“Chorei quando a Binance bloqueou minha conta”, diz esposa do faraó dos bitcoins

Alvo da Operação Kryptos, Mirelis se diz "libertária" e perseguida pelo sistema.

Esposa do Faraó dos Bitcoin diz que chorou ao ter conta na Binance bloqueada
Esposa do Faraó dos Bitcoin diz que chorou ao ter conta na Binance bloqueada. Reprodução: YouTube

A esposa do faraó dos bitcoins, Mirelis Zerpa, diz em novo vídeo que chorou quando viu a corretora Binance bloquear sua conta. Segundo ela, essa conta tinha criptomoedas que seriam supostamente negociadas para pagamento de clientes, causando ainda mais transtornos na situação.

Desde agosto de 2021, a Operação Kryptos da Polícia Federal no Rio de Janeiro prendeu inúmeros bens de Glaidson Acácio dos Santos (“faraó dos bitcoins”), entre criptomoedas, joias, carros de luxo e casas.

Desde então, os bens estão sendo leiloados pela justiça federal para ressarcimento das vítimas, que não recebem mais os 10% ao mês e nem seu investimento de volta. Para tentar mudar a imagem de uma empresa fraudulenta, a foragida esposa do faraó agora divulga vídeos “que contam a verdade” para os clientes.

Mirelis teme que PF chegue em local em que está escondida

Nos últimos dias, a esposa do faraó dos bitcoins divulgou seu primeiro vídeo desde a operação em 2021. Ao ressurgir, ela se disse injustiçada pela forma que a situação foi conduzida.

Agora, em novo vídeo divulgado na última sexta-feira (8), ela se diz vítima de informações falsas publicadas pela imprensa. Segundo ela, toda a operação e notícias na mídia brasileira são fruto de imaginação e até uma possível conspiração contra o negócio.

De fato, a fala de Mirelis segue a linha adotada pela defesa da GAS Consultoria desde o início, quando a empresa se colocou como vítima do sistema e perseguida pelos órgãos brasileiros.

Neste ponto, ela afirmou ser uma pessoa “libertária”, sendo totalmente contra o sistema e leis criadas pelos próprios políticos em seu benefício próprio.

Contudo, ela teme que em algum momento a PF chegue até sua casa e efetue sua prisão, visto que ela poderia pegar muitos anos de cadeia.

“Chorei quando a Binance bloqueou minha conta”, diz Mirelis

Em seu relato de quase uma hora, Mirelis Zerpa comentou sobre alguns pontos que ganharam notoriedade durante sua fuga do Brasil. Um deles tem relação com a corretora Binance, que ao ser notificada pelas autoridades, efetuou o bloqueio das contas da venezuelana e impediu ela de continuar a movimentar valores.

Na ocasião, a Binance ajudou as autoridades nas investigações e apuraram que Mirelis tinha mais de R$ 1 bilhão em bitcoin em sua posse.

De acordo com Mirelis, ela abriu sua conta após a deflagração da Operação Kryptos para tentar continuar as operações de rentabilizar o dinheiro, de modo a pagar clientes da GAS. Contudo, como a PF pediu o bloqueio da conta, ela chorou ao se ver impossibilitada de seguir com suas supostas atividades.

Sobre bloqueios de casas, carros e joias, a venezuelana disse que não se importa com isso, pois acredita que os bens pertencem aos clientes.

Nas investigações da Operação Kryptos, Zerpa é apontada como uma das líderes do esquema que fraudou clientes, com promessas de rendimentos rápidos e fáceis associados ao bitcoin. Mas em seu novo vídeo, ela defende que não é piramideira e nem bandida.

O novo vídeo de Mirelis foi colocado por ela em um canal do YouTube que leva seu nome, onde ela diz que “falará sempre a verdade” para os clientes.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias