Os motivos por trás da recente alta do Bitcoin

O efeito halving chegou à rede alguns meses após a diminuição da recompensa.

Siga no
Kroger abandona Visa e estuda aceitar criptomoedas
Imagem: Flick

O mês de outubro com certeza foi um momento bem agitado para o Bitcoin. A moeda está alcançando novos recordes recentes de preço e animou bastante o mercado após ter passado dos US $ 13 mil, com muitos até considerando que estamos entrando em uma nova corrida de touros, com a possibilidade de um novo recorde. Mas, como todo bom investidor, muitos questionam: o que está causando a alta do Bitcoin?  

Vale lembrar que a última vez que a moeda digital estava em um momento similar foi no ano passado, quando o Facebook anunciou o projeto Libra. Dessa vez também podemos ter uma empresa reconhecida como catalisador da atual alta, com o PayPal integrando serviços de criptomoedas.

Mas o que temos de diferente nesses dois momentos e, mais importante, o que garante que dessa vez o movimento de alta terá força o suficiente para ultrapassar a próxima barreira psicológica de US $ 14 mil? Bom, para isso temos uma boa resposta e isso é o Halving do Bitcoin.

Na primeira metade do ano tivemos a diminuição da recompensa de mineração do Bitcoin, um evento conhecido como halving. O principal argumento para os investidores que estavam aguardando esse evento é que, com a diminuição da oferta, consequentemente o preço iria aumentar.

Para exemplificar como o halving pode estar afetando o preço do Bitcoin, basta olharmos para o gráfico de Stock-to-Flow (modelo S2F) de PlanB, um dos gráficos mais famosos do criptomercado. A ideia é baseada no preço em relação a oferta e demanda do Bitcoin. Por enquanto, com a mais recente alta o modelo parece estar no caminho certo com a sua previsão.

Claro, o modelo S2F do analista é apenas uma previsão, e como muitas outras pode estar errada, mas é uma das previsões mais respeitadas do mercado, já que tem como base dados muito além de tendências passadas.

Como sempre, o efeito halving chegou à rede alguns meses após a diminuição da recompensa.

Mas porque outubro foi o mês com maior alta do Bitcoin?

Bom, outubro foi um mês especial para o Bitcoin por causa de diferentes gatilhos que elevaram o preço do ativo digital. Primeiro tivemos o já mencionado envolvimento do PayPal com o criptomercado, que com certeza chamou a atenção para diferentes ativos.

Mas além disso, um interesse institucional especial começou a afetar a moeda, principalmente em relação ao uso dela como uma forma de se proteger a desvalorização das moedas fiduciárias. Foi justamente durante outubro que muitos começaram a notar as empresas usando o BTC como reserva de valor.

A combinação do efeito do halving, junto de uma crise global e o Bitcoin se tornando uma opção interessante para fugir da inflação foram os gatilhos da atual alta.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Bitcoin pegando fogo e bandeira da China

Maior pool de mineração de Bitcoin bane chineses

Nesta segunda, a maior pool de mineração de Bitcoin baniu os mineradores chineses, mostrando que a comunidade deverá acatar a determinação do governo chinês. Na...

“Bitcoin é perigoso e não pode ser reserva de valor”, diz analista do Deutsche...

Uma analista do Deutsche Bank, chamada Marion Labor, falou sobre os perigos do uso das criptomoedas, principalmente o Bitcoin, como uma moeda legal. As...
Cadeado destravado e Bitcoin em caso de baixa segurança dos dados corretoras

ABCripto alerta sobre transações da Gas Consultoria e “Faraó dos bitcoins”

Fruto da colaboração de várias empresas do mercado de criptomoedas brasileiras, a ABCripto emitiu um alerta para as transações feitas pela Gas Consultoria e...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias