Bitcoin está prestes a voltar para a casa dos 7 mil dólares

Nas últimas 48 horas houve um incremento de cerca de 120 milhões de dólares em stablecoins

Siga no
Análise Técnica Bitcoin
Bitcoin Gráfico

Desde ontem, a criptomoeda tem surpreendido investidores e analistas em geral. Graças a um contínuo movimento de recuperação, o Bitcoin teve uma alta de mais de 20% nas últimas 24 horas, fazendo com que recuperasse boa parte de seu valor perdido nas últimas semanas.

Agora, apesar de começar a semana em torno dos 5 mil dólares, o ativo digital já está na casa dos 6.600 dólares, e há algumas razões importantes para isso ocorrer.

Em primeiro lugar, a valorização parece estar sendo impulsionada pelo fato de que há uma grande quantidade de stablecoins presentes no mercado. Tratam-se de ativos projetados para espelhar o valor das moedas as quais estão vinculadas, neste caso, moeda fiduciária.

Além disso, nas últimas 48 horas houve um incremento de cerca de 120 milhões de dólares em stablecoins, que ainda não foram oficialmente lançados no mercado.

Assim, este movimento impactou de forma direta e positiva no preço do bitcoin. Somado a este fato, Simon Peters, analista do criptomercado, afirmou que há um movimento cada vez maior de pessoas interessadas em comprar Bitcoin.

Somadas as outras principais criptomoedas que estão no criptomercado, o ativo tem cerca de 350 milhões de dólares em liquidez. O especialista acredita que se os 120 milhões forem agregados a outros tokens, os preços subirão ainda mais.

A movimentação da economia mundial

Para Peters, ainda que o panorama não esteja totalmente favorável, se a demanda começar a aumentar nos próximos dias há uma forte tendência de recuperação.

Além disso, nas últimas 24 horas foi possível notar volumes de negociação de Bitcoin cada vez maiores. Outro aspecto importante é que a recuperação da criptomoeda também se refletiu em um certo reequilíbrio do mercado tradicional, cujas ações voltaram a subir novamente.

Depois dos impactos trazidos pelo coronavírus, os preços do petróleo voltaram a subir, o que pode indicar que os estímulos milionários liberados por diversos países na economia finalmente está dando resultados.

Enquanto isso, há um fator de complicação, que envolve o fechamento de lojas e empresas em diversas cidades do mundo. Para muitos especialistas, esta recuperação pode ser apenas temporária, e tudo pode voltar a cair em breve.

Para o analista Jesse Colombo, os anúncios de estímulos por parte da economia de diversos países pode resultar em uma armadilha a curto prazo. Isso porque depois do mercado absorver todo este dinheiro, e dos investidores acreditarem que o equilíbrio foi restabelecido, pode haver uma queda ainda maior dentro do mercado em geral.

Isso também pode vir a afetar o Bitcoin e o criptomercado, embora ainda seja muito cedo para este tipo de previsão.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Jeferson Scholz
Jornalista. Escrevi dois artigos acadêmicos publicados no congresso de comunicação INTERCOM, e fui diretor do documentário universitário "Planeta dos Desmortos - O Mito Zumbi".
Gráfico de preço da Cardano em alta

Cardano líder em número de desenvolvedores? Não caia nessa!

Um estudo de atividades no GitHub, principal repositório do código-fonte das criptomoedas, mostrou a Cardano na liderança nos últimos 12 meses. Os dados foram...

DeFi: três setores de grande potencial

De acordo com dados da Messari, o volume trimestral das Corretoras Descentralizadas (DEXs) no final do segundo trimestre de 2021 foi de R$ 2...
Criptomoeda Tether com sinais vermelhos

Michael Burry faz alerta sobre criptomoeda Tether

O lendário trader Michael Burry compartilhou em seu Twitter que a criptomoeda Tether pode estar no meio da confusão da Evergrande na China. Vale notar...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias