Custo de ataque 51% cai para Bitcoin SV

Siga no

Um dos pesadelos das redes descentralizadas e públicas é o ataque 51%. Nas criptomoedas alternativas ao Bitcoin (BTC) o problema é maior ainda. A próxima moeda que pode estar em perigo é o hard fork conhecido como Bitcoin SV (BSV).

Certamente em redes descentralizadas, que trabalham com mineração Proof of Work, segurança é tudo. Entretanto, as altcoins são muito mais baratas de serem atacadas do que o Bitcoin.

Tal fator coloca as equipes de desenvolvimento em xeque, principalmente quando há uma ameaça real.

Custo de ataque 51% cai para Bitcoin SV

O Bitcoin SV surgiu no mundo em novembro de 2018, quando aconteceu um hard fork na rede Bitcoin Cash. Desde sua fundação, várias polêmicas chamaram a atenção, principalmente pelo CEO dessa criptomoeda ser Craig Wright.

Este personagem afirma ser o verdadeiro Satoshi Nakamoto, o criado do Bitcoin (BTC). Porém, nunca provou ser quem diz, e no mais novo episódio deste caso a moeda BSV corre risco de deslistada da Binance.

Após essa bomba cair no colo da comunidade desta moeda, outro risco chega a luz do mercado porque pode o projeto estar exposto.

De acordo com o portal Coingape, o custo de um ataque 51% na rede Bitcoin SV é de apenas U$ 6,500. Isso daria cerca de R$ 25 mil na cotação do dólar hoje.

Custo de ataque na rede Bitcoin Cash é quase quatro vezes maior

Além disso, o portal apurou que o custo de um ataque 51% na rede Bitcoin Cash (BCH) é de cerca U$ 25 mil. Ou seja, o valor de atacar a rede que originou o BSV é quatro vezes maior.

O movimento #WeAreAllHodlonaut também ajudou a movimentar a oposição ao projeto. No momento da escrita deste, o Bitcoin SV é a décima segunda maior criptomoeda do mercado.

Alerta para quem possui criptomoedas BSV

A comunidade que acompanha o projeto Bitcoin SV deve ligar o alerta para um ataque 51%. O principal fator que poderia incentivar um ato como este é o baixo custo.

Finalmente, o último dado que demonstra o potencial de um ataque nesta rede é a comparação com o Ethereum Classic (ETC). Essa última foi uma das moedas a levar tal ataque. Dito isso, o custo do ataque na ETC quando o mesmo aconteceu era de apenas U$ 6,300, ou seja, muito próximo do valor atual do BSV.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Elon Musk e Shiba Inu, cachorro símbolo da Dogecoin

Usando imagem de Elon Musk, golpe rouba R$ 522 mil de vítimas

O mercado de criptomoedas tem chamado atenção de novos investidores pelo mundo, muitos que inclusive ainda não estão atentos aos golpes aplicados nosetor. No...
Condomínio Arte, em Miami, aceita Bitcoin como meio de pagamento

Condomínio de luxo em Miami passa a aceitar Bitcoin

Já pensou alugar um condomínio de luxo em Miami que aceita até Bitcoin como meio de pagamento? Muitas pessoas estão dispostas a morar no...
Tom Brady

Tom Brady adere ao Bitcoin e coloca foto com olhos a laser

A comunidade Bitcoin está alvoraçada com mais um fã da criptomoeda - Tom Brady (43). Ele, que é um famoso esportista, também é marido...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias