Justiça pede bloqueio de contas de sócia da G44 Brasil

Decisão foi deferida em ação coletiva!

-

Siga no
Empresa G44 Brasil
Empresa G44 Brasil - Reprodução
Anúncio

Uma ação coletiva na justiça deferiu o pedido de bloqueio de contas de uma sócia da G44 Brasil. A ação mirava as empresas do grupo, uma vez que os clientes pediam seu investimento na G44 Brasil de volta.

Na última semana, contudo, uma reviravolta aconteceu em um processo em específico. Os sócios da G44 Brasil, que já haviam sido incluídos como réus na ação, passaram a ter suas contas bancárias como alvo da justiça.

Assim como na maioria dos casos que chegam a público contra a G44 Brasil, o processo corre no Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJDF). A empresa é acusada em alguns processos de operar um esquema de pirâmide financeira e tem buscado dissociar essa imagem em posicionamentos públicos. Confira o caso a seguir.

Anúncio

G44 Brasil fim
G44 Brasil

Sócia da G44 Brasil tem bloqueio em contas bancárias deferido pela justiça

Com sede em Brasília, a G44 Brasil é holding de vários negócios, sendo uma das atividades o trade com criptomoedas. Além disso, trabalha com mineração de esmeraldas e pedras preciosas e confecção de joias.

A empresa afirmou ao Livecoins recentemente que trabalha para manter seus cerca de 400 funcionários, mesmo com a pandemia do COVID19. Em outro ponto, a empresa nega que tenha operado um esquema de pirâmide e afirmou que busca resolver os impasses com clientes da melhor forma.

Alguns clientes, entretanto, buscam na justiça uma forma de receber da G44 Brasil. Uma ação coletiva, feita por três ex-investidores da G44 Brasil, pediu bloqueio de R$ 131 mil nas contas da empresa.

Inclua-se no polo passivo da lide as pessoas individualizadas na petição referenciada. Após, a Secretaria deverá proceder ao bloqueio de bens dos novos réus

Na justiça, foi pedido que as pessoas físicas envolvidas com a G44 Brasil fossem incluídas na busca das contas da empresa. Neste ponto, o bloqueio em contas bancárias da sócia da G44 Brasil, Joselita de Brito Escobar, foram feitos. O valor do bloqueio é de R$ 131 mil, em decisão publicada na última segunda (4), conforme processo  que o Livecoins teve acesso.

Assim, DE ORDEM, nos termos da Portaria n.o 02/2017 deste Juízo, c/c o § 4o do art. 203, do CPC, encaminho os autos para expedição dos mandados de citação, sendo certo que, em relação à requerida JOSELITA, deverá ser ela intimada do bloqueio realizado.

G44 Brasil é alvo de investigação pela CVM desde 2018

Desde 2018 a G44 Brasil enfrenta problemas com a CVM no Brasil, que é a autarquia federal responsável por regulamentar o setor de investimentos no país. Nos últimos dias, por exemplo, a IQ Option e várias outras empresas de Forex foram proibidas pela CVM de atuar no país.

Em março de 2018, a CVM emitiu um ato declaratório de alerta ao público, suspendendo as atividades de forex da G44 Brasil. Em caso de descumprimento, a empresa deveria pagar multa diária de R$ 1 mil.

Foram apurados indícios de que G44 Brasil Intermediações Financeiras Eireli, da sócia Joselita de Brito De Escobar e seu preposto Saleem Ahmed Zaheer captavam clientes irregularmente, por meio do site www.g44.com.br (link para site externo), para realização de operações no mercado de valores mobiliários.

Contudo, o caso com a CVM ainda não foi encerrado até 2020, sendo que havia uma reunião presencial com a autarquia marcada para o último dia 28 de abril. Ainda não há uma definição pública sobre

Investigação da CVM contra G44 Brasil e seus sócios tinha reunião marcada no dia 28 de abril
Investigação da CVM contra G44 Brasil e seus sócios tinha reunião marcada no dia 28 de abril – Reprodução

O Livecoins entrou em contato com a G44 Brasil para comentar sobre o bloqueio de contas da sócia, solicitado pela justiça, e sobre o processo aberto ainda pela CVM. Até o fim desta a empresa ainda não havia se posicionado.

Histórico da G44 Brasil

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:

Finanças Descentralizadas (DeFi) caem 40%, será o fim?

Nos últimos dias assistimos um massacre das moedas de finanças descentralizadas (DeFi), com quedas entre 30% e 58%. Talvez você não tenha acompanhado a...
Bitcoin em corretoras de criptomoedas

Trader veterano que viu queda no Brasil gosta do Bitcoin

Com o preço do Bitcoin operando abaixo de U$ 12 mil em setembro, a contrapartida foi o aumento da volatilidade no início do mês....
Itau demissão criptomoedas

Itaú demite por justa causa funcionário que negociava Bitcoin no horário de expediente

O Itaú Unibanco demitiu por justa um analista de sistemas que, de acordo com a empresa, negociava Bitcoin e outras criptomoedas durante o horário...

Últimas notícias

Pioneira, gestora carioca lança primeiro ETF de criptomoedas do mundo

A gestora Hashdex, sediada no Rio de Janeiro (RJ), informou nesta semana que recebeu aprovação para lançar o primeiro ETF (sigla para fundo negociado...

Trader veterano que viu queda no Brasil gosta do Bitcoin

Com o preço do Bitcoin operando abaixo de U$ 12 mil em setembro, a contrapartida foi o aumento da volatilidade no início do mês....

Itaú demite por justa causa funcionário que negociava Bitcoin no horário de expediente

O Itaú Unibanco demitiu por justa um analista de sistemas que, de acordo com a empresa, negociava Bitcoin e outras criptomoedas durante o horário...