Maior gestora de ativos de Israel investe US $ 100 milhões em Bitcoin

A empresa agora tem US $ 150 milhões em criptomoedas, mas seus executivos não estão descartando a opção de adquirir mais criptomoedas.

Siga no
Altshuler Shaham
Altshuler Shaham

Altshuler Shaham, a maior empresa de gestão de ativos e seguros de Israel, investiu US $ 100 milhões em Bitcoin através do fundo de investimentos em criptomoedas da Grayscale (GBTC). O investimento foi feito quando a moeda digital era negociada na faixa de 21 mil dólares.

A empresa mais que dobrou seu investimento inicial. Com o preço do Bitcoin sendo negociado agora na faixa dos US $ 55.000, o retorno sobre o investimento da empresa é próximo a 160%.

“Nosso investimento de US $ 100 milhões se tornou US $ 200 milhões e dos US $ 200 milhões já vendemos cerca de um terço”, disse Gilad Altshuler, co-CEO e fundador da empresa. “Este é um novo investimento para nós. Demorou alguns meses até que obtivéssemos todas as aprovações relevantes.”

De acordo com a mídia local, a Altshuler Shaham, que administra mais de US $ 50 bilhões em ativos, investiu no GBTC no segundo semestre do ano passado, tornando esse investimento em Bitcoin cerca de 0,3% de seus ativos totais.

A empresa se tornou a primeira israelense conhecida publicamente a comprar Bitcoin, enquanto a tendência de adoção institucional aparentemente se expande para além dos Estados Unidos.

Altshuler Shaham

Fundada em 1990, a Altshuler Shaham é uma das maiores casas de investimento de Israel, administrando cerca de US $ 50 bilhões em ativos de longo prazo para fundos de aposentadoria e pensão.

A empresa agora tem US $ 150 milhões em criptomoedas, mas seus executivos não estão descartando a opção de adquirir mais criptomoedas.

“Depende do preço. Ficamos um pouco intimidados com a velocidade com que o Bitcoin atingiu esses preços, com sua capitalização de mercado global ultrapassando a marca de US $ 1 trilhão, e isso nos preocupou um pouco , comentou Shaham, coproprietário da Altshuler.

Além de comprar Bitcoin, a empresa mostrou interesse em algumas altcoins, de acordo com uma fonte familiarizada com o assunto:

“A Altushler tem um departamento de ativos alternativos que possui Ethereum e Bitcoin. Ele foi ativo no passado e agora está estudando o setor novamente.”

Investimento institucional

Desde que a MicroStrategy deu o primeiro passo em direção ao Bitcoin em meados do ano passado, outras grandes empresas seguiram a iniciativa, incluindo a Tesla, que este ano anunciou o investimento de US $ 1,5 bilhão na criptomoeda.

O interesse crescente parece estar aumentando entre empresas do mundo todo, marcando um ponto de virada para a indústria de criptomoedas.

Recentemente a empresa chinesa Meitu, que está listada na Bolsa de Valores de Hong Kong, comprou mais de US $ 17 milhões em Bitcoin e mais de US $ 22 milhões em Ethereum.

Nesta semana também a norueguesa Aker criou uma nova subsidiária especializada em investimentos em criptomoedas que já adquiriu US $ 58 milhões em Bitcoin.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.

Polícia descobre mineração ilegal de Bitcoin dentro do próprio quartel

A polícia de diversos países continua de olho nas atividades ilegais de mineração que utilizam energia roubada para obter lucros com criptomoedas. Um caso...
Criptomoeda Ethereum mãe do DeFi

Ethereum será atualizado no dia 4 de agosto e se tornará deflácionário

Nos últimos dias os participantes de grupos de criptomoedas têm perguntado se a atualização de uma certa criptomoeda fará a alta do Bitcoin ser...
Mão segurando Bitcoin e bandeira da Malásia

“Clientes da Binance devem sacar fundos imediatamente”, diz CVM da Malásia

A CVM da Malásia afirma que os investidores de criptomoedas devem sacar seus fundos imediatamente da Binance, que receberá medidas coercitivas em breve. A nova...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias