“F**am-se os reguladores”, diz CEO da FTX

Sobre a insolvência da FTX, Sam Bankman-Fried voltou a falar sobre “contabilidade bagunçada e margem”, apontando que os problemas começaram durante o crash da LUNA, mas que ele só percebeu o tamanho do rombo nas últimas semanas.

Mesmo com muitas pessoas aconselhando Sam Bankman-Fried (SBF) a não fazer comentários públicos, o ex-bilionário deu uma entrevista à Vox nesta quarta-feira (16), afirmando que reguladores “pioram tudo”.

Na sequência também falou sobre a estranha movimentação de saldos da FTX após sua falência. Além de confirmar que se trata de um hack, afirmou que isso tem ligação com algum ex-funcionário de sua empresa.

Finalizando, Bankman-Fried ainda tem esperanças em salvar sua empresa, mesmo não sendo mais seu CEO. “Tenho duas semanas para levantar US$ 8 bilhões”, comentou, expondo o tamanho do rombo deixado por sua administração.

Papo de regulamentação era apenas relações-públicas, diz fundador da FTX

Sam Bankman-Fried envolveu-se em uma grande polêmica antes mesmo da falência da FTX. Seu texto sobre regulamentação, escrito no final de outubro, irritou investidores e rivais, rendendo insultos como “vilão”, “satanás” e “empregado do Fórum Econômico Mundial”.

Agora, já odiado até por aqueles que o defendiam, SBF voltou-se contra os reguladores com quem estava trabalhando. Além de ofensas, também menosprezou o trabalho dos mesmos.

— Você disse um monte de coisas sobre como queria fazer regulamentos, apenas bons — isso também era uma relação pública?, questionou Kelsey Piper da Vox.

— Não há ninguém lá fora garantindo que coisas boas aconteçam e coisas ruins não.
— Geralmente há apenas uma alternância — faça mais ou faça menos.
— Sim, apenas relações-públicas.
— Fodam-se os reguladores.
— Eles pioram tudo.
— Não protegem os consumidores de forma alguma.

Sam Bankman-Fried fala sobre regulamentação. Fonte: Vox/Reprodução.

Continuando, SBF comenta que reguladores não conseguem distinguir bom e mau, mas que isso não é um problema único do setor de criptomoedas. “Ninguém está fazendo isso no resto das finanças também”, continua.

Como exemplo, cita que a FDA (Food and Drug Administration) não está ajudando a população, o mesmo com a OFAC (Agência de Controle de Ativos Estrangeiros dos EUA) e as práticas de ESG (Governança ambiental, social e corporativa).

Briga de titãs, Binance vs FTX

Não apenas reguladores, Sam Bankman-Fried também focou no seu maior rival, Changpeng Zhao, fundador e CEO da Binance.

“Há um mês, CZ era um exemplo ambulante de “não faça nada antiético ou seu dinheiro não vale nada”. Agora ele é um herói. É porque ele é virtuoso? Ou porque ele tinha o balanço maior? Foi assim que ele ganhou.”

No momento, até mesmo Kim Dotcom, fundador do Megaupload, está investigando a participação de Zhao na queda da FTX. Afinal, a Binance desistiu da aquisição da FTX após analisar a contabilidade de sua rival, levantando mais rumores sobre seu envolvimento.

SBF confirma hack da FTX

Sobre o hack da FTX, SBF confirmou o acontecido, citando o possível envolvimento de um ex-funcionário, direta ou indiretamente.

“Hack. Ex-funcionário ou malware no computador de um ex-funcionário. Algumas centenas de milhões [de dólares].”

No momento, o hacker já é a 35ª maior baleia de Ethereum, com 228.500 ETH (R$ 1,5 bilhão), montante que contribui negativamente para a atual situação da FTX.

Ok, mas e o dinheiro dos clientes da FTX?

Sobre a insolvência da FTX, Sam Bankman-Fried voltou a falar sobre “contabilidade bagunçada e margem”, apontando que os problemas começaram durante o crash da LUNA, mas que ele só percebeu o tamanho do rombo nas últimas semanas.

“Foi como, ‘a FTX não tem conta em banco, acho que as pessoas podem transferir para a Alameda para colocar dinheiro na FTX’. …3 anos depois… “Ferrou, parece que as pessoas transferiram 8 bilhões de dólares para a Alameda e, ó Deus, basicamente esquecemos o canhoto da conta que correspondia a isso e nunca foi entregue à FTX”.”

Finalizando, o ex-bilionário aponta para a ironia do destino. Afinal, a FTX estava salvando diversas empresas à beira da falência, mas se tornou uma delas. Por fim, nota que ainda está tentando salvar a FTX, mas que o tempo está acabando.

“Tenho duas semanas para levantar US$ 8 bilhões”, comenta SBF, expondo o tamanho do rombo da FTX. “Isso é basicamente tudo o que importa para o resto da minha vida.”

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias