Lobo de Wall Street recomenda distância das criptomoedas, mas há duas exceções

Mais conhecido por ter sua vida interpretada por Leonardo DiCaprio no filme O Lobo de Wall Street (2013), Jordan Belfort logo se apaixonou pelas criptomoedas. Este amor, entretanto, não foi de primeira vista, afinal o investidor chegou a falar mal do Bitcoin em um primeiro momento.

Em seu mais recente vídeo, Belfort mostra-se preocupado com o setor de criptomoedas, afirmando que “não tocaria em criptomoedas agora, [nem] com uma vara de 3 metros”. Entretanto, nota que há duas criptomoedas mais seguras.

Sua preocupação está ligada ao colapso da FTX, algo que “foi um golpe”, em suas próprias palavras. Na sequência, também acalma os lesados, afirmando que “não há proteção contra golpes como este”.

Lobo de Wall Street recomenda manter distância das criptomoedas

Jordan Belfort já promoveu uma criptomoeda suspeita de golpe, bem como arriscou que a Ripple (XRP) chegaria a 10 dólares. Entretanto, sua postura parece estar mudando, estando mais conservador após a falência da FTX.

“Esse é meu conselho, apenas minha opinião, não estou dizendo o que você deveria fazer”, alerta Belfort, talvez temendo um processo por promover shitcoins. “Contudo, falando de maneira geral, essas são as regras do jogo quando se trata de investimentos e eu as conheço muito bem, provavelmente melhor que qualquer um.”

Na sequência, o Lobo de Wall Street nota que a queda da FTX não deve afetar as duas maiores criptomoedas do mercado, Bitcoin e Ethereum, mas mostra-se preocupado com todas as outras.

“Além dessas duas criptomoedas — Bitcoin e Ethereum — eu não literalmente não tocaria em criptomoedas agora, [nem] com uma vara de 3 metros.”

Para quem já possui alguma shitcoin, Belfort nota que a situação é delicada, afinal este pode ser o pior momento para vender. Entretanto, nota que seus seguidores analisem os fundamentos de cada uma delas antes de se decidirem.

Indo adiante, Belfort questiona o motivo da compra. Em suma, o investidor cita dois cenários, você comprou por ser um projeto promissor ou então caiu na “teoria do mais tolo”, acreditando que alguém pagaria um preço maior por um ativo cuja existência não faz sentido.

“As chances são de que a maioria dessas [criptomoedas] nunca mais subam.”

Comparando as criptomoedas com a bolha da internet nos anos 2000, o Lobo de Wall Street nota que isso pode acontecer novamente. “Amazon […] agora é uma das empresas mais poderosas do mundo, mas 99% dos negócios daquela época nunca voltaram a subir”, finalizou.

As duas criptomoedas na carteira do Lobo de Wall Street

Ainda que esteja ciente de que o Bitcoin pode cair ainda mais, Belfort mostra-se confiante no longo prazo, acreditando que esta é uma ótima oportunidade para acumular mais frações de BTC.

“Se você possui Bitcoin no momento, ou Ethereum, você precisa se decidir por si mesmo, mas pessoalmente eu não vendi nenhuma e estou comprando mais.”

Seguindo, aponta que tais investimentos são para prazos de 5 a 10 anos. Entretanto, mostra-se conservador ao afirmar que as pessoas deveriam colocar apenas uma pequena fração de suas economias nestas duas, citando o S&P 500 como uma melhor alternativa.

“Até mesmo se você for muito agressivo, apenas 10% de seu portfólio [em Bitcoin], e o resto deveria estar em S&P500, um pouco em títulos de renda fixa.”

Por fim, também comentou sobre o caso dos NFTs, notando que haverá uma evolução que trará senso econômico a eles, mas que “as coisas que estão por aí não fazem nenhum sentido, são uma piada”.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias