“Não fiz nada de errado”, diz presidente da G44 Brasil em live

Saleem Ahmed e Josy Escobar ficaram quase uma hora falando aos investidores!

Siga no
Presidentes da G44 Brasil fizeram uma live para os investidores da empresa
Presidentes da G44 Brasil fizeram uma live para os investidores da empresa - Reprodução/Youtube

Os presidentes da G44 Brasil, Josy Escobar e Saleem Ahmed, fizeram uma live no YouTube para os clientes da empresa. A justificativa foi para passar garantias aos investidores, que não estão conseguindo sacar dinheiro na plataforma.

Quanto aos processos na justiça contra a G44 Brasil, Saleem afirmou que vai se defender. O presidente afirmou que é brasileiro com muito orgulho, e se a justiça vale para os clientes, vale para ele também.

O presidente afirmou que não tem como ser mais honesto do que já tem sido nos últimos meses, que são de problemas graves para a G44 Brasil. Saleem Ahmed afirmou também que vai organizar as contas em dias e meses, dando a entender que não a data certa para os clientes receberem.

Eu vou me defender até a ultima esfera porque eu nao fiz nada de errado, eu nunca tirei dinheiro do Brasil e nunca fiz isso. Disse o presidente da G44 Brasil

Vários processos chegam na justiça nas últimas semanas, mostrando que os clientes não querem esperar.

G44 Brasil fim
G44 Brasil

Em live no YouTube, presidentes da G44 Brasil afirmam que problemas serão solucionados, mesmo sem apontar um prazo

Em uma live pelo YouTube, Saleem e Josy, presidentes da G44 Brasil, comentaram a atual situação da empresa. Sem proporcionar aos clientes saques desde o fim de 2019, a G44 Brasil tem sido acusada até de operar um esquema de pirâmide financeira.

A empresa, em nota ao Livecoins, recentemente negou tais acusações.

Alguns casos já chegam na justiça brasileira, com reivindicações de investidores de rescisão contratual e medidas cautelares para bloqueio de contas. Nos últimos dias, por exemplo, um processo determinou o bloqueio de valores nas contas de Joselita de Brito De Escobar.

Contudo, com o acirramento dos problemas, os presidentes resolveram conversar diretamente com os clientes. Em uma live, Saleem Ahmed afirmou que pretende resolver toda a situação com seus clientes.

O presidente da G44 Brasil afirmou que, no início de dezembro de 2019, coisas começaram a fechar e até um ataque hacker a G44 sofreu. Ainda que fundos dos clientes não tenham sido levados, o conjunto de fatores teria afetado a empresa.

Com a crise do novo coronavírus, o problema ficou ainda maior, de acordo com Saleem. Isso porque, a atividade de pedras da G44 não teria mais compradores, ou seja, sem demanda, não tem condições de honrar os pagamentos, ora prometidos, aos investidores da empresa.

Saleem afirmou que ao entrar na justiça contra ele e a G44, investidores prejudicam o negócio

Um dos pontos abordados por Saleem foi sobre os processos judiciais contra ele a sua empresa. Ele afirmou que já chegou até propostas para que a empresa solicitasse Recuperação Judicial, mas ele informou que sua ética o impede de fazer isso.

Caso a G44 Brasil entrasse com pedido e fosse aceito esse pela justiça, ele teria formas diferentes para pagar os clientes. Entretanto, afirmou que tem preferido costurar acordos com clientes e pagar pouco, mas não deixar de fazer pagamentos. De acordo com Saleem, “um dia, irá pagar todos os clientes“, sem especificar uma previsão de tempo.

O presidente diz não ter feito nada errado até aqui, e irá se defender das acusações. Neste ponto, afirma que é sua responsabilidade os problemas vividos pela G44 Brasil, e que até um início de depressão ele teve no último mês de abril. Por três dias, Saleem ficou mal, e só saiu da situação com muita “oração”. Ao fim, agradeceu a confiança e pediu que os clientes aguardem por novas lives.

Presidente Josy Escobar agradece orações que clientes têm feito pela G44 Brasil
Presidente Josy Escobar agradece orações que clientes têm feito pela G44 Brasil, empresa não paga rendimentos e nem possibilita saques desde 2019 – Reprodução/YouTube

Em nota, G44 Brasil afirmou que está trabalhando para cumprir prazos

Nos últimos dias, o Livecoins fez uma reportagem sobre a G44 Brasil e sobre a suspensão de valores nas contas de sua sócia. Além disso, foi questionado para a empresa sobre o processo aberto pela CVM contra suas operações.

Confira abaixo nota da empresa:

O Grupo G44 ante as questões apontadas vem por meio desta nota em público manifestar:

Em relação ao processo judicial na qual houve bloqueio de contas bancárias da Vice Presidente Joselita de Brito de Escobar, o corpo jurídico do Grupo G44 entende ser descabida tal decisão e ingressará com recurso para o tribunal com o fim de reverter tal decisão.

Com relação a CVM, há um processo administrativo sancionador na qual acusa o Grupo G44 de realizar oferta pública de investimentos em Forex, o Grupo G44 já apresentou a sua defesa administrativa e o processo foi pautado para julgamento no dia 28 de abril, no entanto o mesmo foi retirado de pauta sem data prevista para o julgamento.

Por fim, o Grupo G44 declara que está realizando todos os esforços necessários para cumprir com o seu compromisso, está trabalhando de forma ativa e respondendo aos questionamentos de todos àqueles que vem até nós, na busca de soluções para resolver todas as questões em aberto.

Bitcoin em cima de uma pilha de dólares

Polícia Civil encontra Bitcoin em transações de traficantes e milícias

A polícia civil do Rio de Janeiro encontrou Bitcoin em transações financeiras de organizações criminosas (orcrims). A informação é de um jornalista do jornal...

Bilhões estão saindo do ouro e indo para o Bitcoin

Toneladas de ouro foram retiradas dos ETFs enquanto o preço do bitcoin estava subindo ao longo de 2020, mostrando uma correlação impressionante entre os...
UniSwap-arte

Defi chega a um milhão de usuários em todo mundo

As Finanças descentralizadas (DeFI) ultrapassaram um milhão de usuários apenas alguns meses depois de ganhar força em meados deste ano. O mercado cresceu 5...

Últimas notícias

Bilhões estão saindo do ouro e indo para o Bitcoin

Toneladas de ouro foram retiradas dos ETFs enquanto o preço do bitcoin estava subindo ao longo de 2020, mostrando uma correlação impressionante entre os...

Defi chega a um milhão de usuários em todo mundo

As Finanças descentralizadas (DeFI) ultrapassaram um milhão de usuários apenas alguns meses depois de ganhar força em meados deste ano. O mercado cresceu 5...

“Perdi amigos porque vendi Bitcoin”, diz cypherpunk brasileiro

De acordo com Avelino Morganti, um cypherpunk brasileiro, a comunidade bitcoin reagiu mal a sua saída do mercado. Ele relatou que até perdeu amigos...