Bitcoin encosta nos $ 24 mil, alta de quase 600% desde março

Até o CEO do Twitter comentou a alta do Bitcoin com uma mensagem enigmática.

Siga no
Alta do Bitcoin gráfico
Alta do Bitcoin

O Bitcoin rompeu U$ 20 mil pela primeira vez na sua história, com seu valor disposto a continuar o movimento de alta. No Brasil, o preço da moeda digital flertou com os R$ 120 mil na manhã desta quinta-feira (17).

Vale o destaque que a maior alta do Bitcoin havia sido em 2017, quando no dia 17 (também) a moeda alcançou U$ 20 mil em algumas corretoras. Na ocasião, o topo continuou sendo este até a última quarta, quando o Bitcoin rompeu a marca.

Desde então, os traders puderam ver o Bitcoin ultrapassar os U$ 21 mil e U$ 22 mil. Neste ponto, até o CEO do Twitter, Jack Dorsey, comemorou a chegada aos 22 mil dólares, com uma “mensagem enigmática”. A compra de Bitcoin da Square, empresa em que também é dono, dobrou de valor desde outubro de 2020.

Com lucros a praticamente todos os compradores posicionados antes de dezembro, o Bitcoin não parece perder o fôlego. O impulso de alta levou o Bitcoin a ser cotado em U$ 23.800 na corretora Binance hoje, ou seja, continua a surpreender os entusiastas.

No Brasil, o preço do Bitcoin ultrapassou os R$ 118 mil, com a cotação máxima de R$ 118.900 em corretoras. Com o flerte do Bitcoin com os R$ 120 mil, se a cotação em dólar se manter alta, esse rompimento deve ser possível a qualquer momento.

Cabe o destaque que na última quarta o Bitcoin ainda valia cerca de R$ 100 mil. Assim, a moeda digital teve quase 20% de valorização nas últimas 24 horas.

Movimento de alta do preço do Bitcoin em 2017 e 2020 são diferentes

Por fim, cabe o destaque que a alta do Bitcoin em 2020 não se compara com a de 2017. Na época, o movimento foi as alturas com ajuda da comunidade, já em 2020, são empresas que compram a moeda.

Para comprovar o movimento de pouca procura na internet sobre Bitcoin, dados do Google Trends ainda sugerem que 2017 foi o auge de interesse.

Interesse por Bitcoin no Google entre 2017 e 2020
Interesse por Bitcoin no Google entre 2017 e 2020 / GoogleTrends

Em 2020, o Bitcoin já valoriza mais de 260% em relação ao Real brasileiro. Já em relação ao Dólar, a criptomoeda supera os 200% pela primeira vez no ano. A moeda digital caminha para mais um fechamento anual superando ativos tradicionais.

Na última quarta, ao romper os U$ 20 mil, o Bitcoin foi parar no Trending Topics do Twitter e, além disso, teve seu maior fechamento diário da história. O preço do Bitcoin flertou com U$ 24 mil e R$ 120 mil, mas caso continue em alta, tudo pode ser esperado, inclusive quedas insanas. Dessa forma, o ideal é manter a segurança em aportes e fazer o gerenciamento de risco para evitar prejuízos.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Amazon e mão segurando Bitcoin

Amazon nega rumores de que vai aceitar Bitcoin como pagamento

A Amazon, terceira maior empresa em valor de mercado do mundo, negou nesta segunda-feira (26) que irá aceitar Bitcoin como pagamento este ano. Nos...
Preço do Bitcoin acima de US$ 40 mil

Após seis dias em alta, Bitcoin supera US$ 40 mil

O preço do Bitcoin rompeu os 40 mil dólares em um movimento forte do lado comprador e após seis dias de fechamento diário em...
Hacker segurando Bitcoin

Trader de Bitcoin tem e-mail hackeado e perde R$ 350 mil

Um trader de Bitcoin alega ter sido hackeado após um vazamento de dados e como resultado perdeu tudo que tinha na corretora Binance. Seu...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias