Bitcoin atinge menor preço de junho e liquida R$ 1 bilhão no mercado de futuros

Além do Bitcoin, outras criptomoedas estão em queda nesta terça-feira (11). O destaque fica para o Ethereum (ETH), responsável por grande parte das liquidações de posições compradas no mercado de futuros após cair 4%.

Negociado a US$ 67.000, o Bitcoin voltou a cair nesta terça-feira (11) e atingiu seu menor preço no mês de junho. Segundo dados da Coinglass, cerca de R$ 1 bilhão foram liquidados no mercado de futuros.

A queda surpreende já que os ETFs americanos tiveram grandes entradas na semana passada. No total, mais de R$ 9,6 bilhões (US$ 1,8 bilhão) foram aportados.

Já nesta segunda-feira (10), os ETFs tiveram saídas de R$ 347 milhões (US$ 64,9 milhões), um número pequeno quando comparado aos anteriores. Portanto, esse não seria o motivo por trás da baixa.

ETFs de Bitcoin americanos tiveram saídas de 935 bitcoins nesta segunda-feira (10), mas número é pequeno quando comparado às entradas da semana anterior. Fonte: HeyApollo.
ETFs de Bitcoin americanos tiveram saídas de 935 bitcoins nesta segunda-feira (10), mas número é pequeno quando comparado às entradas da semana anterior. Fonte: HeyApollo.

Traders de criptomoedas liquidados

Além do Bitcoin, outras criptomoedas estão em queda nesta terça-feira (11). O destaque fica para o Ethereum (ETH), responsável por grande parte das liquidações de posições compradas no mercado de futuros após cair 4%.

“Nas últimas 24 horas, 69.769 traders foram liquidados, com um total de liquidações de US$ 187,77 milhões (R$ 1 bilhão)”, escreveu a Coinglass. “A maior ordem de liquidação única ocorreu na Binance no par ETH/USDT no valor de US$ 6,60 milhões (R$ 35 milhões).”

Investidores são liquidados após queda do Bitcoin e outras criptomoedas. Fonte: Coinglass.
Investidores são liquidados após queda do Bitcoin e outras criptomoedas. Fonte: Coinglass.

A BNB (BNB), que atingiu sua máxima histórica na semana passada, caiu dos US$ 720 para os US$ 600 nos últimos dias.

Dentre as 100 maiores do mercado, as maiores perdas ficam para Notcoin (NOT), Arweave (AR) e Beam (BEAM), com perdas de 30%, 22,5% e 20,5%, respectivamente, na semana.

Queda pode estar relacionada a reunião do Banco Central dos EUA

O Bitcoin já havia caído na última sexta-feira (7) após a divulgação dos dados de emprego nos EUA. Segundo o relatório, a economia americana está aquecida e isso pode pressionar o Fed para manter os juros altos por mais tempo.

Dado isso, a queda do Bitcoin pode ser uma antecipação do mercado em relação à próxima reunião do Banco Central americano, marcada para esta quarta-feira (12).

Embora previsões apontem que o Fed não mexerá nos juros, todos estarão atentos às falas de Jerome Powell. Isso porque o tom de seu discurso pode mudar as projeções para as próximas quatro reuniões desse ano.

Mercado acredita que Fed pode cortar juros até 2 vezes neste ano, mas previsões podem mudar após falas de Powell nesta quarta-feira (12). Fonte: CME FedWatch Tool.
Mercado acredita que Fed pode cortar juros até 2 vezes neste ano, mas previsões podem mudar após falas de Powell nesta quarta-feira (12). Fonte: CME FedWatch Tool.

Por fim, outros bancos centrais já iniciaram esses cortes. Enquanto o BC do Canadá baixou os juros para 4,25% na última quarta-feira (5), o mesmo aconteceu com o BC europeu na quinta-feira (6).

Sendo assim, parece questão de tempo até que o Fed também tire o pé do freio na economia americana. De qualquer forma, o mercado parece estar cauteloso.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de criptomoedas do mercado ganhe até 100 USDT em cashback. Cadastre-se

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias

Últimas notícias