“Bitcoin é uma bolha como nenhuma outra”, diz maior gestora de fundos de hedge de capital aberto do mundo

Analistas da Man Group também apontaram que, todas essas eras de altas e baixas podem fazer parte do caminho da moeda digital para um mercado muito mais estável e maduro.

Siga no

Bitcoin é uma bolha? Essa é uma das dúvidas que muita gente que investe no criptomercado tem. Enquanto muitos garantem que não, outros dizem que sim e até alertam que a situação de bolha é comum em qualquer ativo novo, a internet não deixou de ser a ferramenta mais rentável do mundo por causa da bolha[.]com.

Um relatório recente publicado pela Man Group, a maior empresa de hedge fund listada do mundo, diz que o Bitcoin “realmente é uma bolha completamente diferente das outras que existiram.”

A Man Group é uma empresa global de gestão de investimentos que administra US $ 108,3 bilhões de capital de clientes em mercados líquidos e privados.

De acordo com a empresa, a exclusividade da moeda digital está no fato de que a “bolha” sempre volta a crescer, ao invés de estourar de vez.

Os analistas da Man Group destacaram essa “qualidade” do Bitcoin, até mesmo comparando a moeda digital com o Fígado de Prometeu”, que sempre crescia de novo após ser devorado por uma águia gigante na Mitologia Grega.

“Toda vez que a bolha do Bitcoin estoura, outra cresce para substituí-la.

Essa frequência faz com que a narrativa do Bitcoin se torne atípica em relação as outras grandes bolhas do passado.”

Apesar da comparação com outras bolhas, os analistas da Man Group também apontaram que, todas essas eras de altas e baixas podem fazer parte do caminho da moeda para um mercado muito mais estável e maduro, algo que é defendido pelos apoiadores da criptomoeda.

“Ao invés de considerarmos cada aumento e queda como uma bolha discreta, talvez haja mais mérito no argumento de que essa volatilidade é simplesmente parte da descoberta de preço em uma nova classe de ativos e que essas não são bolhas, mas parte de uma caminhada não-tão-aleatória que eventualmente vai dar ao Bitcoin mais estabilidade e, no fim das contas, legitimidade”, escreveram os analistas.

Embora tenha mais de uma década de vida, o Bitcoin ainda é considerado um ativo bem recente, com uma natureza que não foi completamente estudada e determinada pelo mercado.

Sendo assim, o Bitcoin ainda tem um caminho de volatilidade antes de encontrar mais maturidade.

Mas vale mencionar que, principalmente de 2017 para cá, o Bitcoin já evoluiu consideravelmente, com fundamentos cada vez mais fortes e até mesmo uma adoção institucional mais presente.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Governo Biden vê ameaça potencial do Yuan digital da China

O governo dos Estados Unidos está monitorando o desenvolvimento da moeda digital da China, o Yuan digital. A equipe de Biden está preocupada com...

“ETFs de Bitcoin podem revolucionar o mercado” diz Wall Street Journal

O Bitcoin já dobrou de preço em 2021, com um crescimento que viu o preço sair da casa dos US $ 29 mil para...
Imagem: MicroStrategy Youtube

Diretores da MicroStrategy agora serão pagos em Bitcoin

A MicroStrategy, empresa de análise de negócios que desde meados de 2020 vem investindo em Bitcoin, anunciou na manhã desta segunda-feira (12) que o...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias