Bitcoin dispara e ultrapassa US $ 15 mil, valor mais alto desde 2018

Retorno anual do Bitcoin passa dos 100% com a recente alta. Na atual cotação a moeda digital é avaliada em até R$ 87 mil reais em algumas corretora.

Siga no
Foguete
Foguete

O Bitcoin acabou de atingir um dos valores mais importantes dos últimos anos, ultrapassando os US $ 15 mil, com preço de US$ 15,156.50 no momento da redação. Essa é uma marca importante, já que muitos estavam esperando que o ativo digital não resistisse à pressão de venda no nível de US $ 13 mil. Com a alta, o Bitcoin se tornou o melhor ativo do ano, superando o ouro e quaisquer outras ações.

No Brasil a moeda se aproxima dos R$ 85 mil reais, sendo cotada por R$ 84.486,37 nas principais corretoras.Bitcoin

BitcoinValorizando mais de 9% em menos de 24h o Bitcoin deixou muita gente feliz com o seu desempenho, que curiosamente coincidiu com uma grande incerteza e uma eleição conturbada e turbulenta nos Estados Unidos entre Joe Biden e Donald Trump. Muitos estão até mesmo atribuindo a alta do Bitcoin a esse atual momento na democracia do país norte-americano.

Mas a verdade é que, para quem estava prestando atenção no mercado até recentemente sabe que o Bitcoin estava no caminho para uma valorização como essa e que já dava sinais de que alcançaria os US$ 15 mil.

Relação da alta do Bitcoin com a eleição dos EUA

Donald Trump Bitcoin

Claro, afirmar que a recente valorização do Bitcoin não tem nenhuma relação com a eleição dos EUA não é verdade! O Bitcoin vem ganhando muita força com a argumentação de que é uma reserva de valor.

Em momentos de incerteza, como o que está acontecendo nos EUA, é comum que alguns compradores se interessem pelo ativo como colateral contra o dólar. Com mais interesse, maior é o preço de um ativo.

Atualmente a eleição está em um ponto de impasse, sem nenhum vencedor definido e com a possibilidade de que a liderança dos Democratas caia a qualquer momento. Com isso, o sentimento de incerteza predomina.

No dia anterior à eleição, dia 2 de novembro, o preço do Bitcoin estava por volta de US$ 13.500. Já no dia da eleição o preço subiu para US $ 13.700 antes de entrar em um momento de volatilidade até o caminho para os US $ 14.700 (BitPay). Durante esse período, o suporte de US$ 13.800 se mostrou um dos principais pontos de apoio para o ativo digital.

Considerando esses fatores, a incerteza é sim um dos motores para a recente valorização da moeda.

Retorno anual do Bitcoin passa dos 100%

O YTD, que é o retorno anual de um ativo a partir do começo do ano em questão, o Bitcoin se destacou dos outros “competidores” como o ouro. O YTD do Bitcoin está acima de 100%, saindo de US$ 7.203 para o atual nível próximo de US $ 15 mil, mais do que dobrado o valor de janeiro. No entanto, para quem comprou durante a queda de março, os lucros estão muito maiores.

O ouro também teve um ano histórico, atingido o seu valor mais alto na história em agosto, sendo cotado a US$ 2.074 por onça. No entanto, esse aumento representou “apenas” 25% de alta.

Já o S&P 500, um dos mais importantes índices do mercado, ganhou míseros 6.5% desde o começo do ano.

Vale mencionar que o Bitcoin não é o único ativo digital aproveitando da alta. O Ethereum está atualmente com 8% de ganhos, XRP com 5%, Chainlink e Litecoin em 12%. Ganhos estão sendo observados em quase todas as criptomoedas.

Cotado em US $ 15 mil, Bitcoin continua rompendo a alta histórica em real

alta bitcoin

Quando o Bitcoin começou a valorizar em 2020, não era segredo que logo ele alcançaria a alta história em reais. Durante 2017 o preço do Bitcoin atingiu a marca de R$ 69 mil reais, esse recorde acabou sendo superado com facilidade. Na atual cotação o BTC é avaliado em até R$ 87 mil reais em algumas corretoras e dificilmente ficará abaixo desse nível.

No Brasil o preço do Bitcoin tem um agravante por causa da desvalorização do real que passa por uma inflação descontrolada desde o final de 2019. O próprio dólar continua em um nível recorde em relação ao real.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Imagem de Dólar e Bitcoin fundos

Criador de Fundo de Hedge com Bitcoin é condenado a sete anos de prisão

O criador de dois fundos de hegde com Bitcoin, Virgil Sigma e do VQR, que operavam em Nova Iorque, foi condenado pela justiça dos...

“Bitcoin salvará as pessoas da cultura do cancelamento”, diz New York Times

James Poulos, um dos colunistas convidados do New York Times, publicou no famoso veículo de notícias um ensaio onde explica como o Bitcoin pode imunizar...
Símbolo da Binance em meio aos prédios sede endereço

Binance vai construir sede para acalmar reguladores

A Binance em breve vai construir sua primeira sede, deixando a vista um endereço para seu escritório centralizado, medida tomada para acalmar os reguladores...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias