Monero quer acabar com mineração ilegal e cibercrimes

Siga no

Um dos projetos que possuem projeto ligado ao setor de transações com privacidade, a Monero quer acabar com mineração ilegal e cibercrimes.

Várias pessoas são a favor de criptomoedas com o fator privacidade incluso no código, visto que as transações sejam indetectáveis por terceiros.

Com isso, ao transacionar nesta rede não se sabe quem está enviando para quem e nem a quantidade. A lembrar que o papel moeda já possui essa característica de privacidade em sua transação quando a mesma ocorre presencialmente entre pessoas, pois mesmo vendo a pessoa não é necessário saber o seu nome.

Mas muitas pessoas criticam tais projetos, com um dos problemas levantados sendo justamente a possibilidade de facilitar os cibercrimes.

O Japão, que possui o mercado de criptomoedas regulamentado para exchanges, proibiu recentemente os ativos DASH, Monero, Zcash e Verge de serem disponibilizados nas plataformas, ou seja, projetos com privacidade.

Visto isso, foi criado pela comunidade um Blog “Introducing the Monero Malware Response Workgroup Website”, para que a mesma lute contra a Mineração Ilegal utilizando o Coinhive, e ajude a evitar cibercrimes.

Além deste ponto positivo, que tende a amenizar os críticos desta cripto privada, a pool de Mineração ViaBTC anunciou uma promoção em sua pool de Monero com redução de 50% de taxas nos três meses após o anúncio, que foi em 28 de setembro último.

Esse anúncio colabora com a mineração legal de Monero e incentiva a mesma, visto que estudos recentes de Julho mostram que cerca de 5% da mineração dessa cripto era realizada por malwares, além de uma recente invasão de 200 mil roteadores brasileiros e também um jogo de videogame online.

Com tudo isso, essa criptomoeda passa a ser a moeda de privacidade no mercado mais bem posicionada no quesito Market Cap, ocupando a posição 10 do CoinMarketCap, seguida pela DASH na posição 12, Zcash na posição 21 e a Verge na posição 37.

O valor de mercado da Monero estava cotada por volta de USD 115 no momento da redação desse post.

Fonte: ambcrypto

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Bitcoin em cima de uma pilha de dólares

Polícia Civil encontra Bitcoin em transações de traficantes e milícias

A polícia civil do Rio de Janeiro encontrou Bitcoin em transações financeiras de organizações criminosas (orcrims). A informação é de um jornalista do jornal...

Bilhões estão saindo do ouro e indo para o Bitcoin

Toneladas de ouro foram retiradas dos ETFs enquanto o preço do bitcoin estava subindo ao longo de 2020, mostrando uma correlação impressionante entre os...
UniSwap-arte

Defi chega a um milhão de usuários em todo mundo

As Finanças descentralizadas (DeFI) ultrapassaram um milhão de usuários apenas alguns meses depois de ganhar força em meados deste ano. O mercado cresceu 5...

Últimas notícias

Bilhões estão saindo do ouro e indo para o Bitcoin

Toneladas de ouro foram retiradas dos ETFs enquanto o preço do bitcoin estava subindo ao longo de 2020, mostrando uma correlação impressionante entre os...

Defi chega a um milhão de usuários em todo mundo

As Finanças descentralizadas (DeFI) ultrapassaram um milhão de usuários apenas alguns meses depois de ganhar força em meados deste ano. O mercado cresceu 5...

“Perdi amigos porque vendi Bitcoin”, diz cypherpunk brasileiro

De acordo com Avelino Morganti, um cypherpunk brasileiro, a comunidade bitcoin reagiu mal a sua saída do mercado. Ele relatou que até perdeu amigos...