“Querido Hacker”, plataforma cripto implora dinheiro de volta após perder R$ 3 bilhões

Enquanto a carta pegou muita gente de surpresa e foi considerada engraçada por muitos, curiosamente o hacker começou a devolver o dinheiro, mas provavelmente por outros motivos.

Siga no

Existem muitos passos que uma companhia ou projeto podem dar após serem roubados ou sofrerem crimes cibernéticos. Alguns apostam na colaboração com autoridades e com a polícia, outros em companhias privadas de segurança, mas a Poly Network adotou uma estratégia interessante, implorando através de uma carta publicada no Twitter para que o “Querido Hacker” devolvesse o dinheiro.

Ontem o setor DeFi (Finanças Descentralizadas) viu o maior ataque hacker da sua história, com um roubo de mais de US$ 600 milhões da blockchain Poly Network. Diferentes entidades, como a Tether e a Binance tentaram diferentes ações para conter o estrago causado pelo ataque cibernético.

A Poly Network, para a surpresa de muitos, tentou apelar para o bom coração do criminoso, pedindo que o “Querido Hacker” estabelece uma comunicação com o projeto para conseguir solucionar o problema.

“Querido Hacker, nós somos a equipe da Poly Network. Nós queremos estabelecer comunicação com você e nós pedimos que você devolva os ativos hackeados.”

Querido hacker

A carta continua ao tentar pressionar o Hacker falando sobre o tamanho do ataque e o quanto isso seria “levado a sério” pelas autoridades e por isso ele deveria tentar entrar em contato com a equipe para solucionar a situação de forma amigável.

“A quantidade de dinheiro que você hackeou é a maior na história do DeFi. Autoridades em qualquer outro país consideraria isso como um grande crime à economia e você será perseguido.”

Como é de se imaginar, a tentativa de fazer uma carta para o hacker acabou virando piada entre muitos que estão acompanhando o caso e consideraram a carta como uma tentativa patética de solucionar a situação.

“Querido Hacker. Obrigado por nos mostrar as fraquezas das shitcoins. O mundo precisa aprender a diferença entre Bitcoin e o resto.”

Já outros deixaram claro que a tentativa estava sendo algo patético.

“Melhorem a suas situações pessoas. Vocês parecem patéticos no momento.”

Querido hacker meme
Querido hacker meme

Querido hacker meme
Querido hacker meme

Hacker “zueiro”

Enquanto a carta pegou muita gente de surpresa e foi considerada engraçada por muitos, curiosamente o hacker começou a devolver o dinheiro, mas provavelmente por outros motivos.

Desde o começo do ataque, a pessoa por trás do roubo demonstrou que estava querendo algo mais do que só dinheiro.

Em uma das transações é possível ver uma mensagem onde o hacker explica que o hack poderia ter sido bilionário se ele tivesse movido o resto das shitcoins.

Também afirmou que não estava interessado em dinheiro e estava considerando retornar parte dos ativos ou simplesmente deixá-los parados.

Mensagem que o hacker deixou em uma das transações dos ativos que ele roubou da Poly Network.

Em outra transação é possível ver a mensagem “E se eu criar um novo Token e deixar que o DAO decida para onde os ativos vão?” 

Ao que tudo indica, o Hacker pode ser um White Hat ou até Gray Hat que realizou o ataque como forma de dar uma “lição” na plataforma ou abrir os olhos dos investidores. E ele começou a fazer o que tinha falado, devolvendo os valores roubados, mesmo que “aos poucos”.

Por causa do ataque os desenvolvedores da Poly Network foram obrigados a identificar e corrigir uma falha que possibilitou o roubo. Sendo assim, o Hacker ajudou o projeto, mesmo que tenha destruído a confiança dele no processo.

De acordo com a Poly Network, o hacker já devolveu um total de US$ 4,7 milhões em ativos que foram transferidos para endereços controlados pela empresa.

O valor é bem baixo, cerca de 1% do que foi roubado, mas não se sabe se ele vai continuar devolvendo os valores roubados (o que é bem possível).

Ainda resta esperar para saber até onde o hacker vai devolver o valores roubado e se ele vai se pronunciar de forma mais aberta do porque ele fez isso. Essa não é a primeira vez um hacker devolve o dinheiro que foi roubado, tendo acontecido já com o Ethereum Classic e até mesmo com um hacker “bonzinho” devolvendo parte do dinheiro roubado.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Praia do Forte em Cabo Frio pirâmide com Bitcoin

Eagle Eyes, empresa do “Pastor do Bitcoin” em Cabo Frio suspende saques

A empresa Eagle Eyes, que operava com sede na cidade de Cabo Frio (RJ), é mais uma possível pirâmide usando a imagem das criptomoedas...

Segunda maior pool de Ethereum encerra atividades devido a restrições na China

A SparkPool, segunda maior pool de mineração de Ethereum, anunciou que encerrará suas atividades no dia 30 deste mês. Hoje a pool é responsável...

Empreendedores vs investidores, quem ganhou mais dinheiro com criptomoedas?

Qual será a melhor estratégia para ganhar dinheiro, investir direto em criptomoedas ou empreender em setores essenciais relacionados a elas? Neste artigo faremos um comparativo...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias