Volume de negociações de Bitcoin atinge menor nível desde 2020, aponta análise

Embora uma falta de volume seja sinônimo de falta de liquidez, fazendo grandes compras ou vendas criarem movimentos bruscos no mercado, estamos vendo o oposto acontecer.

Em relatório publicado na terça-feira (23), a K33 Research apresentou um dado preocupante: o volume de negociações de Bitcoin chegou ao seu menor nível desde 2020.

Excluindo o volume vindo da Binance, devido a uma recente promoção de taxa zero, os números ficam ainda piores. No entanto, a K33 destaca que esse seria o “volume real” do Bitcoin.

Indo além, o estudo também apontou que o Bitcoin está bastante estável. Seu preço está rondando os US$ 27.000 pela quinta semana seguida após os touros falharem em uma recente investida.

Bitcoin sem liquidez preocupa mercado

Após o preço, o volume é a principal métrica analisada por investidores. Afinal, ela ajuda a mostrar o interesse por um determinado ativo. No caso do Bitcoin, a K33 Research aponta que os dados atuais não são bons.

“Os volumes médios de negociação de 7 dias atingiram uma baixa de 2,5 anos, a volatilidade de 30 dias está em mínimos não vistos desde 11 de janeiro e a atividade comercial diminuiu em [contratos] perpétuos, levando o interesse aberto a se estabilizar completamente na semana passada.”

Volume das negociações de Bitcoin em corretoras. Fonte: K33 Research.

Em preto, removendo o volume da Binance, é possível ver uma grande queda no volume a partir de novembro de 2022, data em que a corretora FTX declarou falência.

Já em azul, mostrando apenas dados da Binance, também é perceptível uma grande queda de volume após a corretora voltar a cobrar taxas de negociação em março desse ano.

Volatilidade do Bitcoin também está baixa

Embora uma falta de volume seja sinônimo de falta de liquidez, fazendo grandes compras ou vendas criarem movimentos bruscos no mercado, estamos vendo o oposto acontecer.

“O Bitcoin ainda está sendo negociado na faixa dos S$ 27.000 pela quinta terça-feira consecutiva”, comentou a K33, citando uma falha no rompimento da resistência. Seguindo, a empresa de análise também comenta que esse é o menor nível desde o início de janeiro, antes do BTC iniciar seu rally.

Volatilidade do Bitcoin. Fonte: K33 Research.

Quanto ao índice de medo e ganância, a K33 aponta que voltamos para o “neutro” no momento. No mês passado, investidores estavam com sentimento de “ganância”.

Geralmente, essa métrica possui uma correlação oposta. Ou seja, enquanto ganância extrema pode indicar oportunidade de venda, medo extremo pode indicar momentos para realizar aportes.

Análise também abordou outros pontos relacionados ao Bitcoin

Por fim, o relatório da K33 Research também analisou a correlação entre o Bitcoin e ações da Nasdaq, apontando uma redução também nesta métrica, a menor dos últimos 17 meses.

Os aportes da Tether, empresa por trás da stablecoin USDT, em Bitcoin também foram outro tópico debatido. Segundo a K33, essas compras representariam 6% da emissão diária de BTC, podendo dobrar para 12% com o halving de 2024.

O relatório completo, datado de 23 de maio, pode ser encontrado no site da K33 Research.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias