco de retorno ajustado em carteiras de investimento.

O próprio CEO da BlackRock, Laurence Fink, sugeriu recentemente que o bitcoin pode rivalizar com o dólar como uma moeda de reserva, afirmando ainda que há um interesse significativo na moeda digital.

A empresa considerou investir em Bitcoin em 2018, mas o momento parece não ter sido ideal devido ao então bear market.

Este ano, o Bitcoin está em alta, sendo negociado acima de US $ 27.000 no momento da redação deste texto, alta que segue uma tendência de investidores institucionais e algumas empresas diversificando investimentos e apostando em Bitcoin e Ethereum.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
TrustNodes
TrustNodeshttps://trustnodes.com
News on all things Blockchain, Ethereum, IoT, Fintech and Bitcoin.

Edir Macedo publica vídeo associando Bitcoin com satanás

O líder da Igreja Universal, Edir Macedo, publicou um vídeo onde associa o Bitcoin com a marca da besta. De acordo com o vídeo divulgado...

Coluna do TradingView: Ethereum surpreende com teste na ATH

Após correção de mais de 20% na semana passada, Ethereum reage rapidamente chegando a ensaiar rompimento do topo histórico. Confira o que os analistas...

Dono de corretora de criptomoedas some e deixa 390 mil clientes no prejuízo

Uma importante corretora de criptomoedas da Turquia, chamada Thodex, começou a apresentar problemas em suas operações e em saques, preocupando vários dos seus clientes. A...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias