Como funciona a governança na blockchain?

Bitcoin, Ethereum, Decred e Tezos foram analisadas!

-

Siga no

Com a imensa popularização da tecnologia blockchain, um novo campo de pesquisa tem crescido. Isso porque, com as possibilidades advindas das criptomoedas, a governança na blockchain é palco de grandes debates.

Certamente é um campo que irá crescer assim como a criptoeconomia. Em um artigo postado no Medium por Noah Pierau, no último dia 10 de maio, alguns projetos tiveram analisadas suas bases de governança.

Governança na Blockchain do Bitcoin, Ethereum, Decred e Tezos

Por governança entende-se o processo de criar modelos de governo. Noah explicou em seu artigo as bases da governança da blockchain, começando pela off-chain e on-chain. Para o autor do estudo, estes são os primeiros passos para entender as duas formas de governança.

Como governança off-chain, o autor traçou um processo de discussão de ideias e obtenção de financiamento para implementá-las. Esse processo pode ser feito através de redes sociais, GitHub, entre outros.

Por outro lado, foi traçado a ideia da governança on-chain (na rede). Isso porque aqui é onde as regras de consenso são alteradas, através de códigos de computador.

Governança pode ser formal ou informal.

Como atributos da governança, existem dois campos a serem analisados, que é a parte formal e informal.

Pela definição do autor, “governança formal consiste em procedimentos claramente definidos, é verificável e existem barreiras de acesso iguais para participar”. Por outro lado, “governança informal consiste em procedimentos mais ou menos definidos que podem ser opacos e as barreiras de acesso podem ser inconsistentes”.

Quadrante de governança blockchain para análise de projetos

Partindo para uma parte prática da análise, Noah propôs a criação de um quadrante de governança. Nele foram analisados quatro projetos: Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH), Decred (DCR) e Tezos (XTZ).

Fonte: https://medium.com/@NoahPierau/the-basics-of-blockchain-governance-6669c098344d

Certamente o autor acredita que todos os projetos blockchain possuem governança on-chain e off-chain. Entretanto, há níveis que diferenciam cada projeto, além dos atributos.

  • Governança informal off-chain: Twitter, Reddit, Github, chats privados.
  • Governança formal off-chain: plataformas de governança inteligentemente projetadas.
  • Governança informal on-chain: versões da abordagem baseada em hard forks.
  • Governança formal on-chain: votação com base em entidade ou stake.

Criptomoedas não foram criticadas, mas sim analisadas pela suas características de governança

O Bitcoin foi colocado com uma visão que não valoriza a governança. Isso porque o autor acredita que as mudanças no projeto são resolvidas por um pequeno grupo de pessoas. Além disso, o BTC permite que aconteça muitos hard forks na rede, o que prejudica a governança.

A rede Ethereum, no que lhe concerne, presta atenção na governança. Porém, ainda permite hard forks, como Ethereum Classic (ETC). Para Noah, as ferramentas desenvolvidas nessa rede devem ainda ser utilizadas, o que “dá o benefício da dúvida”.

Como referência de governança off e on chain, o estudo alçou ao topo a criptomoeda Decred. Isso porque a comunidade pode opinar no desenvolvimento do projeto com a ferramenta chamada de Politeia. Além disso, os participantes podem votar contra alterações de consenso através do stake, provendo a essa rede enorme força no quesito.

Finalmente, a última rede a compor o quadrante de governança foi a Tezos. Essa rede possui um enorme foco em implementar códigos on-chain de governança, com uso de Proof of Stake (PoS). Entretanto, na governança off-chain o projeto ainda depende da Fundação Tezos e da PwC Suíça para aprovar mudanças.

Conclusão do estudo aponta para necessidade de mais pesquisas na área

Para Noah, mais pesquisas devem ser conduzidas para buscar compreender o aspecto da governança de projetos blockchain. Entretanto, até que mais elementos apareçam, o autor recomenda o uso do quadrante de governança para conhecer de forma rápida as características dos projetos.

Além disso, as novas pesquisas podem partir do seu estudo para buscar conhecer a fundo os projetos. Exemplos podem ser feitos sobre os diferentes níveis de formalização de governança, adaptando o quadrante para casos específicos.

Certamente o mundo aguarda as formas de governança de projetos de criptomoedas para ajudar no mundo. As possibilidades de criar um governo com regras de consenso e smart contrats são enormes, estando ainda em fases embrionárias.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Anúncio

Bitcointrade - 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos!

Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos!

Complete seu cadastro em 5 minutos!
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Bandeira Brasil e Argentina

Brasileiros são traders de Bitcoin, Argentinos são holders

A corretora Ripio é uma startup com sede na Argentina e operações em vários países da América do Sul, inclusive Brasil. De acordo com...
Criptomoedas: Bitcoin e Altcoins

Com queda da dominância do Bitcoin, altcoins fervem

Com uma balança positiva em julho, o mês de agosto já começou com fortes emoções no mercado de criptomoedas. Um detalhe importante registrado neste...
Bitcoin (BTC e Blockchain) na Bandeira da Argentina

Economistas da Argentina desconfiam do Bitcoin como moeda

Nos últimos dias a ONG Bitcoin Argentina organizou um evento importante no país, convidando uma série de especialistas para debates. Alguns economistas que foram...