Inicio Blockchain "Caça às bruxas": blockchain ajudará governo a cercar sonegadores de impostos

“Caça às bruxas”: blockchain ajudará governo a cercar sonegadores de impostos

Saiba como governo usará tecnologia para encontrar informações importantes para a Receita Federal.

-

Compartilhe
Blockchain vai ajudar auditores da Receita Federal

A tecnologia blockchain está por trás da maioria das criptomoedas no mercado atualmente. Além disso, várias empresas, produtos e serviços já utilizam essa tecnologia em melhorias em seus negócios. Desse modo, poderá ser a vez de crimes envolvendo a sonegação fiscal receberem uma ajuda especial da blockchain.

Com um sistema de armazenamento de dados transparente e descentralizado, a tecnologia blockchain pode reorganizar praticamente o mundo tudo. Embora ainda esteja conquistando a indústria aos poucos, a blockchain promete modificar de processos de produção a até sistemas de votação em países como a Ucrânia, por exemplo.

Receita Federal estuda utilizar a tecnologia blockchain

Existe uma infinidade de utilidade para a tecnologia blockchain, que pode ser usada para gerenciar vários bancos de dados. Isso pode ajudar no estoque de uma empresa e também ao governo brasileiro. Segundo o Ministro da Economia, Paulo Guedes, essa tecnologia é capaz de até encontrar sonegadores de impostos.

O economista espera criar mais confiança entre os registros relacionados ao fisco brasileiro. Esses dados são gerenciados atualmente pela Receita Federal. Além disso, a blockchain será capaz de permitir o rastreamento de remessas e fundos ao governo federal.

- Publicidade -

Com o sistema descentralizado, o cruzamento de dados deverá acontecer de forma bem rápida. É através do confrontamento de informações que auditores da Receita Federal conseguem encontrar possíveis indícios de fraude. Em vários casos, isso pode acontecer envolvendo a declaração do imposto de renda, por exemplo.

Além de caçar sonegadores de impostos, essa tecnologia deverá trazer benefícios também para empresários. Estima-se que o faturamento e a produção, por exemplo, serão capazes de serem armazenadas via blockchain. Sendo assim isso significa que até mesmo a carga do trabalho de auditores fiscais pode ser reduzida, já que a maior parte do “trabalho pesado” de gerenciamento de informações ficaria por conta da tecnologia blockchain.

Sistema deverá ser implantado para cruzamento de informações

Para cruzar esses dados, os auditores precisam de realizar o gerenciamento das informações manualmente. São 10 mil funcionários dedicados a esse tipo de trabalho. O economista de Jair Bolsonaro fez um levantamento de quantos serviços manuais são realizados envolvendo a Receita Federal.

Foi concluído que 2.800 serviços deste tipo ainda não foram automatizados. Paulo Guedes espera que mais de ⅓ de todo esse trabalho seja convertido em processos automatizados. Esse processo, de forma manual, pode levar até três meses. Enquanto isso, dados publicados na blockchain realizaria o mesmo tratamento de seleção de informações em apenas quinze minutos.

XDEX: Negocie bitcoin com TAXA ZERO. Aproveite também para negociar outras 6 criptomoedas com as menores taxas do mercado. Abra sua conta, é grátis!
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter para começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.

MAIS LIDOS

Justiça criminal vai julgar acusações de pirâmide financeira contra a Unick Forex

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou uma denúncia contra a Unick Forex. A empresa, que já foi acusada de ser uma “pirâmide financeira”, foi...

“Dinheiro não existe”: justiça orienta vítimas a sacarem tudo da Unick Forex

A Unick Forex está sendo investigada pela justiça brasileira. Após uma filial do escritório da empresa ser fechado no interior do Rio Grande do...

Operação da PF derruba negócio da Indeal

A Operação Egypto foi deflagrada na manhã desta terça-feira (21) envolvendo cerca de 150 agentes. A investigação procura desmantelar os negócios da Indeal, com...
 
Compartilhe