“Contato com o governo”: diretor da ABCripto fala sobre regulação de criptomoedas no país

Regulação podem ganhar novo apoio político no Brasil após lei ser recentemente arquivada.

Siga no

O Brasil ainda vive um de seus maiores desafios em relação às criptomoedas. O país não possui uma legislação específica para os ativos digitais, e isso pode ser um problema. Desse modo, alguns casos relacionados ao mercado de criptomoedas estão chegando a justiça brasileira sem que exista uma legislação específica para ampará-los.

Sem leis voltadas para os ativos digitais no país, alguns esforços se concentram em garantir a proteção de negócios do setor, como a Associação Brasileira de Criptoeconomia (ABCripto). Dessa forma, a associação busca representar várias empresas que atuam no país. Em uma recente entrevista publicada pela Infomoney, o presidente da associação falou sobre os maiores desafios enfrentados no Brasil.

Projeto de lei sem benefícios para o mercado já foi arquivado

Em relação a regulação para o mercado de criptomoedas no Brasil, para o economista Luiz Roberto Calado, isso ainda deverá esperar. Um projeto de lei foi arquivado há poucos dias. Isso significa que em breve o governo pode abrir uma discussão sobre o setor. Sendo assim, segundo presidente da ABCripto, esse projeto não traria benefícios consistentes para o mercado de criptomoedas.

“Havia aquele projeto de lei que era muito ruim para o ecossistema como um todo. Ele foi arquivado. Então isso é positivo porque deveriam ser feitas muitas mudanças ali, tinha até discussão de criminalização. O arquivamento do projeto de lei foi muito bom para nós e agora abre a oportunidade de, com uma nova legislatura e várias pessoas pró-mercado, abre uma perspectiva muito positiva. O nosso contato com o governo tem sido bastante intenso”.

Mercado continua aquecido e Brasil acompanha tendência mundial

O preço do Bitcoin (BTC) voltou a atingir US$ 4 mil no mercado. Desse modo, muitos investidores voltaram suas atenções para as criptomoedas recentemente. Por outro lado, a falta de regulação para o setor no Brasil pode afastar alguns investidores. O presidente da ABCripto também comentou sobre essa onda de valorização.

“De alguma maneira você vê os investidores e aquelas pessoas da área novamente empolgadas e negociando fortemente e no mundo inteiro. O volume global atingiu níveis que a gente não via desde abril do ano passado e no Brasil praticamente a mesma coisa”.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".
Idoso segurando Bitcoins aposentadoria

Empresa passa a oferecer aposentadoria com Bitcoin

Uma parceria entre três empresas do mercado de criptomoedas possibilitou a criação de um produto de aposentadoria com Bitcoin. Os planos de aposentadoria, normalmente chamados...

Líder de pirâmide com Bitcoin é solto e volta a aplicar golpes prometendo lucros

Mesmo depois de ter sido preso e indiciado pela Polícia Civil, o dono da pirâmide financeira "Medina Bank", Izaltino Medina Filho, de 60 anos,...

Modelo do Instagram vende seu “amor” em forma de criptomoeda

O mercado dos tokens não-fungíveis (NFTS) realmente se tornou uma grande moda nos últimos meses, sendo uma forma que muitos escolheram para vender peças...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias