Bitcoin cai abaixo dos US$ 30 mil com investidores temendo reunião do Fed

Embora quase todo mercado esteja operando em baixa nesta segunda-feira, algumas criptomoedas estão se destacando por seus ganhos inesperados.

O Bitcoin chegou a ser negociado abaixo dos US$ 29.000 na manhã desta segunda-feira (14), atingindo seu menor nível dos últimos 30 dias. Restando uma semana para o fim de julho, a queda mensal chega a 4%.

Os motivos podem estar ligados a falha na tentativa de romper a resistência da região dos US$ 30.000 e a realização de lucros pelos touros. No entanto, a recente queda pode estar ligada a taxa de juros dos EUA, que deve sofrer novo aumento.

Enquanto o Bitcoin cai, outras criptomoedas sofrem ainda mais. Ethereum já perdeu 6,5% de seu valor nas últimas 24 horas, por exemplo, mas há exceções, como a Dogecoin e a Worldcoin.

Bitcoin prestes a fechar julho com perdas

Preso entre os US$ 29.500 e os US$ 31.500 nos últimos 30 dias, o mercado parece ter tomado uma decisão sobre o Bitcoin. Com a reunião do Fed marcada para a próxima quarta-feira (26), os ursos aproveitaram o momento para dominar o mercado.

Ao perder seu suporte, o Bitcoin chegou a ser negociado a US$ 28.987 no início desta manhã, seu menor valor dos últimos 30 dias. Cotado a US$ 29.200 no momento desta redação, o BTC se encaminha para fechar seu segundo mês de 2023 com prejuízos.

Bitcoin perde importante suporte enquanto espera pela reunião do Fed.
Bitcoin perde importante suporte enquanto espera pela reunião do Fed.

Uma das explicações para a queda é a previsão de que o Banco Central dos EUA voltará a aumentar a taxa de juros em sua próxima reunião, marcada para a quarta-feira (26).

Segundo dados do CME FedWatch Tool, a provabilidade do Fed aumentar os juros em 0,25% está em 99,8%, existindo apenas 0,2% de chances de uma pausa. No mês passado, estes números estavam em 71,8% e 28,1%, respectivamente.

Além do Bitcoin, outras criptomoedas estão sobre forte pressão. Também falhando em sua tentativa de romper sua maior resistência, da região dos US$ 2.000, o Ethereum acumula perdas de 8,8% nos últimos 10 dias enquanto é negociado por US$ 1.850.

Exceções ficam para Dogecoin e Worldcoin

Embora quase todo mercado esteja operando em baixa nesta segunda-feira, algumas criptomoedas estão se destacando por seus ganhos inesperados.

Dogecoin (DOGE) foi novamente beneficiada por Elon Musk, subindo mais de 5%. Ao que tudo indica, o bilionário está prestes a trocar o nome do Twitter para X. A mudança também fez uma criptomoeda desconhecida saltar 1.800%.

Por fim, a Worldcoin, criptomoeda do fundador do ChatGPT, subiu 61% nesta segunda-feira após sua listagem em diversas corretoras como Binance, Huobi e OKX. De qualquer forma, o mercado segue aguardando a decisão do Fed sobre os juros, que poderá determinar o sentimento para o mês de agosto.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias