Polícia faz apreensão em endereços de empresário suspeito de aplicar golpe de 16 milhões

PC-SP cumpriu mandados em vários municípios do estado de São Paulo; empresário não foi encontrado.

-

Siga no
Polícia Civil (PC) de São Paulo (SP) apreensão operação
Polícia Civil de São Paulo - Reprodução/flicker(rafaelgomes18)
Anúncio

A Polícia Civil de São Paulo faz uma investigação sobre as atividades da empresa SFO Holding, que culminou na apreensão de vários itens em endereços de seu fundador nesta semana.

O caso aconteceu na última terça-feira (6), quando a PC-SP buscava provas de um crime. Com várias acusações de perpetuar um golpe de pirâmide financeira, o homem é acusado de ter captado pelo menos 16 milhões de reais.

De fato, os clientes já movem na justiça processos contra o empresário Samuel Fradique de Oliveira. A cidade de Lorena, no interior de São Paulo, pode ter sido a mais afetada pelo possível golpe.

Anúncio

A Polícia encontrou nos endereços vários itens eletrônicos e até uma lista dos investidores. Conforme apurado pelo Livecoins em maio, os investidores da SFO Holding fizeram até fila na porta da empresa na esperança de efetuar saques.

Polícia faz apreensão em endereços de empresário suspeito, lista de clientes foi encontrada

Mudam os nomes das empresas, mas o modelo de negócio das pirâmides é sempre o mesmo. Ao buscar a captação de clientes para investimentos são oferecidos lucros acima do mercado.

Além disso, inúmeras vantagens, como viagens, carros, entre outras, são comuns. Os falsos empresários conseguem criar um ambiente que figura sucesso, mas que podem levar pessoas a falência.

No interior de São Paulo um caso tem chamado atenção das autoridades. Com pelo menos 240 processos na justiça, a SFO Holding captou clientes com a promessa de lucros de 7% ao mês.

Contudo, desde maio não tem proporcionado aos clientes o saque dos investimentos. Nem mesmo os saques dos supostos rendimentos são disponibilizados aos clientes. Na época em que congelou os saques, o empresário Samuel Fradique de Oliveira culpou a pandemia do novo coronavírus.

Após isso, teria até fugido da cidade de Lorena, no interior de São Paulo. De acordo com o G1, a Polícia Civil investiga o caso, e apreendeu, em três endereços associados a Samuel, itens que podem ajudar nas investigações.

A operação foi conduzida nas cidades de São Paulo, Taubaté e Lorena.

Empresário não estava no momento da operação, mas não é considerado foragido

No momento que cumpria os mandados de busca e apreensão, a Polícia Civil não encontrou o empresário nos endereços. Mesmo assim, Samuel ainda não é considerado foragido pelas autoridades.

A SFO Holding é investigada como sendo uma empresa que, na verdade, pode ser um esquema de pirâmide financeira. Caso se confirme como um golpe, pode ter causado prejuízos de mais de R$ 16 milhões no estado de São Paulo.

O crime de lavagem de dinheiro também está sendo investigado pela PC-SP. O delegado que acompanha o caso disse que desde abril de 2019 o empresário já era investigado.

No entanto, mesmo após pedidos de prisão, a justiça negou. O delegado espera que os novos materiais coletados ajudem a mostrar a necessidade da prisão de Samuel. Por fim, o delegado afirmou que ele faliu uma cidade inteira com o possível golpe.

A polícia não tem notícias de seu paradeiro, desde que desapareceu em abril de 2020.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Leia mais

Leia mais sobre:

Últimas notícias

Justiça determina prisão de fundadores da pirâmide financeira ArbCrypto

O juiz Fabio Calheiros do Nascimento, da 2ª Vara Criminal do Foro de Barueri, determinou na terça-feira (13) a prisão preventiva dos fundadores da...

TST promove seminário sobre blockchain e smart contracts

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) promove um seminário no mês de novembro, que terá até os assuntos de blockchain e smart contracts para...

PayPal pode estar negociando compra empresas cripto

Nesta semana o PayPal anunciou que estava entrando no criptomercado ao permitir que seus clientes passem a negociar Bitcoin. Essa decisão acabou fazendo com...