Inicio Bitcoin O valor da escassez dos ativos digitais

O valor da escassez dos ativos digitais

-

Compartilhe

O setor de jogos evoluiu muito nas últimas décadas, uma das primeiras e grandes mudanças foi a eliminação da mídia física, reduzindo custos de produção, eliminando problemas de logística e melhorando a experiência do usuário ao fornecer atualizações e correções de modo simples.

E esta indústria não parou por ai, principalmente em termos econômicos, reinventando-se a cada dia para agradar jogadores e, é claro, seu bolso. Hoje vamos dar uma olhada mais de perto no setor das skins e no impacto causado por ele.

Não existe almoço grátis

Uma das grandes sacadas desse setor foi a mudança no plano econômico, hoje é possível encontrar vários jogos gratuitos para jogar, o primeiro impacto é a diminuição da pirataria, então temos uma melhoria na experiência do usuário que pode experimentar o jogo por completo sem gastar dinheiro e, por fim, não existe almoço grátis, alguém tem que pagar a conta tanto dos desenvolvedores, quanto da distribuidora e dos servidores, e é ai que entram as skins (roupas), passes de temporada, etc.

No final das contas, uma parte dos jogadores gastará mais dinheiro com skins do que gastariam com o jogo caso fosse pago.

Skins, skins everywhere

O CSGO (Counter-Strike Global Ofensive) é um belo exemplo dessa nova economia, até pouco tempo o jogo era pago, então a Steam liberou o jogo de graça, gerando um aumento no número de jogadores e consecutivamente no número de compras de skins no mercado da comunidade, que funciona como uma exchange de criptomoedas porém com taxas bem mais salgadas, a Steam leva 5% para casa e os desenvolvedores outros 10% sobre cada venda.

O mercado informal

Como os itens são negociados entre jogadores, surgiram sites que oferecem o mesmo serviço de intermediário da Steam, porém sem os 15% de taxa. Um dos sites mais famosos é o Bitskins, que até pouco tempo aceitava depósitos e saques em criptomoedas como BTC, LTC e ETH, no site é possível encontrar várias skins 30% mais baratas do que na Steam.

Se a Steam cobra 15% de taxas, por que as pessoas vendem por 30% menos fora dela? A resposta é simples, você não consegue sacar dinheiro da Steam, apenas gastar em jogos, skins, etc., logo, as pessoas preferem vender mais barato para poder usar o dinheiro onde bem entendem. E isso é uma via de duas mãos, algumas pessoas compram skins 30% mais baratas e revendem na Steam, resultando em 10% de lucro.

O valor que é dado

O preço das skins é um assunto polêmico, algumas pessoas não compreendem o motivo de certas skins valerem tanto, já que é um item digital e seu único uso é alterar o visual de uma arma. A resposta é simples: oferta e demanda, e a velha e boa escassez.

Além das skins do CSGO serem divididas por raridade, também há outros fatores como o nível de desgaste do exterior, opcionais como StatTrack, Lembrança, etc.

A Dragon Lore

Hoje a skin mais cara é a AWP Dragon Lore (Sabedoria do Dragão) que, com o exterior Nova de Fábrica, está sendo negociada por cerca de 1900 dólares, além de ser uma skin rara, é provavelmente a mais bonita do jogo. As Dragon Lores que são Lembranças (de campeonatos) são negociadas por preços ainda mais elevados.

As skins do CSGO são divididas em coleções, a Dragon Lore pertence a Coleção Cobblestone, uma maneira de conseguir uma é abrindo um Pacote de Lembrança do mapa Cobblestone, todavia esse mapa foi retirado dos torneios oficiais, logo essa skin ficou ainda mais rara, o que fez seu preço aumentar 600 dólares nos últimos 8 meses, tais Pacotes de Lembrança também valorizaram devido a isso.

A segunda maneira de conseguir uma é trocando 10 armas de um nível inferior da mesma coleção, nesse caso seriam 10 M4A1-S Knight (Cavaleiro) e como você já deve ter imaginado, isso fez o preço dessa M4 subir bastante, apesar dessa skin ser bem feia. Note que todas skins da Coleção Cobblestone tem um preço elevado devido a esse sistema de troca.

A Howl

Outra skin bem cara é a M4A4 Howl (Uivo) que, no estado Nova de Fábrica, está sendo negociada entre $ 1150 – $ 1700. O motivo desse preço é uma bela história: as skins são feitas por membros da comunidade e aprovadas pela Valve que lança uma nova coleção de tempos em tempos, acontece que a imagem da M4A4 Uivo era um plágio e o autor verdadeiro processou a Valve, que por sua vez parou de dropar essa skin, e como não removeu as que já estavam em circulação na época, acabou gerando a famosa escassez.

Tudo escasso

As skins são um belo exemplo do valor que as pessoas dão para um determinado objeto, seja pela sua beleza como no caso da Dragon Lore, pela sua escassez como no caso da Howl e até mesmo pelo seu uso como no caso da Knight.

O que isso tem a ver com criptomoedas? Bom, faltam menos de 350 dias para o halving do Bitcoin acontecer, tal evento reduzirá o número de BTC produzidos por dia, gerando escassez.

Além disso é possível encontrar sinais na versão original do Bitcoin de que Satoshi queria incorporar um jogo de poker ao software. Já se passaram mais de 10 anos desde a criação do Bitcoin e hoje mais do que nunca estamos vendo os setores de jogos e de blockchain mesclarem-se, caso queira conferir alguns jogos, visite o site dapp.com e filtre pela categoria Game. Será que este setor trará mais usuários e dinheiro para o mundo da blockchain? Só o tempo dirá.

Já que você se interessou tanto pelo assunto de escassez e colecionáveis, no próximo artigo vamos falar sobre moedas físicas de Bitcoin e similares, fique ligado!

Curiosidade: Até dezembro de 2017, a Steam aceitava Bitcoin como forma de pagamento porém retirou esta opção de pagamento devido a alta volatilidade e as altas taxas de transação, não há previsão de retorno ou da aceitação de outra criptomoeda.

XDEX:Negocie bitcoin com TAXA ZERO. Aproveite também para negociar outras 6 criptomoedas com as menores taxas do mercado.Abra sua conta, é grátis!
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter para começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.

MAIS LIDOS

Innova Mine: A cidadela da mineração e trade de criptomoedas

A Innova Mine é um novo projeto da indústria de criptomoedas que opera um modelo de negócios revolucionário. A empresa está sediada na Austrália...

MyAlice: Ex-sócio denuncia esquema em empresa de criptomoedas, “sumiram mais de 100 bitcoins”

Uma grave denúncia contra a MyAlice foi realizada por um ex-sócio da empresa no Facebook. Através de depoimento, Jean Kássio mostra como os negócios...

MP abre inquérito contra a Dreams Diggers por suposto esquema de pirâmide

O Ministério Público, por meio da 5ª Promotoria da Justiça do Consumidor de Salvador (BA), acaba de abrir inquérito civil para investigar a Dreams...

O valor da escassez dos ativos digitais

O setor de jogos evoluiu muito nas últimas décadas, uma das primeiras e grandes mudanças foi a eliminação da mídia física, reduzindo custos de...

A história das moedas físicas de Bitcoin

Uma das principais características do Bitcoin é que ele é totalmente digital, todavia, com o passar dos anos algumas pessoas começaram a criar moedas...

“Dinheiro não existe”: justiça orienta vítimas a sacarem tudo da Unick Forex

A Unick Forex está sendo investigada pela justiça brasileira. Após uma filial do escritório da empresa ser fechado no interior do Rio Grande do...

Banco Central do Brasil aposta em blockchain para criar sistema interbanco

Mais uma vez o Brasil sai na frente ao inaugurar um sistema interbancário através da tecnologia blockchain. O projeto é mantido pelo Banco Central...

Visa, Uber e Paypal vão apoiar a criptomoeda do Facebook

A criptomoeda do Facebook ganhou importantes aliados, como a Visa, Uber e Paypal. As três empresas anunciaram que apoiam a GlobalCoin. A previsão é...

Halving do Litecoin pode ser o maior evento de 2019

Certamente discutir sobre preços de criptomoedas é algo paradoxal, logo não é o foco discutir essa perspectiva. Isso porque o halving do Litecoin (LTC)...
 

COMENTÁRIOS

Compartilhe