R$ 97 milhões em bitcoin da “Era Satoshi” são movimentados após 11 anos

Além destes milhões em Bitcoin, vale notar que o milionário também possui 486 BCH recebidos durante a criação do maior clone do Bitcoin, o Bitcoin Cash (BCH). Apesar disso, ele não fez questão de mover tais fundos, afinal eles valem apenas R$ 710 mil.

Bitcoin, notebook e carteira de hardware.
Bitcoin, notebook e carteira de hardware.

Nesta quarta-feira (9) 486 bitcoins foram movidos após mais de 11 anos parados em uma carteira. A última transação havia ocorrido em outubro de 2010, data em que Satoshi Nakamoto ainda participava do desenvolvimento do Bitcoin. Devido a isso, essa época leva o nome de “Era Satoshi”.

Conforme não havia um mercado sólido na época, é difícil estimar o preço exato do Bitcoin em 2010. Contudo, fontes apontam que cada unidade valia 6 centavos de dólar, ou R$ 0,10 já que o Real estava valendo 1,69 dólares.

Portanto, estes 486 equivaliam-se a 49 reais em 2010. Já atualmente este montante é superior a 97 milhões de reais, conforme o BTC está valendo R$ 198.000, provavelmente sendo o melhor investimento da década.

486 bitcoins adormecidos da Era Satoshi

Embora a blockchain seja pública, permitindo visualizar as transações e também endereços de envio e recebimento, é impossível saber quem é o investidor que teve paciência para segurar estes bitcoins por tanto tempo.

O fato é que estes bitcoins ficaram parados por mais de 11 anos, de outubro de 2010 até a noite desta quinta-feira (9) quando todo montante foi enviado para dois endereços. Enquanto um deles recebeu 3 BTC redondos, outro recebeu 486,091 BTC.

Segundo dados do Blockchair.com, possivelmente estes 486 BTC são o troco da transação. Portanto, é bem possível que o investidor continue fazendo hodl de quase todos seus bitcoins, tendo gasto apenas 3 BTC (R$ 600.000).

Transação de bitcoins adormecidos por mais de 11 anos. Fonte: Blockchair

Além disso, por já conhecer o Bitcoin desde a Era Satoshi, quando a moeda não nada popular, é provável que o holder milionário possua ainda mais bitcoins em outras carteiras.

Contudo, dificilmente este dinheiro pertence ao próprio Satoshi Nakamoto, criador do Bitcoin, afinal especialistas apontam que Satoshi nunca moveu seus bitcoins após ter minerado os mesmos, independente da data.

Além destes milhões em Bitcoin, vale notar que o milionário também possui 486 BCH recebidos durante a criação do maior clone do Bitcoin, o Bitcoin Cash (BCH). Apesar disso, ele não fez questão de mover tais fundos, afinal eles valem apenas R$ 710 mil.

Por fim, embora anônimo, temos certeza que esta é uma história que este milionário contará para seus netos. Felizmente esta possui um final mais feliz do que a história das duas pizzas por 10.000 BTC, também em 2010.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias