Itaú começa a oferecer negociação de Bitcoin e Ethereum

O Head de Ativos Digitais do Itaú comenta que o Banco não permitirá depósitos e saques de criptomoedas em um primeiro momento, limitando seu uso apenas para investimentos.

O Itaú, maior banco do Brasil, começou a oferecer a opção de investimento em Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH) aos seus clientes a partir dessa segunda-feira (4). Segundo comunicado, alguns clientes já podem ter acesso ao serviço, mas a liberação será gradativa.

Os investimentos serão feitos através da plataforma de investimentos íon. Em um primeiro momento, não será possível depositar ou sacar criptomoedas. A custódia dos ativos será feita pelo próprio Itaú.

A adoção do Bitcoin pelo Itaú acontece enquanto a maior criptomoeda do mercado ultrapassa os 41 mil dólares. No ano, os ganhos do Bitcoin ultrapassam os 150%, apresentando um dos melhores desempenhos do mercado financeiro.

Itaú passa a oferecer negociação de Bitcoin e Ethereum

Guto Antunes, Head de Ativos Digitais do Itaú Unibanco, comentou sobre a novidade em suas redes sociais no início desta manhã de segunda-feira (4). Como destaque, comentou sobre o desenvolvimento da regulação dos ativos virtuais no Brasil.

“A partir de hoje, anunciamos nossa solução de compra e venda de criptomoedas na plataforma de investimentos íon, mostrando nosso compromisso com a inovação junto a nova economia digital.”

Antunes Itaú
Antunes Itaú

Seguindo, Antunes comenta que a custódia das criptomoedas será feita pelo próprio Itaú, garantindo uma camada extra de segurança aos seus clientes. Ainda em maio desse ano, o Itaú já havia entrado para a Associação Brasileira de Criptomoedas, a ABCripto, dando pistas de que ofereceria esses produtos.

Em um primeiro momento, o Itaú oferecerá a opção de investimentos em Bitcoin e Ethereum, as duas maiores criptomoedas do mercado. Enquanto o BTC apresentou alta de 151% em 2023, o Ethereum aparece com ganhos de 87% no mesmo período.

Liberação será gradativa, explica Head de Ativos Digitais do Itaú

Em conversa com o Valor Econômico, Guto Antunes nota que a liberação desse novo produto para clientes do Itaú será gradativa. Ou seja, embora já esteja liberada, nem todos os clientes já possuem acesso aos investimentos em criptomoedas.

“Essa gradualidade depende da clareza regulatória. Não entramos em detalhe sobre os processos de escolha [para os primeiros clientes que terão acesso à novidade] por ser uma questão estratégica.”

Seguindo, o Head de Ativos Digitais do Itaú comenta que o Banco não permitirá depósitos e saques de criptomoedas em um primeiro momento, limitando seu uso apenas para investimentos.

“Estudamos os dados do nosso cliente e sabemos que ele procurava principalmente esses dois criptoativos para investir”, disse Antunes sobre a escolha do Bitcoin e Ethereum. Novamente, o executivo comenta sobre a questão regulatória, afirmando que o Itaú está sempre envolvido na agenda regulatória.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias