Justiça determina que Atlas devolva bitcoins a investidores em até 24 horas

Só na justiça de São Paulo, segundo apuração do Livecoins, há 24 processos judiciais movidos contra a empresa e seu proprietário.

Siga no
atlas-quantum
Imagem: Reprodução/YouTube

A juíza Lúcia Caninéo Campanhã, da 6ª Vara Cível de São Paulo, determinou que a Atlas Quantum, empresa que dizia atuar no mercado de abitragem de criptomoedas, devolva R$ 290 mil em bitcoins a dois investidores. O depósito deve ser feito em até 24 horas, sob pena de arresto.

De acordo com a decisão, publicada nesta terça-feira (29), os clientes tentaram sacar os bitcoins investidos na plataforma, mas não conseguiram porque a empresa foi proibida pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) de ofertar investimentos atrelados em criptomoedas.

Ainda segundo o documento, um dos investidores aguarda desde o dia 4 de setembro para receber os valores investidos na empresa, que já teve o ator Cauã Reymond e a atriz Tatá Werneck como garotos-propagandas.

“No caso, vislumbra-se a probabilidade do direito alegado, no tocante ao valor investido, que não poderia ser retido por prazo indeterminado e o perigo de dano, em razão das diversas reclamações reportadas e aparente crise veiculada. Diante do exposto, defiro de tutela de urgência para determinar que as requeridas efetivem os pedidos de saque realizados pelos requerentes, no prazo de 24h, sob pena de arresto”, diz trecho da decisão.

Empresa enfrenta problemas desde agosto

A Atlas Quantum, fundada pelo empresário Rodrigo Marques do Santos, enfrenta problemas com a liberação de saques desde agosto deste ano, mês em que a CVM proibiu a empresa de oferecer investimentos públicos.

Em outubro, a Atlas começou a liberar bitcons para os clientes, mas com “desconto” de até 60% no valor, o que gerou revolva em muitos investidores.

Só na justiça de São Paulo, segundo apuração do Livecoins, há 24 processos judiciais movidos contra a empresa e seu proprietário. São ações que pedem reparação por perdas e danos, rescisão de contrato, devolução de dinheiro e indenização por danos morais.

Na semana passada, a empresa teve os bens bloqueados pela justiça por não ter efetivado saque no valor de R$ 177 mil a um investidor.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Lucas Gabriel Marins
Jornalista desde 2010. Escreve para Livecoins e UOL. Já foi repórter da Gazeta do Povo e da Agência Estadual de Notícias (AEN).

Twitter coloca bandeira da Etiópia na hashtag #ETH, Jack Dorsey está tirando sarro do...

Jack Dorsey, o CEO do Twitter é um grande apoiador do Bitcoin, mas ele não parece apoiar tanto assim outras conhecidas altcoins, como o...
Bandeira do Brasil, martelo da justiça e Bitcoin pede

Ex-funcionário pede que justiça procure bitcoins de empresa onde trabalhou

A sexta Câmara do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-15), em Campinas, julgou um caso nos últimos dias em que um ex-funcionário pede que bitcoins...
Rapper lança música com Bitcoin escondida em clipe

Rapper lança clipe com R$ 125 mil em Bitcoin escondidos

Um rapper lançou nesta sexta-feira (23) um clipe musical com 0,75 bitcoins escondidos (cerca de R$ 125 mil). As moedas podem ser resgatadas por...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias