Piramideiro de Bitcoin pega 10 anos de cadeia

Jeremy Spence, piramideiro de criptomoedas que arrecadou 5 milhões de dólares (R$ 28 milhões) de diversos investidores, declarou-se culpado de fraude na última terça-feira (30).

Siga no

Jeremy Spence, piramideiro de criptomoedas que arrecadou 5 milhões de dólares (R$ 28 milhões) de diversos investidores, declarou-se culpado de fraude na última terça-feira (30). O ponto chave deste processo foram as falsas representações do homem, que dizia estar tendo lucros — atraindo assim mais investidores — quando na verdade estava no vermelho.

Segundo o Departamento de Justiça dos EUA, Spence também era conhecido por Coin Signals e estes US$ 5 milhões foram levantados entre novembro de 2019 e abril de 2019 através de vários fundos diferentes. Dentre eles o Coin Signals Bitmex Fund, Coin Signals Alternative Fund e o Coin Signals Long Term Fund.

Embora seus investimentos não tivessem nenhum lucro, pelo contrário, só apresentassem prejuízo, Spence forjava relatórios que mostravam que ele estava tendo ótimos lucros, como de 148% em apenas um mês. Com isso, Spece conseguia atrair mais investimentos, funcionando como um esquema Ponzi que só não quebra devido ao maior fluxo de depósitos do que retirada, semelhante ao que Bernard Madoff fez em Wall Street.

Caso já está rolando há tempos

Em janeiro deste ano, Jeremy Spence já havia sido indiciado pelas autoridades americanas em relação a este golpe. A atualização do caso é que ele declarou-se culpado, podendo enfrentar uma pena de 10 anos na cadeia, ainda a ser determinada pelo juiz.

Conforme estes esquemas de Ponzi dependem que mais dinheiro continue entrando do que saindo, eles podem ter durações diferentes antes de quebrar.

No caso de Bernie Madoff, por exemplo, ele conseguiu enganar a todos por ao menos 17 anos, sendo desmascarado apenas devido ao crash de 2008 que fez com que muitas pessoas sacassem seus fundos ao mesmo tempo, mostrando que ele não tinha todo esse dinheiro.

Já o caso de Jeremy Spence demorou muito menos tempo para ser revelado, bem como punido pela justiça.

Transparência é fundamental

A falta de transparência é o primeiro alerta nestes casos. Muitas empresas não fornecem nenhuma prova de que realmente possuem os fundos que dizem ter, assim como provas de seus rendimentos, que nestes casos foram forjadas.

E como você pode ver, isso não é nenhuma novidade tanto no setor das criptomoedas quanto no mercado tradicional. Por isso, evite deixar o seu dinheiro ser administrado por outras pessoas, o Bitcoin foi criado justamente para que você seja o seu próprio banco, onde só você tem poder para mover o seu dinheiro.

Conforme as operações de Spece só apresentavam prejuízo, é bem provável que as vítimas não receberão o seu dinheiro de volta, ao menos não integralmente. Que os erros dos outros sirvam de lição.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Há mais de 5 anos trabalhando com criptomoedas, hoje escrevo artigos e notícias para o Livecoins.

Bitcoin dispara 10% após queda marcante

O Bitcoin surpreendeu com sua volatilidade de mercado e opera em alta de 10% nesta terça-feira (25), após várias quedas marcantes nos últimos dias....
Criptomoedas

5 criptomoedas para ficar de olho em 2022

O mercado de criptomoedas tem se mostrado cada vez mais promissor, cenário que deve se expandir ainda mais em 2022. À medida que esse...
Bitcoin sob pressão na Rússia, mineração, negociação, compra e venda

Além da Rússia, mais países pretendem banir o Bitcoin, diz minerador brasileiro

A mineração de Bitcoin poderá ser banida por mais países além da Rússia, segundo o minerador brasileiro Ray Nasser, CEO da Arthur Mining. No...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias