Nova criptomoeda deverá “destruir completamente o Ripple”

Especialista revela que o Ripple (XRP) corre risco de desaparecer no mercado

Siga no

O Ripple (XRP) poderá ter os seus dias de vida contados a partir de então. A atual terceira maior criptomoeda do mercado corre sérios riscos, graças a chegada de uma nova concorrente de peso. Dessa forma, o token voltado para a liquidação de pagamentos poderá até perder parcerias para essa nova criptomoeda, que possui um enorme banco por trás de sua criação.

Com um sistema voltado para o atendimento a serviços bancários, o Ripple (XRP) possui várias finalidades envolvendo o processamento de pagamentos e envio de remessas.

A empresa possui até mesmo tecnologias voltadas para a liquidação de pagamentos transfronteiriços sem a utilização de sua criptomoeda base, como o Xcurrent, por exemplo. Mas, com o lançamento de um ativo digital atrelado ao maior banco dos Estados Unidos, o Ripple (XRP) poderá sofrer uma dura concorrência e corre o risco de ser “completamente destruído”.

Maior banco dos Estados Unidos pode ser concorrente para o Ripple (XRP)

Segundo o editor do Bloomberg, Joe Weisenthal, a chegada da JPM Coin no mercado poderá oferecer sérios riscos ao Ripple (XRP). Isso porque a empresa Ripple já atua em mais dezenas de agentes bancários oferecendo soluções via blockchain para o mercado financeiro tradicional.

Com a chegada da JPM Coin, as atividades de bancos envolvendo a tecnologia blockchain poderão ser transferidas para o banco norte-americano, que batizou sua criptomoeda com o seu próprio nome.

“Se a estrutura blockchain/criptomoeda se mostrar boa para os bancos que estão transferindo dinheiro, então a JPM Coin deve destruir completamente o Ripple”.

Anúncio sobre a criação da JPM Coin foi feito nesta quinta-feira (14)

Com um valor de US$ 340 bilhões de mercado, o JP Morgan é o maior banco dos Estados Unidos. O banco anunciou o lançamento de sua própria criptomoeda nesta quinta-feira (14), confirmando a entrada da instituição no mercado financeiro descentralizado. Porém, a criptomoeda do JP Morgan não é tão descentralizada assim.

O JPM Coin é um stablecoin, diferente da maioria das criptomoedas. Essa classificação significa que a criptomoeda é uma “moeda segura” e possui seu preço atrelado a outro ativo. No caso da JPM Coin, seu valor deverá seguir o dólar norte-americano. Segundo a empresa, o stablecoin será criado em busca de liquidar de forma mais rápida pagamentos internacionais feitos por clientes da instituição.

A função do JPM Coin se assemelha aos serviços oferecidos à instituições bancárias pela Fundação Ripple. Caso o banco JPMorgan decida expandir sua nova stablecoin para outros parceiros, a instituição poderá conseguir uma expansão dentro do mercado financeiro descentralizado.

Isso poderá acontecer após o banco oferecer praticamente as mesmas funções que a tecnologia Ripple, criando uma concorrência entre as instituições. Porém, a experiência e consolidação do JPMorgan no mercado financeiro tradicional poderá ser um diferencial que a Fundação Ripple até então não possui.

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

Criminosos exigem Bitcoin para não derrubar sites de empresas com ataque DDoS

Existem pessoas maldosas em todos os lugares e infelizmente a internet está infestada de gente em busca de oportunidade para aplicar golpes e praticar...

Historiador que “prevê bolhas” diz que Bitcoin tem valor baseado na fé que alguém...

Jeremy Grantham é um dos mais conhecidos investidores do mundo, tendo uma opinião bem respeitada em relação ao mercado financeiro. Em uma entrevista recente...

Motivos que podem fazer SEC aprovar ETFs Bitcoin

Joe Biden pode nomear para assumir a Comissão de Valores Mobiliários, Gary Gensler, um ex-professor do MIT que dava aula de blockchain. A notícia...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Historiador que “prevê bolhas” diz que Bitcoin tem valor baseado na fé que alguém vai comprar mais caro

Jeremy Grantham é um dos mais conhecidos investidores do mundo, tendo uma opinião bem respeitada em relação ao mercado financeiro. Em uma entrevista recente...

Motivos que podem fazer SEC aprovar ETFs Bitcoin

Joe Biden pode nomear para assumir a Comissão de Valores Mobiliários, Gary Gensler, um ex-professor do MIT que dava aula de blockchain. A notícia...

Bitcoin cai, Microstrategy compra

Segundo um relatório publicado pela SEC, a MicroStrategy comprou mais US $ 10 milhões em Bitcoin. O documento revela que a empresa comprou 314...

Biden ‘congela’ proposta de regular carteiras de criptomoedas

O novo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, “congelou” a proposta de regular as carteiras de criptomoedas que havia sido sugerida pelo ex-secretário do Tesouro dos...

Empresa pagará salários em Bitcoin nos Estados Unidos

Uma empresa dos Estados Unidos afirmou, em comunicado na quinta-feira (21), que pagará os salários dos funcionários em Bitcoin, dando opção também em Ethereum....