Imagem de CEO da Xiaomi é usado em golpe de Bitcoin em live do YouTube

Enquanto o site que aprece no streaming deve ser evitado a todo custo, é possível dar uma olhada no histórico da carteira que está sendo exibida. Curiosamente, essa carteira já foi denunciada por ter sido usado em outros dois golpes, de acordo como site Bitcoin Abuse.

-

Siga no
Anúncio

Lei Jun é um nome muito conhecido dentro do setor de telecomunicações, sendo o fundador da Xiaomi, uma das principais fabricantes de smartphones. Isso faz o seu nome ser muito comum em golpes pela internet, como que está acontecendo nesse momento, envolvendo uma live falsa prometendo bitcoins.

O golpe é bem simples, uma suposta transmissão ao vivo acontece 24h por dia, com entrevistas ou apresentações do nome envolvido (no caso Lei Jun), dando a entender que o evento está acontecendo nesse momento.

No entanto, a imagem conta também com uma série de instruções para participar de uma “promoção” de criptomoedas, onde você pode ganhar Bitcoins de graça. De acordo com as promessas da live, quem enviar de 0.1 a 25 BTC pode receber de 0.2 até 50 BTC.

Anúncio

O golpe “funciona” com “Lei Jun e a Xiaomi” enviando o dobro dos Bitcoins que você enviar para a wallet no vídeo. Mas, como nem precisa ser informado, tudo isso não passa de um grande golpe.

Live falsa no YouTube promete Bitcoins usando o nome de Lei Jun, fundador da Xiaomi.

Todo o Bitcoin enviado para essa carteira ficará na mão dos golpistas. E além do QR Code e do endereço da carteira presentes na live, também há um site, no entanto, é muito provável que ao entrar no site o usuário seja infectado com algum tipo de malware.

Como funciona o golpe

Vale notar que o canal do YouTube que faz a live, que não do verdadeiro Lei Jun, possui cerca de 15 mil inscritos. Isso indica que eles estão utilizando um canal hackeado, que teve toda a sua identidade modificada, antigos vídeos apagados e agora é usado no golpe atual de distribuição de Bitcoins.

Essa não é a primeira vez que isso acontece. Recentemente vários canais brasileiros foram hackeados de forma parecida e tiveram seu conteúdo trocado por lives 24h com promessas de criptomoedas gratuitas.

Esse tipo de ataque aconteceu até mesmo nos canais da Microsoft, com um esquema muito parecido de envio de BTC para a carteira dos golpistas.

Na época, os golpes se tornaram tão endêmicos ao YouTube que a Ripple chegou a processar a plataforma por danos em sua reputação.

Os golpistas preferem sempre usar grandes nomes em diferentes tipos de golpes para tentar enganar um maior número de pessoas. Desde as promoções falsas até os ataques de phishing.

Endereço dos golpistas foi usado em outros golpes

Enquanto o site que aprece no streaming deve ser evitado a todo custo, é possível dar uma olhada no histórico da carteira que está sendo exibida. Curiosamente, essa carteira já foi denunciada por ter sido usado em outros dois golpes, de acordo como site Bitcoin Abuse.

Uma outra promoção falsa de Bitcoins em um outro canal e um golpe definido como um golpe de chantagem (possivelmente através de e-mail).

A carteira conta com 0.52170142 BTC e 6 transações no total. Não se sabe se esse é um valor enviado por possíveis vítimas ou pelos próprios golpistas.

A atual live, que começou a cerca de 2 horas, ainda está online no YouTube com cerca de 30 mil visualizações, mas provavelmente a grande maioria (se não todos) dos usuários seja formada por bots.

No mais, vale lembrar que ninguém dá dinheiro de graça para as pessoas no criptomercado. Nunca confie nessas promoções que parecem boas demais para ser verdade.

NOTA: até o final da reportagem, a live ainda estava no ar:

youtube.com/watch?v=A27LWqwLLn4&feature=youtu.be

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Avatar
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Bitcoin em corretoras de criptomoedas

CEO da MicroStrategy: “podemos despejar R$ 1.3 bi em Bitcoin no mercado a qualquer...

Após comprar de R$ 1.3 bilhão em bitcoin como reserva de valor, a MicroStrategy se tornou um nome importante para os defensores da moeda...
Prédio da PGR - Ministério Público Federal do Brasil (MPF) investigando

MPF está investigando ataque hacker em seus servidores

O Ministério Público Federal (MPF) está investigando um suposto ataque hacker em seus servidores. De acordo com um portal de notícias, dados do órgão...

Finanças Descentralizadas (DeFi) caem 40%, será o fim?

Nos últimos dias assistimos um massacre das moedas de finanças descentralizadas (DeFi), com quedas entre 30% e 58%. Talvez você não tenha acompanhado a...

Últimas notícias

MPF está investigando ataque hacker em seus servidores

O Ministério Público Federal (MPF) está investigando um suposto ataque hacker em seus servidores. De acordo com um portal de notícias, dados do órgão...

Finanças Descentralizadas (DeFi) caem 40%, será o fim?

Nos últimos dias assistimos um massacre das moedas de finanças descentralizadas (DeFi), com quedas entre 30% e 58%. Talvez você não tenha acompanhado a...

Pioneira, gestora carioca lança primeiro ETF de criptomoedas do mundo

A gestora Hashdex, sediada no Rio de Janeiro (RJ), informou nesta semana que recebeu aprovação para lançar o primeiro ETF (sigla para fundo negociado...