Deloitte vai ajudar empresas que querem comprar Bitcoin

Reconhecida como uma "Big Four", a Deloitte atua em vários países, inclusive no Brasil.

A Deloitte pretende ajudar empresas que querem comprar Bitcoin. Para iniciar no setor, a big four já lançou até um manual para que os interessados possam começar suas jornadas.

Na última quarta-feira (3), a MicroStrategy começou o evento para empresas interessadas em Bitcoin. A a Deloitte teve dois palestrantes falando sobre o assunto.

De fato, apesar do grande interesse na compra de Bitcoin, muitas empresas temem pela falta de regulamentação no setor. Além disso, locais corretos para a compra, como corretoras sérias e com bom volume devem ser avaliados.

Dessa forma, ter o apoio de uma grande empresa como a Deloitte poderia ajudar bastante o processo.

Deloitte lança manual para empresas que querem comprar Bitcoin como reserva de valor

A Deloitte nos Estados Unidos participou do primeiro dia de evento promovido pela MicroStrategy, que busca explicar empresas como colocar Bitcoin no balanço patrimonial.

Nesta quinta-feira (4) várias organizações que ajudaram a MicroStrategy a comprar Bitcoin participaram das palestras. Considerada “uma das maiores baleias institucionais de Bitcoin”, a empresa já comprou pelo menos 70 mil bitcoins.

A quinta palestra do evento foi sobre Considerações sobre Finanças do Bitcoin. Participaram do painel o CFO da MicroStrategy, Phong Le, Rob Massey, um contador especializado em tributação de criptomoedas e Amy Park, da Deloitte US.

Os especialistas debateram sobre a custódia de Bitcoin, que pode ser feita pelas próprias empresas ou delegada a terceiros. A Prosegur Crypto, por exemplo, oferece serviço de custódia para empresas.

De acordo com Amy Park, o gerenciamento de Bitcoin nas empresas é uma nova realidade. Dessa forma, as equipes que forem lidar com essas questões devem estar capacitadas, principalmente no quesito de segurança.

Para ajudar empresas a compreender mais sobre o tema, a Deloitte lançou um manual durante a participação do evento da MicroStrategy. Disponível ao público, o manual da Deloitte foca apenas no Bitcoin, mas comenta sobre o Ethereum como possível reserva de valor.

“O que se segue aqui, então, é alguma orientação sobre o que sustenta qualquer decisão corporativa de investir em ativos digitais como Bitcoin. Além disso, definimos as ações contínuas que as equipes de uma empresa devem realizar para monitorar e avançar com um investimento de longo prazo. Em outras palavras, nosso objetivo é responder à pergunta Como você faria isso? em vez de Por que fazer isso?“, disse a Deloitte.

Deloitte Brasil poderá começar a ajudar empresas também?

Vendo o movimento da Deloitte nos Estados Unidos, o Livecoins procurou a divisão da empresa no Brasil. No entanto, a empresa não retornou o contato até o fechamento desta matéria.

De qualquer forma, com o crescimento do Bitcoin nos Estados Unidos, a empresa poderá expandir também para o Brasil. De acordo com dados da CVM, no ano de 2020 o Brasil viu um crescimento exponencial de usuários de criptomoedas.

Com a maior adoção de empresas, as chamadas Big Four terão espaço no mercado, principalmente após a adoção das empresas à tecnologia. A PwC, por exemplo, acredita muito que a tecnologia blockchain, base das criptomoedas, vai mudar a economia global.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias