VP da Alibaba gosta de criptomoedas, empresa com sede na China

Aceno de bilionário é um recado velado ao Partido Comunista Chinês?

Siga no
Aplicativo do Alibaba com bandeira da China ao fundo
Aplicativo do Alibaba com bandeira da China ao fundo

O executivo Vice-Presidente (VP) do Grupo Alibaba, um dos maiores conglomerados chineses, disse que gosta das criptomoedas.

Essa fala certamente é importante, ao demonstrar a posição de um executivo de uma empresa com sede na China, país que tem duramente reprimido o setor de criptomoedas.

Em 2021, por exemplo, o governo chinês começou banindo as atividades de mineração de seu país, o que levou muitas empresas a fugirem para outros territórios. Segundo um minerador brasileiro, esse foi o maior ataque já registrado contra a rede Bitcoin por um governo na história da moeda digital.

Além disso, o governo chinês emitiu uma nova ordem contra empresas do setor, para que encerrassem suas operações no país. Essa ordem foi tão restritiva que afetou até os negócios de uma corretora chinesa que atuava no Brasil e acabou encerrando sua operação devido ao caso.

Contudo, os chineses tem buscado contornar o banimento daquele país e segue buscando formas alternativas de continuar no mercado de criptomoedas, apesar de não terem mais corretoras que permitem negociações no par Yuan.

VP da Alibaba gosta das criptomoedas

Fundada por Jack Ma, a Alibaba é um conglomerado de empresas que prestam serviços principalmente pela internet. Comércio eletrônico, meio de pagamentos, motores de busca pela internet, entre outros mais são serviços oferecidos por essa grande empresa, com sede na China.

E chamou a atenção para o bilionário VP da Alibaba Joseph C. TSAI (Joe Tsai), naturalizado no Canadá, publicar que gosta de criptomoedas em um ano marcado pela pressão chinesa contra o setor.

Quando a China impôs restrições ao mercado de criptomoedas, por exemplo, a Alibaba interrompeu a venda de equipamentos de mineração em seu site, mostrando que o setor estava sob pressão.

Dessa forma, ver um dos principais líderes da empresa falar sobre o assunto neste ano é uma surpresa ao mercado. Vale lembrar que a Alibaba é uma empresa sob constante vigilância do Partido Comunista Chinês (PCC), que foi até acusado de sumir com o fundador Jack Ma por alguns meses de 2021, após o bilionário criticar o governo publicamente.

Em 2020, o Alibaba (Ant Group) chegou a dizer que faria um IPO que acabou cancelado pelas autoridades chinesas após as críticas de Ma ao governo e ao sistema financeiro chinês.

Não está claro ainda se a fala do VP do Alibaba é alguma indicação de que a empresa deverá trabalhar com criptomoedas em breve, não na China é claro, ou se foi apenas um aceno ao mercado. De qualquer forma, mostra um descolamento do líder com as políticas de censura do governo chinês com relação ao mercado de criptomoedas ao dar um apoio público ao setor.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Robert Kiyosaki

Robert Kiyosaki diz que crash do Bitcoin é uma “excelente notícia” – “Hora de...

Não é segredo para ninguém que o mercado de criptomoedas está em um período bem complicado, com uma correção que começou na virada do...
XP Investimentos e gráficos ao fundo

XP Investimentos lança fundo focado em metaverso

A XP Investimentos e a corretora Rico anunciaram nesta segunda-feira (24) um fundo focado no metaverso, que estará disponível para seus clientes. A XP...

Nova ameaça ao Ethereum? Fantom ultrapassa Solana, BSC e Avalanche

Com o setor DeFi ainda sendo um ponto importante para o mercado de criptomoedas e diferentes ecossistemas, uma rede está se destacando em relação...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias