Início Ethereum Aplicativo na Google Play rouba criptomoedas de usuários

Aplicativo na Google Play rouba criptomoedas de usuários

-

Aplicativo roubava criptomoedas no Android

O Google descobriu um malware responsável pelo roubo de criptomoedas em smartphones. O ataque acontecia através de um aplicativo disponível na Google Play. Com milhões de usuários que utilizam o sistema Android em seus smartphones, o ataque poderia ter feito milhares de vítimas em todo o mundo.

Segundo o Google, uma ferramenta maliciosa estava se passando pelo MetaMask. Dessa forma, os usuários não poderiam saber que estavam sendo atacados, já que muitos pensaram que era original o aplicativo descentralizado oferecido na plataforma Google Play. Sendo assim, o malware tentou fazer diversas vítimas através desse aplicativo, roubando criptomoedas de investidores que acessam suas contas através de smartphones.

Ataque de malware aconteceu através de aplicativo da rede Ethereum

O MetaMask é o aplicativo descentralizado (D’App) mais antigo em operação da rede Ethereum. Com o ataque, diversas informações podem ter sido acessadas pelos criminosos que aplicaram o golpe. Por outro lado, o ataque não afeta diretamente a rede Ethereum. O aplicativo MetaMask possui completa autonomia, mesmo funcionando através da blockchain da rede da segunda maior criptomoeda do mercado atualmente.

O ataque foi descoberto pelo Google recentemente que decidiu excluir o aplicativo. A descoberta só foi possível graças ao comunicado da ESET à empresa. Na última sexta-feira (8), a empresa especialista em segurança na internet publicou um comunicado sobre a descoberta. Desse modo, foi através da empresa que o Google pode identificar o problema, que roubava dados de usuários em busca de acessar carteiras contendo criptomoedas.

Aplicativo MetaMask já foi atacado por criminosos outra vez

Existem diversos tipos de ataques envolvendo o roubo de criptomoedas. Cada vez mais hackers se especializam nesse tipo de crime. De exchanges à criptomoedas, várias empresas já foram atacadas, inclusive a rede Ethereum. Contudo, esse não foi o primeiro ataque sofrido pelo aplicativo Metamask.

Um dos primeiros problemas enfrentados pelo aplicativo aconteceu em julho de 2018. Após a versão original do Metamask ser retirada do Google Play, vários aplicativos falsos foram disponibilizados na plataforma. Isso fez com que usuários acessam os aplicativos maliciosos acreditando que aquela aplicação fosse a verdadeira. Segundo uma verificação do próprio aplicativo, essa confusão aconteceu de forma acidental e teve o envolvimento de desenvolvedores do Google.

Em busca de criar mais segurança para seus usuários, o MetaMask decidiu lançar uma aplicação móvel em novembro de 2018. Porém, esse aplicativo foi o que recebeu o recente ataque.

Segundo a ESET, o ataque envolvendo o MetaMask aconteceu através da modalidade “clipper”. Os criminosos acessavam dados dos usuários de contas envolvendo a criptomoedas Ethereum (ETH). Enquanto os usuários realizavam operações, rooubo de chaves privadas e até mesmo alterações em endereços de transferências podiam ser realizados através do ataque. Endereços envolvendo transações de Bitcoin (BTC) também podem ter sofrido com a invasão do aplicativo MetaMask da rede Ethereum.

---------------------------------------------------------- BitcoinTrade: 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos! Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos! www.bitcointrade.com.br
Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Anúncio

Bitcointrade - 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos!

Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos!

Complete seu cadastro em 5 minutos!
Anúncio

Nexo

Empréstimos na hora por transferência bancária usando sua criptomoeda como garantia sem vendê-la. Ganhe juros de até 8% ao ano em suas Stablecoins.

Comece agora
Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

Veja também

Caiu no golpe da Unick e depositou dinheiro em outro golpe

Os clientes da Unick Forex têm passado por enormes problemas desde que a empresa foi encerrada em 2019, um caso recente revela que uma...

Banco Central do Brasil vai monitorar transações acima de R$ 2 mil

O Brasil vai ter um novo cenário conduzido pelo Banco Central em breve, com transações acima de R$ 2 mil sendo monitoradas. Este poderia...

“CVM” da Espanha faz alerta contra pirâmide financeira brasileira

Um Brasileiro resolveu sair do Brasil para envergonhar a nação na Espanha. Filipe Han, fracassado em terras tupiniquins depois de a CVM expor seu...

Clientes da Unick não são vítimas, diz Justiça

A Unick Forex, maior pirâmide financeira com criptomoedas que o Brasil já viu chegou ao fim, a empresa que prometia dobrar capital em até...

Criptomoeda Ripple (XRP) terá IPO

Uma novidade interessante pode ter surgido do Fórum Mundial Econômico em Davos para o criptomercado. Isso porque, de acordo com o CEO da Ripple...

Dinheiro é lixo, diz bilionário Ray Dalio em Davos

Certamente o tema dinheiro é um assunto polêmico nos dias atuais, mas em Davos, Ray Dalio colocou mais lenha nesta fogueira. Isso porque, ao...

Escreva seu comentário:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Caiu no golpe da Unick e depositou dinheiro em outro golpe

Os clientes da Unick Forex têm passado por enormes problemas desde que a empresa foi encerrada em 2019, um caso recente revela que uma...

Banco Central do Brasil vai monitorar transações acima de R$ 2 mil

O Brasil vai ter um novo cenário conduzido pelo Banco Central em breve, com transações acima de R$ 2 mil sendo monitoradas. Este poderia...

“CVM” da Espanha faz alerta contra pirâmide financeira brasileira

Um Brasileiro resolveu sair do Brasil para envergonhar a nação na Espanha. Filipe Han, fracassado em terras tupiniquins depois de a CVM expor seu...